Existem pessoas que investem na Bolsa de Valores e que conseguem conviver muito bem com os altos e baixos comuns desse mercado. Para elas, isso não é um problema. Pelo contrário, essa montanha-russa é a solução.

Se você está pensando que isso só acontece com bons investidores, acertou. Um trader pode ser profissional ou amador, mas é fato que tem bastante domínio sobre os investimentos na Bolsa de Valores.

Você sabe exatamente o que é trader? Na compra e venda de ações em curtíssimo prazo, por exemplo, o trader se destaca por realizar negociações lucrativas.

E isso é possível porque, como você pode imaginar, os bons resultados vêm do conhecimento sobre o mercado financeiro e de como contextos econômicos, políticos, sociais e corporativos influenciam os investimentos.

Parece complexo, mas, na prática, tudo gira em torno da análise de cenários e da agilidade, pois ao menor sinal de mudança, o trader precisa agir logo. Parece um dia a dia difícil? De certa forma é, mas a rotina dinâmica e ganhos acima da média justificam facilmente todo o empenho que essa atividade exige.

Trader - significado

Uma das principais dúvidas que surgem sobre esse assunto é: qual o significado de trader? Essa palavra vem do inglês "trade", que na tradução literal significa comércio ou negócio. Então, nessa lógica, o significado de trader seria alguém que faz negócios. 

No caso do mercado financeiro, trader significa uma pessoa que realiza transações, principalmente na Bolsa de Valores. Essa palavra é usada especialmente para quem opera no curto prazo e que dedica grande parte do seu dia a essa atividade.

O que é trader?

Para entender o que é trader, talvez um bom caminho é compreender porque esse tipo de investidor é diferente dos demais. Nesse caso, a principal diferença já foi dita aqui: um trader tende a realizar várias operações na Bolsa em um curto espaço de tempo.

Muitas vezes, um ativo é comprado e vendido por um trader em um intervalo de poucas horas e até minutos, mas algumas negociações podem se estender um pouco mais, chegando a durar algumas semanas. O que vai determinar se o prazo deve ser menor ou maior são as tendências que o próprio mercado indica.

Ocorre basicamente assim: o trader avalia que uma determinada ação atingirá um novo patamar de cotação — por exemplo, seu preço está em R$24,00 e percebe-se, pelos dados, que há grandes chances de chegar R$25,00 no decorrer do dia.

Assim, o trader realiza a compra do ativo e, quando o valor previsto é alcançado, ele o vende.

Ou seja, vende a ação adquirida por um preço maior do que comprou. Percebeu que essa dinâmica está diretamente ligada à definição de uma meta a ser alcançada? Grande parte do significado de trader de sucesso é aquela pessoas que sabe que é tão importante determinar metas e manter-se fiel a elas.

Conheça os tipos de traders

Pensou que trader era um só? Nada disso. Na verdade, existem diferentes perfis de traders. Conheça melhor cada um deles a seguir:

Trader institucional

O trader institucional é uma pessoa vinculada à financeiras, fundos, seguradoras ou empresas em geral. Dessa forma, deve agir de acordo com as estratégias das pessoas que está representando.

Trader executor (Broker)

Como o nome sugere, o broker apenas executa as ordens de compra e venda relativas às negociações dos traders. Isto é, não toma decisões de investimento.

Sales traders

São pessoas que mediam as negociações, oferecendo estratégias e executando as ordens de acordo com o consentimento de seus clientes.

Trader Autônomo

O trader autônomo pode ser profissional ou não. Sua principal característica é realizar as transações com recursos pessoais, seguindo estratégias próprias.

O que é trader - estilos operacionais

Assim como há diferentes perfis de traders, também existem diferentes prazos para a duração de uma negociação. Veja só:

Day trader

O day trader é quem faz investimentos que começam e terminam no mesmo dia. As transações, nesse caso, acontecem em questão de minutos ou horas, seguindo estratégias de investimento baseadas em projeções de curtíssimo prazo para o mercado.

Exemplo de operação no Day Trade com ação CIEL3 (Cielo)

  • Comprada em 06/06/2019 às 10:24
  • Preço de compra: R$6,76
  • Encerrada em 06/06/2019 às 10:36
  • Preço de Encerramento: R$6,84
  • Resultado: +0,95%

 

Vale lembrar que este é um exemplo real de uma operação no Day Trade que durou apenas alguns minutos. Isso ajuda a entender como essas operações funcionam na prática e as possibilidades de ganho que o mercado oferece.
 
No entanto, precisamos te lembrar que esse exemplo não deve ser usado como único parâmetro para entender a Bolsa, pois ganhos passados não são garantia de resultados futuros. 

Scalper trader

Um scalper trader busca oportunidades de curtíssimo prazo, sem se preocupar tanto com fundamentações. O que ele observa são as tendências apontadas pelos gráficos do mercado. Como essas oscilações são rápidas, o período de realização das transações é de poucos minutos.

Swing Trader

Os swing traders operam investimentos com prazo entre 1 dia a 2 semanas, e manter a posição (a posse) das ações por esse período corresponde a estratégias que também levam em conta a análise técnica, ou seja, tendências de curto prazo identificadas no gráfico.

Position Trader

O foco do position trader, como o nome já indica, é a manutenção de uma posição por semanas, podendo chegar a anos em alguns casos. Isso porque nesse caso se trabalha com um conjunto de dados, informações e análises que podem não se concretizar de imediato.

Esses traders optam por manter os ativos até o momento certo, mesmo que leve um prazo maior para acontecer.

High frequency trading

Nas high frequency tradings ocorre o contrário do position trader. São operações imediatas, realizadas em segundos. Aqui, o que importa é movimentar um grande volume de ativos com foco nas menores variações do mercado.

Quem pode ser trader?

Qualquer pessoa pode se tornar um trader. Independemente da idade, se é homem ou mulher e, muito menos de quanto se tem no bolso. Entretanto, existem algumas condições que garantem maior sucesso nas operações. Confira:

  • Controle financeiro pessoal: planejar seu orçamento e fazer uma reserva financeira para não perder oportunidades de investimento nem sacrificar seu planejamento financeiro.
  • Conhecimento sobre mercado financeiro: esse aspecto é indispensável para fazer boas negociações.
  • Controle emocional: não se deixar levar pela onda de euforia ou de medo do mercado. Ou seja, quem sabe bem o que é trader não deixa que o comportamento equivocado da maioria afete sua estratégia e traga problemas para os seus resultados.
  • Informação: acompanhar constantemente os fatores que influenciam no movimento da Bolsa.

Quanto ganha um trader?

Provavelmente, você gostaria de saber como um trader identifica oportunidades de investimentos, quanto ganha um trader da Bolsa e quanto ganham os traders iniciantes. É aí que entram os conhecimentos sobre o mercado e as informações que podem afetá-lo.

Imagine que o preço do petróleo, no mercado internacional, comece a subir. Isso pode sinalizar que as petroleiras, como a Petrobras, aumentarão seus ganhos. Esse fato tende a levar as pessoas que negociam ativos na Bolsa a comprarem ações dessas empresas.

O trader, percebendo esse cenário, se antecipa, traça uma tendência de cotação e compra os papéis da companhia antes da valorização.

Exemplo: Suponha que o trader, às 10:00, tenha adquirido um lote de ações a R$24,00 por unidade, imaginando que ao longo dia elas chegarão a R$25,00. Com as negociações em curso, as cotações começam a subir e, às 13:00, o valor é alcançado.

Imediatamente, o trader realiza a venda, obtendo lucro. Nesse exemplo, imagine que ele tenha gastado R$4.800,00 com a compra das ações. Ao vendê-las, recebeu R$5.000,00. Lucrou, portanto, R$200,00 somente nessa operação. Não é tão complexo quanto parece. O importante é que você entenda que as negociações devem estar baseadas em boas análises.


Eventualmente, claro, podem haver perdas, isso faz parte desse universo. Entretanto, os prejuízos em uma transação podem ser recuperados em outras oportunidades. Por isso, é tão importante diversificar sua carteira. Assim, se um evento imprevisto acontecer, você estará menos vulnerável.

Pense em uma pessoa que tenha investido todo o seu dinheiro em ações de uma companhia de construção civil que está obtendo bons resultados financeiros. O que não daria para prever é que, dias depois, surgiria um escândalo envolvendo esta empresa.

O reflexo nas ações seria de queda, já que outras pessoas não terão interesse de comprar esses papéis sabendo que a companhia perdeu credibilidade no mercado. Os preços então caem. A pessoa que detém as ações, mesmo agindo rapidamente para vender os ativos, possivelmente registrará algum prejuízo.

Já imaginou as perdas que podem ocorrer? Mau negócio, não é? A situação ficaria mais equilibrada, por exemplo, se esse investidor tivesse diversificado sua carteira de investimentos e aplicado o dinheiro de forma estratégica, escolhendo ações e títulos diversos. Dessa forma, essa perda poderia ser compensada pelos ganhos na outra ponta.

É importante destacar que o trader investe com convicção, mantém o foco e não se deixa levar pelas emoções.

Ao longo de um pregão, as cotações variam muito. Pode ser tentador, nesses casos, fazer investimentos de forma impulsiva. Mas se há segurança quanto às análises feitas, por que se precipitar? Como já falamos, um trader não pode se deixar levar pelo otimismo ou pessimismo excessivos.

Além do controle emocional, é preciso estudar o mercado e recorrer a boas análises. Para quem quer saber o que é trader, o mais recomendado é estudar muito, fazer cursos especializados e contar com auxílio de profissionais.

Sem a ajuda de experts, fica mais difícil tomar uma decisão acertada, especialmente para os traders iniciantes. Mesmo com ajuda profissional, não deixe de estudar o mercado constantemente.

Como se tornar um trader?

Para se tornar um trader, como vimos, o requisito básico é o preparo. Vamos, no entanto, listar outros aspectos necessários para se tornar um investidor com esse perfil:

  • Abrir conta em uma das melhores corretoras para realizar as transações.
  • Ter dinheiro disponível para começar a investir.
  • Conhecer seu perfil para identificar sua tolerância ao risco.
  • Escolher quais investimentos pretende fazer.
  • Definir estratégias compatíveis com suas metas.
  • Ter disciplina.
  • Acompanhar informações e análises de mercado.
  • Monitorar seus investimentos continuamente.
  • Aprender com especialistas da área.