Cadastre-se grátis

Long & Short: veja como funciona essa estratégia de trading

A estratégia Long & Short envolve a compra de um ativo que se espera que aumente de valor (posição longa) e a venda simultânea de outro ativo que se espera que caia de valor (posição curta). O objetivo é lucrar com a diferença entre os preços dos dois ativos durante as operações na Bolsa de Valores.

Quando falamos do mercado de ações, é comum ouvir o termo Long & Short. Essa estratégia é bastante utilizada na Bolsa de Valores para comprar uma ação ao mesmo tempo em que você vende outra. 

O objetivo é obter o melhor lucro possível com a diferença de preço entre dois ativos. Mas você sabe como realizar essa operação?

Neste artigo, vamos mostrar quais são os tipos de Long & Short, os benefícios dessas operações, como você pode obter bons resultados e mais. Vamos lá?

O que é Long & Short?

Long & Short é uma operação de arbitragem, em que é possível comprar uma ação (long) e vender outra (short) simultaneamente.

Long significa posição comprada, enquanto short é a posição vendida. 

Em resumo, você vende um ativo visando comprar outro. Além disso, vale ressaltar que essa é uma operação não direcional, isto é, independe da tendência seguida pela Bolsa.

No Long & Short, traders ficam menos expostos ao risco de mercado (ou sistêmico), mas são mais sujeitos ao risco específico dos ativos envolvidos.

As imagens abaixo ilustram como funcionam as duas pontas da operação.

 

{% video_player “embed_player” overrideable=False, type=’hsvideo2′, hide_playlist=True, viral_sharing=False, embed_button=False, autoplay=True, hidden_controls=True, loop=True, muted=False, full_width=False, width=’700′, height=’515′, player_id=’78872877965′, style=” %}

 

{% video_player “embed_player” overrideable=False, type=’hsvideo2′, hide_playlist=True, viral_sharing=False, embed_button=False, autoplay=True, hidden_controls=True, loop=True, muted=False, full_width=False, width=’700′, height=’515′, player_id=’78872846097′, style=” %}

 

Bem simples, certo? Mas ainda que o conceito seja fácil de entender, é importante conhecer técnicas para alcançar os melhores resultados.

Antes de iniciar suas operações de Long & Short, é fundamental considerar o seu nível de aceitação de risco e a quantidade de tempo disponível para se dedicar ao trading.

No vídeo a seguir, a nossa Chefe de Análise de trading da Toro, Stefany Oliveira, resume bem o conceito da estratégia Long & Short:

 

Agora que já mostramos o que é Long & Short, no próximo tópico vamos saber como ela funciona na prática.

Como funciona a estratégia Long & Short?

Afinal, como funciona a estratégia Long & Short e de que maneira realizar essa operação?

Em primeiro lugar, é importante fazer uma análise sobre os ativos que você tem interesse. Por exemplo: o que é necessário saber sobre PETR4 antes de operar?

Lembre-se de pesquisar sobre o comportamento desse ativo, entender o contexto atual e tentar realizar uma projeção do que pode acontecer no curto prazo.

Aqui na Toro, nós disponibilizamos uma live diária no YouTube com recomendações dos melhores pontos de compra e venda para quem opera Day e Swing Trade. .

Após escolher os ativos nos quais você pretende operar, é importante identificar se eles têm uma conexão um com o outro. 

Se você optou por Petrobras (PETR4), é interessante utilizar um par de ações que siga o mesmo segmento, ou seja, o mercado petrolífero.

Então, suponha que na operação Long & Short você escolha comprar ações da Petrobras e vender da 3R Petroleum. Ambas são do mesmo setor, por isso estão correlacionadas.

Se o segmento sofrer uma forte queda ou tiver uma forte alta, tanto as ações da 3R quanto da Petrobras tendem a seguir uma direção similar.

Seguindo essa hipótese, é possível considerar que:

Quando as duas ações sobem, há ganho na posição comprada (long) e prejuízo na posição vendida (short). Porém, se ambas caírem, acontece o oposto: há ganho na posição vendida e prejuízo na comprada

Mas, se um dos papéis subir e o outro descer, o resultado é diferente. Caso as ações da Petrobras subam e as da 3R caiam, há ganho nas duas posições. Se as da PETR4 caírem e as da 3R subirem, o prejuízo será em ambas.

*Os exemplos citados nesse conteúdo não são recomendações de compra/venda nem necessariamente expressam a opinião dos Analistas da Toro.

Em resumo, o ganho da operação está na distorção de comportamento dos ativos. Isso é resultado de um ativo valorizar mais do que o outro, algo que acontece com uma boa frequência.

Essa diferença de performance entre as duas pontas (comprada e vendida) é conhecida como spread, onde você obterá o lucro da operação.

Então, considerando o histórico da empresa e as movimentações do mercado, se o preço do ativo que você escolheu está abaixo do esperado, a tendência é que ele suba futuramente. Logo, você consegue comprar o papel hoje e aproveitar essa queda.

Porém, ao mesmo tempo em que você realizar o long, preste atenção também aos ativos que seguiram o movimento contrário, aqueles em que o preço subiu além do esperado.

Assim, se a cotação despencar com o tempo, você poderá obter, futuramente, o papel a um preço menor pelo qual foi vendido.

São várias táticas para conseguir realizar o Long & Short, certo? Por isso é tão importante controlar as emoções, estudar o mercado e considerar os prós e contras antes de começar a operar.

E já que estamos falando sobre prós e contras, confira no próximo tópico quais são as vantagens do Long & Short.

Quais são as vantagens da estratégia Long & Short?

Os principais benefícios dessa estratégia são:

  • Você opera na distorção das cotações, aproveitando os movimentos de alta e queda, reduzindo os riscos de perda.
  • O crédito da venda (short) pode ser usado para comprar outra ação (long). Com isso, o papel adquirido pode ser utilizado como garantia para a Bolsa de Valores.
  • A operação é mais vantajosa e menos arriscada do que em negociações apenas de venda a descoberto.

Contudo, é sempre bom relembrar que é necessário se preparar para realizar a estratégia. Como em qualquer operação estruturada, a B3 exige o depósito de uma garantia.

Além disso, é fundamental conferir se o aluguel da ação que você vai vender está disponível.

⚠️Em relação à tributação, ela é a mesma das operações com ações. Em posições compradas e vendidas, a alíquota é de 15% no Swing Trade e de 20% no Day Trade. Há isenção para vendas até o limite de R$20 mil no mês.

 

Agora que você conhece quais são as vantagens, veremos a seguir quais são os principais tipos de Long & Short.

Quais são os tipos de operações Long & Short?

As operações Long & Short são divididas em algumas categorias:

1. Ações ordinárias e ações preferenciais

Aqui, a operação é montada com ações da mesma empresa, mas de categorias diferentes. Existem as ações ordinárias (ON) e as ações preferenciais (PN).  Exemplos: ITUB3 e ITUB4; PETR3 e PETR4; BBDC3 e BBDC4.

2. Intra-setorial (papéis do mesmo setor)

Quando a operação é feita entre papéis do mesmo setor. Exemplos: ITUB4 e BBDC4 (bancos); CMIN3 e VALE3 (mineradoras); GGBR4 e USIM5 (siderúrgicas).

3. Intersetorial (ações de setores diferentes)

Nessa categoria, podem ser utilizados ativos que são de setores diferentes. Exemplos: NTCO3 e VALE3 (cosméticos e mineradora).

4. Controlada x controladora

Certas empresas de capital aberto são controladas por empresas que possuem ações na Bolsa. Então, os papéis de ambas geralmente têm uma grande conexão. Exemplos: BRAP4 e VALE3; ITSA4 e ITUB4; GOAU4 e GGBR4.

5. Ativo x índice

Nesse caso, traders podem diversificar a estratégia ao estruturar operações combinando ações com índices. Exemplos: BOVA11 e VALE3; ABEV3 e BOVA11.

Para deixar mais claro as diferenças de tipos de Long & Short, assista ao vídeo com o nosso Analista de Investimentos, Lucas Serra:

Quais são as principais estratégias de Long & Short?

É importante esclarecer que a estratégia Long & Short faz parte do grupo das operações estruturadasIsso significa que o comportamento dela difere das operações comuns, isto é, a compra ou venda de ações de maneira individual.

E para ativar o gatilho de entrada, 3 estratégias podem ser usadas nas operações de Long & Short:

  • Cointegração: utilizada para capturar os movimentos relativos entre 2 ativos. 
  • Correlação: análise do movimento dos ativos.
  • Gráfico indexado: quando se divide o preço do ativo A pelo ativo B e aplica-se alguns princípios da Análise Técnica para a abertura das operações.

Para entender no detalhe como cada uma delas funciona, assista ao vídeo a seguir:

 

Como vimos, Long & Short é uma estratégia eficaz, mas requer bastante estudo e preparo. Por isso, se você quiser colocar essa estratégia em prática de forma segura, faça o curso Como lucrar com a estratégia Long & Short.

As aulas são 100% gratuitas e vão mostrar como você pode minimizar sua exposição ao mercado e aumentar o seu potencial de ganhos.

Deixe um comentário

Gostou do artigo? Deixe um comentário sobre o que achou do conteúdo!