Cadastre-se grátis

Afinal, quanto rende 10 milhões de reais nos melhores investimentos?

Os melhores investimentos para aplicar 10 milhões de reais e ter rentabilidade e segurança estão na Renda Fixa, Bolsa de Valores, Fundos e outros ativos e não na caderneta de Poupança.


Se você é um dos sortudos que possuem 10 milhões de reais para investir hoje, saiba que há diversas opções rentáveis e inteligentes para aplicar esse dinheiro, além das alternativas mais óbvias, como a Poupança. 

Neste conteúdo, vamos explorar as possibilidades de rendimento de um investimento de 10 milhões de reais. Para isso, abordaremos as opções mais conhecidas do mercado, como a Poupança, CDI, Selic e a Bolsa de Valores, tanto no Brasil quanto nos Estados Unidos.

Além disso, vamos apresentar uma estratégia focada em dividendos, uma alternativa para quem busca uma fonte de renda passiva no longo prazo.

Com isso, esperamos auxiliar quem busca maximizar seus retornos financeiros e expandir seu conhecimento sobre as possibilidades de investimentos disponíveis. Vamos lá?

Quanto rende 10 milhões na Poupança?

Inicialmente, é importante lembrar como funciona a caderneta de Poupança para compreender a sua rentabilidade hoje

Via de regra, com base no valor da Selic, são duas situações que determinam quanto a aplicação mais popular do Brasil vai render:

  • Quando a Taxa Selic está acima de 8,5% ao ano, a Poupança rende 0,5% ao mês mais a Taxa Referencial (TR).
  • Porém, se a Taxa Selic estiver abaixo de 8,5% ao ano, o rendimento da Poupança é de 70% da Taxa Selic mais a TR.

rendimento-da-poupanca

Geralmente, a TR fica em valores muito baixos, o que não aumenta o valor da rentabilidade da caderneta. 

Como a Selic é um mecanismo para frear a inflação, o retorno da Poupança pode ser ainda menor e, há vários anos, ela perde para o CDI. Observe no gráfico a seguir:

Mas, afinal, quanto renderia 10 milhões de reais na Poupança em valores monetários? Pelos números apresentados no gráfico anterior, nos últimos 5 anos, resultado seria o seguinte:

Ano Valor final Rendimento anual
(sem descontar a inflação)
Valor aproximado por mês
2022 R$ 10.790.000,00 R$ 790.000,00 R$ 65.833,33
2021 R$ 10.294.000,00 R$ 294.000,00 R$ 24.500,00
2020 R$ 10.211.000,00 R$ 211.000,00 R$ 17.583,33
2019 R$ 10.426.000,00 R$ 426.000,00 R$ 35.500,00
2018 R$ 10.462.000,00 R$ 462.000,00 R$ 38.500,00

Note que o cálculo acima não considera os efeito corrosivos da inflação. Então, além de mudar muito de um ano para o outro, ao longo de alguns poucos anos, seu patrimônio principal perderia valor.

Assim sendo, perder da inflação na maioria dos anos pode comprometer em muito a multiplicação do seu patrimônio no longo prazo.

Logo, a Poupança é um dos piores investimentos da atualidade, como veremos no comparativo no decorrer do conteúdo. Com esse valor, é possível construir uma carteira que rende muito mais e usufruir de renda passiva que pode ser isenta de Imposto de Renda

Quanto rende 10 milhões de reais na Renda Fixa?

Investir em Renda Fixa pode ser uma opção para quem busca segurança e previsibilidade nos investimentos.

Neste tópico, vamos explorar quanto rende 10 milhões de reais em diferentes tipos de Renda Fixa, como CDBs, LCIs/LCAs, Tesouro Direto e outros.

CDI

Boa parte dos investimentos de Renda Fixa adota a taxa DI – ou “taxa do CDI” – como medida de rentabilidade. Ela é calculada a partir da média das taxas praticadas pelos empréstimos interbancários realizados entre os bancos comerciais.

A taxa DI é diretamente relacionada à taxa Selic, que é a taxa básica de juros definida pelo Banco Central, e geralmente é um pouco inferior a ela, mas não muito (observe o gráfico abaixo).

Nos últimos anos, quem acompanhasse o rendimento de 100% do CDI teria o seguinte resultado para os R$ 10 milhões: 

Ano Valor final em 100% do CDI Rendimento anual
(sem descontar a inflação)
Valor aproximado mensal
2022 R$ 11.239.098,91 R$ 1.239.098,91 R$ 103.258,24
2021 R$ 10.442.361,97 R$ 442.361,97 R$ 36.863,50
2020 R$ 10.275.781,58 R$ 275.781,58 R$ 22.981,80
2019 R$ 10.595.986,18 R$ 595.986,18 R$ 49.665,16
2018 R$ 10.642.135,95 R$ 642.135,95 R$ 53.511,33

Selic

Para os investimentos atrelados à Selic, como o Tesouro Selic, o resultado seria bem semelhante. Quem acompanha o rendimento de 100% do CDI geralmente tem um retorno muito próximo da Selic porque o os títulos públicos são usados como garantias para os empréstimos entre os bancos.

Isso significa que, na prática, os investimentos de Renda Fixa que rendem 100% do CDI indiretamente estão atrelados à Selic e, portanto, têm um desempenho muito semelhante a ela.

Ou seja, quando a Selic sobe, os rendimentos dos investimentos em CDI também tendem a subir e vice-versa. 

Observe a movimentação dessa taxa nos últimos anos:

Inflação

Outra importante aplicação que o investidor poderia fazer seria atrelar seu dinheiro à inflação como forma de não perder o poder de compra do seu patrimônio e garantir que o retorno real da sua carteira de investimentos seja positivo, como ocorre no Tesouro IPCA e no Tesouro RendA+.

Isso significa que, além de acompanhar o rendimento da Renda Fixa e da Bolsa, é preciso também considerar a inflação para avaliar se os investimentos estão, de fato, gerando ganhos reais.

Caso contrário, o investidor pode ter a ilusão de estar ganhando dinheiro, mas na verdade está apenas mantendo o valor real do seu patrimônio.

Veja o movimento da inflação nos últimos anos no Brasil:

Corrigindo seus R$ 10 milhões pelo IPCA, você deveria ter alcançado os seguintes retornos para, pelo menos, não perder poder compra:

Ano IPCA R$ 10 milhões corrigidos pela inflação
2022 5,79% R$ 10.579.000,00
2021 10,06% R$ 11.006.000,00
2020 4,52% R$ 10.452.000,00
2019 4,31% R$ 10.431.000,00
2018 3,75% R$ 10.375.000,00

Por isso, é essencial conhecer o cenário da inflação e dos juros para investir melhor. Aqui na Toro, nossos Analistas lhe ajudam entender o cenário econômico e tomar a decisão mais acertada. Confira um relatório especial que trata desse assunto:

Calculadora de Renda Fixa

O investidor que possui 10 milhões de reais pode utilizar a calculadora de Renda Fixa da Toro para simular diferentes rentabilidades em diversos investimentos, tais como Tesouro Direto, CDB, LCI/LCA, entre outros.

Com isso, é possível descobrir a melhor alocação do dinheiro conforme os objetivos e perfil de risco do investidor.

A calculadora permite comparar rentabilidades nominais e oferece uma visão ampla das diferentes alternativas de investimento disponíveis no mercado, facilitando a escolha dos produtos financeiros.

Quanto rende 10 milhões de reais na Bolsa de Valores?

A Bolsa de Valores pode ser uma ótima opção para quem possui 10 milhões de reais para investir. Neste tópico, discutiremos os possíveis rendimentos que esse investimento pode proporcionar ao longo do tempo e as estratégias para investir nesse mercado de forma inteligente e segura.

Ibovespa

Começando pela Bolsa brasileira, o investidor poderia criar uma carteira de ações diversificada ou investir de forma genérica no mercado por meio de um ETF do Ibovespa, como o BOVA11, por exemplo. 

Observe a movimentação do principal índice da nossa Bolsa nos últimos anos:

Como a Bolsa é mais rentável no longo prazo, podemos imaginar o quanto você ganharia se usasse os R$ 10 milhões para adquirir cotas do BOVA11:

Começando a investir em: Cotas de BOVA11 que
R$ 10 mi comprariam
Retorno até janeiro 31/12/2022
2022 98.531 cotas R$ 10.439.452,16
2021 86.505 cotas R$ 9.165.224,91
2020 88.928 cotas R$ 9.421.965,32
2019 118.203 cotas R$ 12.523.640,66
2018 135.135 cotas R$ 14.317.567,57
2017 172.443 cotas R$ 18.270.391,45
2016 243.902 cotas R$ 25.841.463,41
2015 207.770 cotas R$ 22.013.297,31

 

S&P 500

Podemos realizar o mesmo exercício para um investimento seguindo o S&P 500, o principal índice da Bolsa dos EUA.

Observe sua variação comparada com as cotas do IVVB11, o ETF que replica o desempenho das 500 principais companhias listadas por lá:

O mesmo raciocínio pode ser aplicado. No longo prazo, a Bolsa de Valores tenderia a fazer os seus R$ 10 milhões se multiplicarem muito, quanto antes você começasse a investir. Observe:

Começando a investir em: Cotas de IVVB11 que R$ 10 mi comprariam Retorno até janeiro 31/12/2022
2022 34.188 cotas R$ 7.692.307,69
2021 47.609 cotas R$ 10.712.245,28
2020 71.679 cotas R$ 16.127.876,14
2019 97.380 cotas R$ 21.910.604,73
2018 106.382 cotas R$ 23.936.170,21
2017 130.872 cotas R$ 29.446.407,54
2016 120.293 cotas R$ 27.066.041,14
2015 180.538 cotas R$ 40.621.050,73

Quem diversificasse os R$ 10 milhões em cotas do IVVB11 na abertura do mercado em 2015 teria mais de R$ 40 milhões ao final de 2022. 

Viu só como você pode ganhar muito mais na Renda Variável com investimentos diversificados? 

Claro que é importante lembrar que os resultados do passado não são garantia de que o mesmo vai acontecer no futuro e os ativos citados nesse artigo constituem recomendação de compra nem necessariamente expressam a opinião dos Analistas da Toro.

Dividendos de FIIs ou BDRs

Por fim, você também poderia alocar os R$ 10 milhões para trabalharem para você. Investir os 10 milhões focando em renda passiva significa buscar investimentos que gerem rendimentos regulares e previsíveis, como os dividendos de ações e Fundos Imobiliários (FIIs). 

Para descobrir quanto você ganharia, basta utilizar o conceito do dividend yield, um indicador que mostra a relação entre o valor do dividendo pago por uma empresa ou FII e o preço de sua ação ou cota. Ele é expresso em percentual e ajuda a avaliar a rentabilidade dos investimentos em termos de renda passiva.

Dividendos

Investidores podem selecionar ações e FIIs bem gerenciados, com histórico de distribuição de dividendos e um bom dividend yield, garantindo uma fonte de renda estável no longo prazo.

Por exemplo: uma carteira de R$ 10 milhões FIIs que gerasse dividend yield de 0,7% ao mês renderia R$ 70 mil mensais apenas em proventos.

E isso fica melhor ainda, pois os dividendos pagos pelas empresas e os rendimentos de Fundos Imobiliários são isentos de Imposto de Renda.

Como diversificar R$ 10 milhões em investimentos?

Além dos investimentos citados, outras alternativas poderiam ser buscadas pelo investidor a fim de diversificar a sua carteira e proteger o seu patrimônio. Afinal, nunca é recomendado colocar todos os ovos na mesma cesta, correto?

Outras classes de investimentos que poderiam ser exploradas são:

  • Câmbio: Fundos cambiais, investimento em moedas e derivativos.
  • Fundos de Investimentos: contar com gestores profissionais para alocar seu patrimônio nas melhores oportunidades.
  • Investimentos no exterior: aplicações como Fundos Internacionais, ETFs e BDRs.

Para investir 10 milhões de reais de forma inteligente, é fundamental contar com a ajuda de um Assessor de Investimentos qualificado.

Na Toro Investimentos, o investidor que possui patrimônio acima de R$ 100 mil investidos tem acesso a um Assessor Exclusivo que pode ajudá-lo a alocar os recursos de forma diversificada e eficiente, de acordo com o seu perfil  e objetivos.

 

 

Com a ajuda de um Assessor, é ainda possível ter acesso a informações e análises mais aprofundadas, além de um atendimento personalizado que pode fazer toda a diferença para quem deseja investir com segurança e rentabilidade e ganhar mais dinheiro no longo prazo.

Deixe um comentário

Gostou do artigo? Deixe um comentário sobre o que achou do conteúdo!