Cadastre-se grátis

Alaska Black FIA: saiba tudo sobre esse Fundo de Ações

Já pensou em investir em Fundos de Ações? Com o apoio de um gestor profissional, você pode obter bons rendimentos em Renda Variável, potencializando seus lucros e diversificando a sua carteira.

Aliás, se você tem interesse em expandir seus horizontes e aplicar seu dinheiro em Fundos de Investimentos, o Alaska Black Institucional FIA pode ser uma alternativa interessante.

O objetivo desse Fundo é alocar seu patrimônio em ações de empresas brasileiras selecionadas através de uma abordagem fundamentalista, que apresentem alto potencial de ganho no longo prazo.

Portanto, neste artigo vamos mostrar tudo o que você precisa saber sobre esse Fundo de Ações e como ele pode ajudar a impulsionar seus investimentos. Vamos entender como o Fundo Alaska Black funciona, suas características, performance histórica, entre outras informações. Acompanhe! 

O que é o Alaska Black Institucional FIA?

O Alaska Black Institucional FIA é um Fundo de Investimentos em Ações Long-Only, destinado aos investidores em geral e investidores institucionais, incluindo Fundos de Investimento, entidades fechadas de previdência complementar (EFPC) e regimes próprios de previdência social (RPPS).

Como é um Fundo de Ações, deve investir ao menos 67% da carteira em ativos como ações, bônus ou recibos de subscrição, cotas de outros Fundos ou ETFs. 

Para atingir esse objetivo, a gestão do Alaska Black se baseia na valorização do seu patrimônio através da alocação em ações de empresas selecionadas por uma abordagem fundamentalista, que apresentem potencial de ganho no longo prazo.

A gestão do Alaska Black faz uma análise qualitativa (como do negócio, das pessoas envolvidas no management e controle) e quantitativa (como previsibilidade, barreiras de entrada, retorno sobre o capital) para chegar nas empresas que apresentam os maiores prêmios.

Dessa forma, o foco principal é na avaliação das companhias, por meio de uma análise bottom up minuciosa, em busca das melhores oportunidades de investimentos.

Em resumo, o Fundo tem como estratégia alocar o capital em empresas selecionadas através de Análise Fundamentalista e modelos proprietários. São escolhidas aquelas com potencial de valorização a médio e longo prazos, ajustado pelo risco incorrido.

 

 

Compensa investir em Fundos de Ações?

Investir em um Fundos de Ações oferece diversas vantagens. Em primeiro lugar, esses Fundos proporcionam diversificação ao permitir que os investidores tenham participação em várias empresas, reduzindo o risco em comparação com investir em ações individuais.

Além disso, os Fundos são gerenciados por profissionais especializados, o que facilita a gestão das ações e pode trazer resultados melhores.

Mesmo para investidores com recursos limitados ou pouco conhecimento sobre Renda Variável, os Fundos de ações fornecem uma maneira acessível de participar e se beneficiar desse mercado.

Outra vantagem é a liquidez, que permite aos investidores resgatar suas participações e ter acesso ao dinheiro investido conforme necessário.

No entanto, é essencial lembrar que todos os investimentos têm riscos, e é importante pesquisar, definir metas financeiras e considerar a tolerância ao risco antes de escolher um Fundo específico. 

Como funciona a estratégia do Fundo Alaska Black?

O Alaska Black Institucional FIA é um Fundo do tipo aberto, long only (estratégia somente comprada), com prazo indeterminado de duração e tem como público-alvo os investidores em geral e investidores institucionais.

Como citamos anteriormente, o objetivo principal do Alaska Black é proporcionar ganhos de capital aos seus cotistas a médio e longo prazo, por meio do investimento no mercado acionário brasileiro e também no exterior.

O Fundo não busca uma alta correlação com nenhum índice de ações específico, permitindo assim maior flexibilidade em suas estratégias.

Sem contar que o Alaska Black oferece a possibilidade de investir em ações de baixa liquidez e em índices de ações, ampliando as oportunidades de diversificação da carteira e identificando oportunidades de investimento com base no potencial de valorização dos ativos.

Dessa forma, além de operar apenas na ponta comprada, ele também costuma focar em algumas empresas de menor capitalização. Por sua vez, estas tendem a apresentar valorizações mais fortes com o movimento ascendente da Bolsa.

A Análise Fundamentalista desempenha um papel de grande importância na identificação de distorções significativas entre o preço de negociação e o valor intrínseco dos ativos no Alaska Black FIA.

O que preciso saber antes de investir no Alaska Black?

Antes de começar a investir, é importante conhecer algumas informações gerais a respeito do Fundo. Veja as principais a seguir: 

  • CNPJ: 26.673.556/0001-32
  • Risco: alto (recomendados a investidores arrojados)
  • Administrador: BTG Pactual
  • Gestor: Alaska Investimentos
  • Patrimônio líquido médio: R$ 1.182.650.216,21
  • Aplicação mínima: R$ 1.000,00
  • Movimentação mínima: R$ 500,00
  • Taxa de performance: 20%
  • Taxa de administração: 2% ao ano com Cashback na Toro
  • Tributação: taxa de 15%, que incide sobre o lucro obtido no resgate
  • Prazo de resgate: D+32


⚠️Lembrando que todo Fundo de Investimento também está sujeito aos riscos de crédito (inadimplência dos emissores), de mercado (oscilações de preços dos ativos) e de concentração (exposição significativa em um ou poucos ativos). 

Além disso, os Fundos de Ações também estão expostos a riscos do mercado externo, de precificação dos ativos financeiros e regulatórios. Então, o importante é fazer uma boa diversificação da sua carteira para conseguir minimizá-los. 

Entenda mais sobre a segurança ao investir em Fundos no vídeo a seguir:

 

 


Vale a pena investir no Alaska Black Institucional FIA?

Até aqui, você viu as principais características do Fundo Alaska Black. Mas será que vale a pena aplicar nele?

Historicamente, o Fundo tem obtido bons resultados para os seus cotistas, na maioria das vezes com mais meses positivos (47) do que negativos (31) e, no longo prazo, superando até mesmo o Ibovespa. Confira na tabela a seguir:

Ano Rentabilidade anual
2017 Fundo +51,44%
Ibovespa +10,64%
2018 Fundo +32,37%
Ibovespa +15,03%
2019 Fundo +31,12%
Ibovespa +31,58%
2020 Fundo -4,50%
Ibovespa +2,92%
2021 Fundo +4,41%
Ibovespa -11,93%
2022 Fundo +4,31%
Ibovespa +4,69%

Fonte: Lâmina do Alaska Black FIA

No acumulado de 2017 a 2022, o Fundo retornou +173,41% aos cotistas contra +58,92% do Ibovespa, de acordo com a lâmina da gestão.

Outro lembrete importante: rentabilidade passada não garante que o mesmo vai acontecer no futuro e investimentos em Renda Variável, mesmo por meio de Fundos, são mais arriscados do que as aplicações tradicionais.

Logo, avalie junto ao seu Assessor de Investimentos se essa estratégia é coerente com o seu perfil de risco e com os seus objetivos financeiros. 

Como investir no Alaska Black FIA?

Para investir no Fundo Alaska Black, o procedimento é simples: 

  1. Abertura de conta: faça o seu cadastro na Toro de forma 100% gratuita. Preencha as informações solicitadas, incluindo dados pessoais e documentos necessários.
  2. Depósito de recursos: após a aprovação da sua conta, faça um depósito de recursos para investir. A Toro possui várias opções de transferência bancária, incluindo Pix.
  3. Busca pelo Fundo: Na área de “Fundos” da plataforma, utilize a barra de busca ou os filtros disponíveis para localizar o Alaska Black.

alaska-black-fia1

4. Configure o investimento: clique sobre o Fundo para ver mais detalhes e, em seguida, pressione o botão “Invista agora”.

alaska-black2

5. Confirme o investimento: selecione o valor que deseja investir, confira as informações da ordem de compra e confirme clicando em “Continuar”.

alaska-black3

Se tiver qualquer dúvida, acione o seu Assessor de Investimentos aqui na Toro. Ele vai te ajudar não somente nesta aplicação, mas também na montagem de um portfólio realmente vencedor para os seus objetivos. 

Deixe um comentário

Gostou do artigo? Deixe um comentário sobre o que achou do conteúdo!