Cadastre-se grátis

Carteira de investimentos recomendada: o que é e como ter de graça?

Quando você começa a investir, algo frequentemente mencionado é a importância de montar uma “carteira de investimentos”. Termos como carteira de investimentos recomendada, carteira diversificada e perfil de investidor aparecem nesse momento e podem trazer muitas dúvidas.

Por isso, vamos explicar o que é uma carteira de investimentos, como montar a sua e como você pode alcançar uma boa rentabilidade com a carteira recomendada de uma corretora de valores.

Vamos lá?

O que é uma carteira de investimentos?

Uma carteira de investimentos é o agrupamento de todos os investimentos que você possui. É como se fosse uma cesta, onde você deposita os produtos que você comprou.

Só que os produtos são investimentos, e com uma boa carteira você tem mais chances de ter ótimos resultados e suavizar os riscos.

Inclusive, esse é um dos apelidos da carteira de investimentos, também chamada de cesta ou portfólio de investimentos. Entenda um pouco mais sobre isso no vídeo abaixo:

O objetivo da carteira de investimentos é fazer com que seu patrimônio se valorize ao passar do tempo. Por isso, é importante saber como compor uma carteira de forma diversificada, rentável e segundo o seu perfil de investidor.

Com uma carteira diversificada, seu conjunto de investimentos pode ser combinado de maneira que, mesmo que um investimento não tenha um bom resultado, algum outro possa cobri-lo, ajudando a proteger seu patrimônio.

Assim, essa carteira pode ser composta de:

Mas é importante levar em consideração o seu perfil, pois é ele que determinará o risco que você está disposto a assumir por uma boa rentabilidade. Isso faz toda a diferença nos ativos que serão escolhidos.

O que é uma carteira de investimentos recomendada?

Embora possa parecer a mesma coisa, a carteira recomendada é um pouco diferente da carteira de investimentos. Isso porque elas são a recomendação de um conjunto de investimentos, feito por corretoras e empresas de análise.

O objetivo das carteiras recomendadas é indicar quais investimentos tendem a ter um melhor desempenho em determinado prazo ou cenário (político, econômico etc).

Para o investidor, essa pode ser a solução para dúvidas muito comuns, como:

  • Onde investir?
  • Quando comprar?
  • Quando vender cada investimento?

E mais do que isso, elas ajudam a entender melhor o mercado e os investimentos que estão sendo recomendados.

Logo, as carteiras recomendadas são normalmente acompanhadas de relatórios e explicações sobre as razões que tornam aqueles investimentos as melhores alternativas do momento.

As recomendações mais comuns são as carteiras mensais de ações, onde várias corretoras e instituições recomendam papéis com boas perspectivas para um mês inteiro.

A ideia é que o investimento seja feito no início do mês e encerrado apenas ao final. Entretanto, as ações continuam sendo monitoradas e, caso ocorra alguma mudança no cenário ou na análise, podem ser recomendadas a substituição de determinada ação, a venda ou alguma alteração de posição.

Existem também carteiras recomendadas de dividendos, de títulos de Renda Fixa e carteiras voltadas para um tipo de ação específica, como é o caso das carteiras de Small Caps, que são formadas por ações de menor liquidez da Bolsa de Valores.

Falando em dividendos, confira abaixo um tutorial de como você pode investir nas melhores pagadoras de proventos do mercado:

Como montar uma carteira de investimentos?

A primeira coisa que você precisa saber para montar uma carteira de investimentos é sobre diversificação. Um ditado importante no mercado, especialmente para novos investidores é: “não coloque todos os ovos na mesma cesta”.

Quando você investe todo seu dinheiro em apenas uma ação, se ela se desvalorizar, todo o seu dinheiro estará comprometido. Mas se você investe em 5 ou 6 ações diferentes, se uma delas apresentar queda, esse prejuízo pode não afetar tanto o seu resultado geral.

É por isso que dizemos que montar uma carteira de investimentos diversificada é mais seguro para o seu dinheiro.

Mas para montar uma carteira de investimentos corretamente, você também precisa levar em consideração alguns fatores, como:

  • O seu perfil de investidor.
  • Seus objetivos e em quanto tempo pretende alcançá-los.
  • Qual estratégia de investimento será adotada.

1. Descubra seu perfil de investidor

O seu perfil de investidor é um ponto de partida crucial antes de fazer qualquer investimento. Ele está ligado a quanto risco você pretende assumir por uma boa rentabilidade.

Por isso, é importante saber quais são os seus objetivos, em quanto tempo você deseja realizá-los, e qual o risco você está disposto a enfrentar para alcançá-lo.

Existem 3 perfis de investidor principais:

  • Investidor conservador: normalmente busca o mínimo de risco e o máximo de segurança e previsibilidade dos seus investimentos.
  • Investidor moderado: está disposto a riscos moderados, desde que acreditem em uma boa valorização em um médio e longo prazo.
  • Investidor arrojado: normalmente buscam retornos maiores no curto prazo e, para isso, estão mais confortáveis em lidar com os riscos.

2. Defina prazos e objetivos

Os objetivos e prazos da sua aplicação são outros 2 fatores muito importantes. Qual o retorno que você busca neste investimento? E em quanto tempo?

Sem levar isso em consideração, você pode acabar estabelecendo uma estratégia que não irá atender às suas expectativas.

Se o seu objetivo é um retorno expressivo para trocar de carro no próximo ano, por exemplo, investir em títulos de Renda Fixa podem não ser a melhor escolha, pois normalmente possuem uma rentabilidade mais lenta.

Sendo assim, você pode precisar tomar um pouco mais de risco e planejar uma estratégia de retorno mais rápido.

As definições mais comuns para o prazo do seu investimento são:

  • Curto prazo: investimentos com duração de dias ou semanas.
  • Médio prazo: investimentos com duração até 1 ano.
  • Longo prazo: investimentos com duração de, no mínimo, 1 ano.

3. Defina sua estratégia de investimento

Finalmente, conhecendo seu perfil de investidor, objetivos e o prazo que deseja alcançá-lo, fica mais fácil definir qual a estratégia ideal para o seu investimento e, por fim, montar uma carteira.

Você pode combinar títulos de Renda Fixa, investimentos em ações, Fundos, entre outros ativos. O importante é respeitar seu perfil de investidor e seguir uma estratégia que te direcione ao seu objetivo.

Para isso, contar com a ajuda de profissionais do mercado faz toda a diferença. Pode parecer simples descobrir o seu perfil de investidor e combiná-lo com a estratégia, mas esse é um ponto extremamente importante e merece muito cuidado.

Aqui na Toro, você pode descobrir o seu perfil de investidor e contar com o nosso time de especialistas do mercado para te ajudar a construir uma carteira diversificada e alinhada aos seus objetivos.

Como ter a melhor carteira de investimentos recomendada?

Como você viu, as carteiras recomendadas podem ajudar muito na hora de montar uma carteira de investimentos vencedora, com boa rentabilidade e, ao mesmo tempo, que aumente a segurança do seu investimento.

E você pode ter uma carteira de investimentos vencedora construída por um time de especialistas gratuitamente. Veja como é fácil ter a sua agora mesmo:

Quais são as carteiras recomendadas da Toro?

Por fim, se você procura as melhores alternativas para diversificar seu patrimônio reais na Renda Variável, você também pode contar com as carteiras recomendadas da Toro.

Nessas carteiras, nossos Analistas estudam e selecionam os melhores ativos de acordo com o objetivo ou característica do portfólio.

Confira quais são as principais carteiras de ações recomendadas da Toro:

1. Relatório de Alocação

O Relatório de Alocação foi criado pelo nosso time de Analistas de Investimentos certificados da Toro com o objetivo de ajudar cada vez mais pessoas a investir nas melhores oportunidades do mercado, na hora certa.

Nele, você verá o contexto atual do mercado e quais as recomendações de ativos para investir neste momento de acordo com cada um dos perfis de investidores, desde conservadores até arrojados.

Conte com nossa equipe de especialistas para te ajudar a construir uma carteira de  investimentos e conquistar seus maiores objetivos financeiros do jeito mais fácil e seguro. Veja agora onde investir:

2. Carteira de dividendos

Já para quem deseja investir com o foco em receber renda passiva, nossos experts também estudaram e selecionaram 10 ativos para você receber dividendos das empresas que melhor remuneram seus acionistas.

As indicações também são para uma posição comprada de longo prazo, visando o recebimento de proventos acima da média do mercado.

Além disso, as recomendações englobam empresas de diferentes setores, garantindo a correta e mais segura diversificação. Acesse o link abaixo e conheça os ativos selecionados:

3. Carteira de Fundos Imobiliários

Também focando no recebimento de grandes proventos, a carteira de Fundos Imobiliários recomendados da Toro não pode faltar na sua alocação de Renda Variável.

São mais de 10 FIIs selecionados que historicamente rendem acima do CDI e do IFIX.

A diversificação também foi pensada nessa seleção, incluindo Fundos de tijolo, Fundos de papel e Fundos de Fundos Imobiliários que estão entre os mais baratos e rentáveis da Bolsa.

Investindo R$100 mil ou mais, é possível ganhar um “salário extra” da Bolsa isento de Imposto de Renda. Veja os ativos indicados:

4. Carteira de BDRs

Para aumentar a sua diversificação, o que naturalmente reduz o risco geral do portfólio, também recomendamos a alocação internacional por meio dos melhores BDRs, que são recibos de ações de empresas estrangeiras negociados no Brasil.

Nossos Analistas estudaram as melhores oportunidades no exterior e montaram uma carteira de BDRs recomendados para ganhar mais com empresas que geram receitas e lucros em dólar.

No relatório, você também vai encontrar a tese por trás de cada recomendação e os potenciais ganhos com esse tipo de ativos, que também pagam dividendos.

5. Carteira de Renda Fixa

Para quem almeja a tranquilidade da Renda Fixa e ganhar mais com a Selic em alta, nossos experts também selecionaram a melhor alternativa de alocação para o seu patrimônio.

Com essas recomendações, você terá mais segurança na hora de decidir sobre os tipos de investimentos, taxas e prazos.

Lembrando que a Renda Fixa é a forma mais segura de ganhar dinheiro com o mercado financeiro, mas é preciso comprar os títulos certos no momento mais apropriado.

Pensando nisso, confira o que nossos Analistas prepararam para você:

6. Carteira de Renda Fixa Corporativa (crédito privado)

Também na Renda Fixa, os especialistas da Toro prepararam gratuitamente para você uma carteira de crédito privado, também chamada de Renda Fixa “Corporativa”.

Esse tipo de alocação inclui ativos como debêntures, CRIs e CRAs.

Com as sugestões da Toro, é possível aproveitar a alta taxa de juros para lucrar financiando projetos dos maiores setores do país e investindo em títulos que pagam taxas maiores que os CDBs tradicionais, além de serem isentos de Imposto de Renda.

Confira a carteira recomendada agora mesmo:

7. Carteira de proteção contra a inflação

Sabemos que a inflação tem o poder de corroer parte dos ganhos dos investidores a longo prazo no mercado financeiro, especialmente nos períodos em que está mais elevada.

Pensando nisso, nossos Analistas de Investimentos selecionaram os melhores ativos, entre ações, Fundos e títulos de Renda Fixa que podem lhe oferecer proteção contra a perda de poder de compra do dinheiro e obter ganhos reais.

Descubra quais são os ativos selecionados no link a seguir:

Em quais ativos devo investir este ano?

Quer saber em quais ativos investir neste ano? Então confira um conteúdo especial que nosso time de Analistas preparou para você com as recomendações de BDRs, ações, Fundos de Investimentos, Renda Fixa e outros ativos para investir nos próximos 365 dias em diante.

Desse modo, com a ajuda dos nossos experts, você pode investir nos melhores ativos do mercado, contar com análises aprofundadas e fazer tudo com corretagem zero. Se você ainda não tem conta na Toro, aproveite e faça o seu cadastro agora mesmo.

Deixe um comentário

Gostou do artigo? Deixe um comentário sobre o que achou do conteúdo!