Cadastre-se grátis

Metas financeiras pessoais: 30 exemplos e como definir para 2024

As metas financeiras pessoais são objetivos definidos por um indivíduo ou família para alcançar uma situação financeira desejada. Elas servem como um guia para as decisões sobre o dinheiro, ajudando a manter o foco e a disciplina, bem como permitir que o indivíduo avalie o progresso em relação aos seus objetivos. 


Saber onde quer chegar é o primeiro passo para o sucesso. Independentemente se você possui metas financeiras de curto ou longo prazo, tê-las bem definidas, calculadas e acompanhadas será fundamental para alcançá-las.

Um estudo recente mostrou que os 10 objetivos mais pedidos aos consultores financeiros envolvem a compra de um bem, fazer viagens, investir para a liberdade financeira ou mudar de vida.

Neste artigo, você vai descobrir quais são os principais exemplos de metas financeiras que pode pensar para os próximos anos, como definir metas, assim como calculá-las e saber onde investir para chegar aos seus sonhos mais rápido. Vamos lá?

O que são metas financeiras pessoais?

Como veremos no decorrer do artigo, a maior parte dos sonhos e desejos que almejamos envolvem a necessidade de algum recurso financeiro.

Assim sendo, as metas financeiras são os objetivos e estratégias que você definirá para o seu dinheiro a fim chegar a uma conquista após um período planejado.

Logo, os objetivos financeiros vão envolver algum bem material, conquista ou de status de vida que dependem de dinheiro. As metas financeiras vão nos dizer qual o nível de acumulação de patrimônio alcançar para realizar tais objetivos.

Do ponto de vista da psicologia financeira, as metas também serão importantes para firmar compromissos que você faz consigo mesmo para “formalizar” a sua busca e realização.

Por exemplo, você pode querer comprar um carro. Logo, esse é o objetivo. Mas, para isso, precisa estabelecer uma meta financeira (valor e como pagar) para, ou comprar à vista, ou juntar o dinheiro para dar uma entrada e financiar o restante.

Exemplos de metas e objetivos financeiros

Quando chega o final de ano, é comum que as pessoas conversem com seus consultores ou Assessores de Investimentos sobre quais serão as conquistas que almejam para os próximos anos.

Esses especialistas certamente vão perguntar o que o investidor pretende comprar ou fazer em períodos curtos e longos.

Isso será fundamental para saber onde investir o dinheiro e a que tipo de risco se expor no mercado.

Assim sendo, quando planejar o seu futuro, pense em objetivos conquistáveis de curto prazo (até 2 anos), de médio prazo (de 2 a 5 anos) e de longo prazo (acima de 5 anos).

Eis alguns dos principais exemplos de metas financeiras:

  • Metas de curto e médio prazo (de 0 a 5 anos):
    1. Fazer um planejamento financeiro.
    2. Montar uma reserva de emergência.
    3. Aprender sobre investimentos.
    4. Investir todos os meses.
    5. Ser promovido ou mudar de emprego.
    6. Ter uma renda extra.
    7. Gastar menos e não comprar por impulso.
    8. Quitar as dívidas.
    9. Melhorar o score de crédito.
    10. Ter dinheiro para casar.
    11. Sair da casa dos pais.
    12. Fazer viagens de turismo ou intercâmbio.
    13. Aumentar nível de escolaridade (graduação, pós, mestrado, etc).
    14. Fazer uma cirurgia/procedimento estético.
    15. Promover uma festa de 15 anos para a filha.
  • Metas de longo prazo (acima de 5 anos):
    16. Construir e manter uma carteira de investimentos.
    17. Diversificar seu patrimônio.
    18. Alcançar a independência financeira.
    19. Viver de renda passiva na aposentadoria.
    20. Ter filhos e construir família.
    21. Comprar carros ou motos.
    22. Financiar casa ou apartamento.
    23. Comprar um terreno e construir.
    24. Adquirir sítios, casas na praia ou casas de férias.
    25. Reformar ou ampliar a casa.
    26. Bancar a faculdade dos filhos.
    27. Deixar uma herança para familiares.
    28. Morar no exterior.
    29. Abrir um negócio próprio ou franquia.
    30. Investir em outros projetos pessoais.

São boas ideias para pensar, não é mesmo? Contudo, lembre-se de que as metas de curto e de longo prazo estão ligadas de alguma forma e cada uma delas vai requerer uma abordagem diferente.

Como definir metas financeiras?

Uma vez que você chegou a uma noção de quais são seus alvos para os próximos anos, é essencial inclui-los no seu planejamento financeiro e discuti-los com seu Assessor de Investimentos.

Para ter mais facilidade em definir e formalizar quais serão elas, você pode utilizar a metodologia de metas SMART. Segundo a literatura, uma meta é SMART (inteligente) quando ela é:

  • S: Specific (específica).
  • M: Measurable (mensurável).
  • A: Achievable (atingível).
  • R: Relevant (relevante).
  • T: Time bound (temporal).

Portanto, quando pensar na definição de uma meta financeira, pondere se você tem como medi-la e acompanhá-la, segundo esses aspectos.

A ideia aqui é não cair na ilusão de criar objetivos que sejam irrealistas e não atingíveis, dada as características da sua vida, da sua profissão e da sua renda.

Como calcular metas financeiras?

A partir da metodologia SMART, você consegue saber o que é uma meta alcançável na sua realidade.

Daí, é hora de por na ponta do lápis quanto dinheiro você precisa para chegar lá e qual o prazo necessário. Assim sendo, para calcular uma meta financeira, passe pelos seguintes pontos:

  • Objetivo: a meta que se pretende alcançar.
  • Custo estimado e máximo: quanto custa hoje e o valor máximo que estaria disposto a pagar, dadas as suas condições e renda.
  • Entrada ou valor inicial: quanto dinheiro você tem para começar.
  • Prazo para alcançar: estimar um período realista para a meta.
  • Quanto economizar/investir por mês: definir qual a sua capacidade de investir nessa meta todos os meses.
  • Taxa de juros estimada: calcular o valor final com uma taxa de juros estimada e o tempo para fazer o dinheiro render. Use a fórmula:

    Valor final = aporte × [(1+i)n –1] ÷ i

    onde:
    aporte: valor do aporte mensal
    n: número de meses
    i: rentabilidade mensal (1% = 0,01, por exemplo)

    É importante, sobretudo em prazos mais longos, considerar o impacto da inflação na escolha de uma taxa de juros adequada.

  • Risco e prazo do investimento: escolha um investimento adequado considerando a taxa de juros, seu nível de risco e o prazo de resgate. Lembre-se que taxas maiores podem realizar seus sonhos mais rápido, mas também são muito mais arriscadas.

Para descobrir qual será o seu patrimônio no futuro, apresentamos a você a calculadora de juros compostos da Mobills, uma ferramenta poderosa que permite visualizar o crescimento do seu investimento ao longo do tempo.

No simulador, insira o valor inicial do investimento, a taxa de juros e o período desejado, e deixe que a calculadora faça o restante. Descubra como pequenas quantias podem se transformar em grandes fortunas ao longo dos anos:

Como investir para realizar suas metas financeiras?

A partir daí, para atingir os seus objetivos, é importante que você mantenha o foco, não se endivide descontroladamente, mantenha o orçamento organizado, economize e invista todos os meses com a ajuda de um Assessor de Investimentos Exclusivo.

Por falar em investir, saber como e onde aplicar será essencial para atingir a meta financeira mais rápido, não perder dinheiro e não desperdiçar boas oportunidades no mercado.

Dessa maneira, seus investimentos devem casar com suas metas financeiras em termos de prazo, risco e rentabilidade.

Quanto menor o prazo da meta, menor deve ser o risco do investimento. Afinal, você não gostaria de ver o dinheiro de uma viagem que fará no ano que vem desabar em um mal momento da Bolsa, não é mesmo?

Em prazos mais dilatados, pode-se correr um pouco mais de risco, desde que isso também seja condizente com o seu perfil, maturidade e patrimônio acumulado nos investimentos.

Quais são os melhores investimentos para suas metas financeiras?

Quer saber em quais ativos financeiros investir neste ano? Então confira, no link abaixo, um conteúdo especial que nosso time de Analistas preparou para você com as recomendações de ações, BDRs, Fundos de Investimentos, FIIs, Renda Fixa e outras oportunidades para investir nos próximos 365 dias.

Assim, com a ajuda dos nossos experts, você pode investir nos produtos mais rentáveis do mercado, contar com análises aprofundadas e fazer tudo com corretagem zero. Se você ainda não tem conta na Toro, aproveite e faça o seu cadastro gratuito agora mesmo.

Deixe um comentário

Gostou do artigo? Deixe um comentário sobre o que achou do conteúdo!