Aprenda tudo sobre a Bolsa de Valores com a série da Toro: Como começar a investir na Bolsa

Quando o assunto é dinheiro, a segurança é a prioridade de inúmeras pessoas. Afinal, ninguém em sã consciência gosta de perder dinheiro, concorda? Por isso, muitos deixam de aproveitar ótimas oportunidades com medo de ter prejuízos e acabar perdendo tudo.

Se você também tem um pé atrás ou quer aprender como investir dinheiro com segurança, nós podemos te ajudar. Você verá a seguir como isso é possível no sexto artigo da série: Com começar a investir na Bolsa. E ainda vai descobrir quais opções podem fazer seu dinheiro render sem ter que abrir mão da segurança por completo.

Como investir dinheiro?

Antes de aprender como investir dinheiro com segurança, você precisa saber como investir dinheiro de forma eficiente, certo? Veja agora algumas opções disponíveis no mercado que podem te ajudar a ir além da Poupança e alcançar seus maiores sonhos.

Tesouro Direto (TD)

Uma das primeiras opções de quem deseja fugir do baixo rendimento da Poupança é o Tesouro Direto. Esse programa foi criado através de uma parceria entre o Tesouro Nacional e a Bolsa de Valores do Brasil, para permitir a compra pela internet de títulos públicos federais por pessoas físicas.

Ele é uma boa ideia para quem está começando a investir e não tem muito dinheiro no bolso, já que é bem fácil de usar e exige valores bem baixos.

Tudo é feito pela internet: você só precisa ter uma conta em uma corretora cadastrada no Tesouro e escolher qual título mais te interessa.

Como dissemos, esse investimento não demanda muito dinheiro, pois a partir de R$30 é possível começar a investir no Tesouro Direto. Além de tudo, já que o assunto é segurança do seu dinheiro, ele é muito seguro porque é garantido pelo próprio governo federal.

Certificado de Depósito Bancário (CDB)

Talvez o gerente do seu banco já tenha te oferecido algum CDB. Isso porque esse título de renda fixa é emitido por bancos. Digamos que ele é uma espécie de empréstimo que você faz, só que ao contrário do que normalmente acontece: é você quem empresta dinheiro para o banco.

Ao fim do prazo combinado, você receberá seu dinheiro de volta, mais os juros que ele rendeu durante esse tempo.

O mais interessante é que você não precisa se preocupar com a segurança do seu dinheiro já que todo CDB conta com a garantia do Fundo Garantidor de Créditos (FGC).

Se ainda não conhece essa instituição, sem problemas. No próximo bloco, vamos falar mais sobre ela, ok?

Letras de Crédito (LC)

As Letras de Crédito Imobiliário ou do Agronegócio (LCI e LCA) são muito buscadas pelos investidores brasileiros que buscam aliar segurança e boa rentabilidade. E a boa notícia: esses tipos de investimento também contam com a garantia do FGC.

Além disso, outros dois pontos que favorecem a popularidade dessas modalidades são:

  1. incentivo a campos importantes da nossa economia, já que o dinheiro dos investidores
  2. isenção de Imposto de Renda para pessoas físicas.

Bolsa de Valores

Pensou que a Bolsa não entraria na conversa sobre segurança? Nada disso. Investir na Bolsa de Valores também pode ser bem menos arriscado do que você imagina. É claro que esse investimento está ligado à renda variável, então oferece mais riscos do que as opções de renda fixa que citamos aqui em cima.

Mas esse não deve ser o motivo que
vai te fazer desistir de negociar
ações e outros ativos na Bolsa.

Afinal, como acabamos de dizer, existem formas de suavizar os riscos e aproveitar o enorme potencial de ganho que esse mercado oferece.

Uma dica fundamental para saber como investir dinheiro com segurança na Bolsa de Valores é manter uma rotina de aprendizado constante. E para isso você pode contar com a Toro. Nosso equipe de especialistas criou cursos interativos em vídeo, que você pode assistir gratuitamente e sem sair de casa.

Aprenda a investir com quem realmente entende do assunto
Veja cursos gratuitos

Como investir dinheiro com segurança?

Já que a ideia aqui é falar de segurança na hora de investir, não há como deixar de mencionar algumas das instituições que atuam diretamente na organização e fiscalização do mercado financeiro no Brasil.

A segurança do Banco Central

Um dos primeiros que vêm logo à mente quando o assunto é dinheiro e segurança é o Banco Central do Brasil. Ele é uma autarquia autônoma, isto é, uma entidade que exerce suas funções com autonomia, sem ter que ficar subordinado a outro órgão público.

O Bacen, como também é chamado, tem a responsabilidade de garantir a estabilidade econômica do país e também a regulação do sistema financeiro, entre outras funções.

Toda instituição financeira deve ter uma autorização do Banco Central do país para funcionar e também ser fiscalizada por ele.

Sabe a sua conta corrente no banco? Ela também está sob responsabilidade do Bacen, já que ele está sempre de olho para manter a sua relação com o banco sempre justa e equilibrada, assegurando seus direitos como cidadão.

E se você resolver investir, saiba que este órgão tão importante também estará presente, já que corretoras de valores e outras instituições financeiras especializadas em investimento precisam ser autorizadas e fiscalizadas pelo Banco Central.

Portanto, se encontrar alguma empresa que promete investimentos milagrosos e ainda por cima não é autorizada pelo Banco Central, pode desconfiar na hora.

A segurança do Fundo Garantidor de Créditos

Segurança dos investimentos também tem tudo a ver com o Fundo Garantidor de Créditos (FGC). Afinal, essa instituição pode ressarcir investidores prejudicados por um banco ou outra instituição financeira que declarou falência, por exemplo.

Não é à toa que o Fundo é uma entidade brasileira bastante conhecida por quem já investe, especialmente na renda fixa. Essa instituição não tem fins lucrativos, é de caráter privado e atuação independente.

Mas não vá pensando que todo
mundo está segurado pelo FGC.

Para contar com a garantia que ele oferece, a instituição financeira que emitiu o título do seu interesse deve ser associada ao Fundo.

Um detalhe importante que nem todo mundo sabe: se você fez um investimento por uma instituição associada ao FGC, ela não pode deixar de fazer parte do Fundo antes do seu título vencer.

Que tal falar do mais importante: de quanto é a garantia do Fundo Garantidor de Créditos? As regras mudaram em 2017, mas foi para melhor. Agora cada investidor pode ter assegurado até R$250.000,00 por instituição e por CPF, com o limite máximo de R$1 milhão a cada 4 anos.

O legal é que essa regra vale para os investimentos feitos no Brasil, tanto
se você está morando no país ou não.

Outra questão importante de saber é que também é possível reaver os juros que o investimento rendeu, desde que esteja dentro do teto estabelecido pelo FGC.

Confira alguns investimentos que são segurados pelo FGC:

  • Letras de Crédito Imobiliário (LCI).
  • Letras de Crédito do Agronegócio (LCA).
  • Letras de Câmbio (LC).
  • Letras Hipotecárias (LH).
  • Letras Imobiliárias.
  • Depósitos feitos em Poupança.
  • Certificado de Depósito Bancário (CDB).
  • Entre outros.

Para saber quais outros investimentos são garantidos pelo Fundo, vale dar uma olhada no site oficial da entidade.

A segurança da Bolsa de Valores

Uma das instituições que atuam a favor de quem investe é a Comissão de Valores Mobiliários (CVM). Ela é uma entidade pública e autárquica vinculada ao Ministério da Fazenda, e é administrada de forma autônoma.

Como dissemos, umas das missões mais importantes dessa instituição é proteger quem investe.

Assim, você e os outros investidores do país podem investir dinheiro com segurança e ter seus direitos assegurados.

A CVM também tem a responsabilidade de manter a integridade do mercado de capitais, e isso quer dizer que ela trabalha ativamente para fiscalizar e punir empresas que agem de má fé com os investidores.

Outra instituição que precisamos mencionar quando o assunto é investir dinheiro com segurança na Bolsa de Valores é a própria B3, a Bolsa do Brasil. Ela alia tecnologia e competência para garantir que todas as pessoas interessadas possam investir de forma justa e segura nos ativos disponíveis na Bolsa de Valores do país.

Vale lembrar que a segurança dos
seus investimentos na Bolsa também depende das suas atitudes.

Isso significa que, na hora de investir, você precisa agir de forma planejada e estratégica para conseguir bons resultados.

Outra forma de suavizar os riscos que existem na Bolsa de Valores, é utilizar ferramentas poderosas como o stop loss (também chamado de prejuízo estimado). Esse mecanismo pode te ajudar a evitar prejuízos muito maiores.

Afinal, é melhor perder um pouco, do que perder tudo, concorda? Pode parecer estranho aceitar perder dinheiro, mas saiba que, quando feita de forma planejada, essa é uma atitude de um verdadeiro investidor da Bolsa de Valores.

Aprenda como se tornar um investidor de sucesso na Bolsa
Acesse o curso gratuito

Como investir dinheiro de acordo com seu perfil de investidor?

Nessa série, já falamos em outro artigo sobre como descobrir seu perfil de investidor. Ele é muito importante porque serve como uma guia na hora de escolher onde investir. Afinal, o investimento mais adequado para você pode não ser o mais indicado para a sua irmã ou seu primo.

Seu perfil de investidor pode ser conservador, moderado ou arrojado.

E levando isso em consideração, você poderá fazer investimentos com melhores chances de dar bons resultados de acordo com as suas expectativas.

Pensando nisso, vamos mostrar como investir dinheiro de acordo com o seu perfil. Veja só:

Como investir dinheiro de acordo com seu perfil
Perfil Conservador

Se você tem esse perfil, significa que não curte correr muitos riscos e, portanto, prioriza a segurança do seu dinheiro. Dessa forma, investir em títulos de renda fixa, como CDB e Letras de Crédito, pode ser mais interessantes para você.


O mais importante é diversificar entre eles e não investir tudo em um título só. Assim você aumenta as chances de retorno, protege seu dinheiro e aproveita as diferentes rentabilidades que a renda fixa oferece.

Perfil Moderado

Quem tem perfil moderado ainda valoriza a segurança, mas vez ou outra aceita correr mais riscos para ter retornos maiores. Assim sendo, é possível investir na renda fixa e também em ações de baixo risco no momento.

Da mesma forma que no perfil conservador, é fundamental diversificar o capital em diferentes títulos e ativos para aumentar a segurança e as chances de sucesso.

Perfil Arrojado

Os investidores mais arrojados são mais tolerantes ao risco e, portanto, podem investir na renda fixa e também aproveitar as diferentes opções da renda variável, como ações, contratos futuros e outros ativos.

E aqui também vale o aviso para controlar os riscos investindo em títulos e ativos variados, e com rentabilidades diversas.


Importante destacar que os valores podem variar bastante, mas seguir as dicas de acordo com o seu perfil de investidor é essencial para evitar frustrações. Você pode investir R$1.000 ou R$100.000, o mais importante é respeitar seus limites e agir de forma planejada.

Não sabe qual seu perfil de investidor? Sem problemas. Aqui na Toro podemos te ajudar nessa tarefa e o melhor: de graça. Depois de responder algumas perguntas em poucos minutos, você descobre qual é o seu perfil e já te mostramos um plano personalizado para você montar sua carteira de investimentos e começar a investir.

Monte grátis sua carteira de investimentos. Teste grátis

Dicas para investir dinheiro com segurança

Agora que já falamos sobre vários detalhes importantes, pode ser que você esteja ainda em dúvida sobre como investir dinheiro com segurança e colocar tudo que aprendeu em prática. Pensando nisso, vamos dar boas dicas para você manter seu dinheiro mais seguro de hoje em diante:

Tenha um planejamento bem definido

Pode parecer bobagem, mas ter um plano bem claro do que você pretende conquistar com o seu próprio dinheiro é muito importante.

Sem ter uma noção bem definida
do que deseja, fica mais fácil cair em armadilhas e colocar tudo a perder.

Além de estabelecer objetivos, é importante que você adeque seus investimentos a eles. Isso significa buscar oportunidades no mercado que vão te ajudar a conquistar o que sempre sonhou, seja uma casa na praia ou um boa faculdade para os seus filhos.

Se tiver dúvidas, não tenha vergonha de pedir ajuda a um especialista. A opinião de quem entende muito do assunto pode ser aquele toque final para fazer seus investimentos deslancharem de vez.

Diversifique sua carteira de investimentos

Seguindo o raciocínio de contar com um apoio de profissionais da área, uma outra dica importante para aumentar a segurança dos seus investimentos nós já falamos neste artigo: diversificar sua carteira. Ou seja, não colocar todo o seu dinheiro em um só lugar.

Se você investir tudo em apenas uma opção, as chances de receber um retorno abaixo do que gostaria são maiores.

Afinal, no período em que seu dinheiro estiver aplicado, a taxa Selic ou a inflação podem subir, ou a ação da empresa que tinha tudo para se valorizar na verdade cai de preço, fazendo com que o investimento que você realizou não seja mais tão vantajoso.

A melhor saída para evitar esse tipo de frustração, portanto, é dividir seu dinheiro em diferentes aplicações com rentabilidades variadas. Dessa forma, se um investimento não trouxer o retorno que você gostaria, outros podem compensar esse resultado com rendimentos melhores.

Entenda isso melhor no vídeo abaixo:


Por isso, montar uma carteira de investimentos bem estruturada é tão importante. Aqui na Toro, você pode montar a sua gratuitamente e sempre respeitando seu perfil de investidor. Que tal testar agora mesmo?

Monte grátis sua carteira de investimentos. Teste grátis

Fuja de promessas vazias

Parece uma dica óbvia, mas não é: muitas pessoas ainda caem em um discurso vazio de ganhar dinheiro fácil em pouco tempo.

A promessa às vezes é bastante tentadora, mas saiba analisá-la com cuidado para não sofrer as consequências lá na frente.

Pense bem: se a fórmula da riqueza já tivesse sido inventada, talvez todo mundo já estaria rico hoje em dia, concorda? Normalmente, essas falsas oportunidades favorecem uma pequena parte de pessoas (geralmente aquelas que criaram ou entraram primeiro no negócio) e prejudicam uma parcela muito maior de pessoas, que não faziam ideia da armadilha.

Só que quando se dão conta, já é tarde demais. Provavelmente você já ouviu alguma história parecida com essa, certo? Então, nada de acreditar em quem promete resultados astronômicos da noite para o dia.

O mais indicado é buscar investimentos seguros, com o aval de órgãos reguladores. Que tal entender isso melhor no tópico a seguir?

Invista com instituições devidamente certificadas

O mercado financeiro não vive completamente à mercê da própria sorte. Como já mostramos, existem órgãos e instituições sérias que estão sempre de olho nesse ambiente para assegurar que todos os negócios vão ocorrer de forma justa e segura.

Um bom exemplo é o Banco Central do Brasil, além da CVM e da B3, que já falamos lá em cima neste artigo. Uma das principais funções do Bacen é habilitar e fiscalizar instituições financeiras, garantindo que elas estejam funcionando de acordo com as normas.

Portanto, se alguém te oferece uma oportunidade que não tem regulamentação do Banco Central, melhor não se arriscar.

Outro cuidado que é importante reforçar é em relação à escolha da sua corretora de valores. Escolha uma que te dê segurança, tecnologia e cobre um preço justo pelo que oferece.

Continue aprendendo

Última dica de ouro: manter uma rotina de aprendizado constante. Isso significa que você precisa se matricular agora mesmo em um curso de Economia? Não será necessário. A ideia aqui é que você esteja sempre de olho no que acontece.

E para entender esses acontecimentos e como eles podem impactar o seu bolso, é importante ler bastante através de fontes confiáveis e conversar com pessoas qualificadas. Sabemos a importância desse contato direto, é por isso que aqui na Toro estamos sempre prontos para te ajudar quando surgir uma dúvida na hora de investir dinheiro com segurança.

Nossa equipe é formada por assessores de investimento certificados, prontos para conversar com você e te ajudar no que precisar.

Converse com nossos assessores certificados
Tire suas dúvidas agora



Leia outros artigos da nossa série: