Para montar uma carteira de BDRs é preciso definir objetivos, perfil de risco, escolher boas empresas em bons setores e balancear os investimentos em relação ao patrimônio total.

Nos momentos em qua a Bolsa de Valores do Brasil (B3) está em queda, as atenções se voltam para os investimentos no exterior. Com a popularização e mudanças das regras para o investimento em BDRs (Brazilian Depositary Receipts), mais e mais investidores estão recorrendo a esses ativos.

De acordo com levantamento recente, o número de investidores em BDRs na B3 subiu 1.414% entre setembro de 2020 e setembro de 2021.

A facilidade de acesso aos BDRs abriu novas portas ao investidor local. Neste conteúdo, você aprenderá por que ter uma carteira de BDRs  como montar uma carteira de BDRs e dicas fundamentais para que seu portfólio esteja diversificado e balanceado de maneira correta e inteligente para poder ganhar mais. Vamos lá?

Bdrs recomendados

Quer investir nos melhores BDRs do mercado? Confira os ativos que os  especialistas da Toro selecionaram para você

Por que ter uma carteira de BDRs?

Antes de falarmos sobre os fatores a considerar sobre como montar uma carteira de BDRs realmente vencedora, é importante ressaltar por que ter esse tipo de ativo no seu portfólio de longo prazo. 

Investir em BDRs é uma ótima oportunidade para aumentar a diversificação e potencial de ganhos da sua carteira.

Além dos ETFs americanos, entre as principais vantagens de investir no exterior por meio de BDRs, os investidores locais citam, principalmente:

5 VANTAGENS DE INVESTIR EM BDRs
  1. Diversificação: com mais ativos, a relação entre risco e retorno da sua carteira fica melhor distribuída. 
  2. Acesso a novos mercados: os BDRs permitem acesso a grandes empresas do exterior, dividindo melhor os riscos regionais do portfólio.
  3. Dolarização: expor seu capital a empresas que geram receitas em dólar e/ou atuam em vários mercados ao redor do mundo.
  4. Receber dividendos: os BDRs também dão direto ao recebimento de proventos pagos pelas companhias.
  5. Praticidade: você pode fazer tudo pela sua corretora do Brasil, sem necessidade de fazer remessas de dinheiro ou abrir contas ao exterior.


Quer saber mais sobre os BDRs e como funciona esse tipo de investimento? Então confira o conteúdo em vídeo a seguir com a Analista da Toro, Paloma Brum, que descomplica todas as principais dúvidas sobre esse tema:

Invista nos melhores  BDRs do mercado Veja o que os Analistas da Toro  recomendam em um relatório gratuito

Como montar uma carteira de BDRs?

O primeiro passo para montar uma carteira de BDRs, antes de comprar os ativos em si, é realizar o planejamento do portfólio. Isto é, para garantir que a carteira seja bem montada, de modo diversificado e balanceado, pense inicialmente nas macroalocações e microalocações.

Nas macroalocações, o investidor estuda e planeja a carteira como um todo, ou seja, define quais setores quer investir, o percentual de peso que cada setor ocupará em relação ao total, se vai investir mais em empresas em crescimento ou mais em pagadoras de dividendos e questões similares.

Já nas microalocações, é hora de escolher, dentre os setores definidos na primeira etapa, quais BDRs comprar. Por exemplo, se você definiu nas macroalocações que terá 3 empresas do setor financeiro, nas microalocações é que determina quais companhias serão essas.

Confira 8 dicas que te ajudarão a realizar esse planejamento da sua carteira:

1. Defina objetivos e nível de risco

Os BDRs da sua carteira devem estar em coerência com seus objetivos de investimento (curto e longo prazos) e com o nível de risco que tolera. Mesmo na Bolsa de Valores, há empresas mais e menos arriscadas, ou seja, é possível fazer uma carteira mais "defensiva" se você optar por companhias com a relação de risco x retorno menor.

2. Escolha boas empresas

Outra dica essencial é escolher boas empresas para ser sócio, isto é, escolher aquelas lucrativas, com boa gestão e governança, que tenham marcas reconhecidas e produtos valorizados no mercado. Neste ponto, o ideal é analisar os fundamentos que justificam aquela escolha. Confira um artigo especial de como fazer uma Análise Fundamentalista completa:

3. Diversifique entre setores

Para saber quantas ações ter na carteira, é primordial também realizar a diversificação entre setores. Além disso, recomenda-se que invista em mais ativos, evitando que o portfólio fique muito concentrado em poucas empresas, eliminando, assim, os riscos não-sistêmicos (aqueles que não afetam todas as empresas, mas apenas um grupo delas).

risco-ativos

4. Entenda o nível de correlação

Além de diversificar entre setores e empresas, é preciso também entender a correlação entre eles. A correlação é o quanto um setor é afetado por outro. Por exemplo, o setor de seguros é altamente correlacionado com o setor bancário. Com esse entendimento, você consegue fazer a diversificação de modo mais efetivo, evitando concentrar boa parte do seu capital em segmentos de mercado muito parecidos. 

5. Invista em empresas de tamanhos diferentes

Para aumentar o potencial de ganhos e a segurança da sua carteira, invista em empresas de tamanho e momento de mercados diferentes, como as Small Caps e as Blue Chips. Dessa maneira, você garante bom nível de tranquilidade com aquelas companhias já consolidadas no mercado (que também são pagadoras de dividendos) e com empresas com perspectivas de crescimento alto. 

6. Defina o peso em relação ao total

Uma carteira de BDRs também deve estar balanceada, ou seja, cada ativo com um respectivo peso em relação ao total. No início, você pode dar o mesmo peso para cada BDR da sua carteira. No decorrer da sua trajetória com investidor, você ficará mais experiente e compreenderá melhor quais empresas são mais arriscadas e devem ocupar um espaço menor no seu patrimônio. 

7. Não escolha empresas só por que "está na moda"

Como dissemos anteriormente, baseie as suas escolhas pelos fundamentos e não porque uma empresa está na moda ou porque seus amigos também estão comprando. É preciso entender se essa ação em alta é compatível com seus objetivos e perfil de investidor

8. Faça o balanceamento com sua carteira no Brasil

Por fim, ao realizar o estudo das macroalocações, determine qual porcentagem do seu patrimônio será direcionada às empresas estrangeiras. Uma boa maneira de fazer isso é comparar com suas ações no Brasil e fazer uma distribuição semelhante, distribuindo o risco e diversificando geograficamente. 

Carteira recomendada de BDRs: vale a pena?

Para quem não quer o trabalho de analisar e escolher empresa por empresa para investir, uma boa alternativa é seguir as sugestões de uma carteira recomendada de BDRs.

Essas carteiras são elaboradas por especialistas que estudam e selecionam as melhores oportunidades entre as companhias com BDRs na Bolsa de Valores.

Entre as principais vantagens de investir em carteiras recomendadas, podemos destacar:

  • Não ter trabalho de conhecer todas as empresas e escolher todos os BDRs.
  • Fazer a diversificação de forma correta, balanceada e inteligente.
  • Ter o apoio de experts de mercado para identificar oportunidades e ativos baratos.

Na plataforma da Toro, na área de Bolsa, você encontra as sugestões que nosso time de Análise selecionou entre os melhores BDRs para investir (ver imagem abaixo). Abra a sua conta para conhecer todos os ativos sugeridos!

Carteira de BDRs recomendadosNão sabe como montar uma carteira de BDRs diversificada? Siga as recomendações  do relatório gratuito da Toro

Como investir em BDRs?

Agora que você já sabe como montar sua carteira de BDRs e onde encontrar recomendações de quais ativos comprar, já pode partir para a prática.

Assim como as ações, FIIs e ETFs, adquirir seus BDRs é um processo extremamente simples. Para fazer isso, basta seguir os passos abaixo:

COMO INVESTIR EM BDRs EM 4 PASSOS:
📌 Defina objetivos: alinhe a sua carteira de BDRs às suas metas de curto e longo prazo.
📏 Saiba seu perfil de investidor: invista em BDRs apenas se o seu nível de tolerância ao risco for coerente com essa aplicação.
🔍 Busque o BDR: na plataforma da corretora, procure o BDR pelo código de negociação.
✅ Configure e confirme: configure a quantidade, confira o valor total da ordem e confirme o investimento.


 

Essencialmente, estes são os passos necessários para comprar os seus primeiros BDRs na Bolsa de Valores. Se tiver alguma dificuldade, siga os procedimentos descritos e exemplificados no vídeo-tutorial a seguir em que esclarecemos como investir em BDRs por meio da plataforma da Toro:

Não sabe como montar uma carteira de BDRs diversificada? Siga as recomendações  do relatório gratuito da Toro