Dentre as principais qualidades de um trader de sucesso, dominar a análise gráfica, também chamada de análise técnica, é um dos pressupostos para poder vencer. Isso se dá não apenas pelo conhecimento teórico do que rege as interpretações dos gráficos, mas também pela experiência e treinamento adquirido ao longo do tempo associado ao bom planejamento e controle emocional.

A capacidade de realizar boas análises gráficas é fundamental para saber o momento de entrar e sair das operações, bem como gerenciar corretamente os riscos. 

É sobre isso que vamos falar no artigo de hoje. Se você opera Scalper, Day Trade ou Swing Trade, vai conferir algumas dicas úteis e práticas para incorporar no seu aprendizado de análise técnica para fazer interpretações mais precisas e cuidadosas nos gráficos. Vamos lá?

Nova call to actionDescubra os 3 pilares de um trader de sucesso Aprenda grátis agora

O que é a análise gráfica de ações?

A análise técnica, também chamada de análise gráfica, é uma metodologia de estudo de ativos utilizada por traders e investidores como forma de encontrar os melhores pontos de entrada e saída de uma operação na Bolsa de Valores.

Além disso, permite realizar a identificação de tendências de mercado, mudanças de tais tendências e fazer o gerenciamento de riscos das operações.

O objetivo da análise gráfica bem realizada é montar estratégias para ganhar com as oscilações de preços dos ativos do mercado financeiro, como ações, contratos de índices, mercado futuro e outros. Confira um artigo especial que elaboramos e conheça tudo sobre a análise técnica:

ARTIGO ESPECIAL • Análise Técnica de ações - O que é e como funciona

Antes de começarmos a falar das dicas, confira um vídeo especial do chefe da equipe de Análise da Toro Investimentos, Rafael Panonko, sobre os pilares para começar no Day Trade:

Seja um trader e domine a Bolsa, todos os dias. Ver aulas grátis

Quais são as melhores dicas de análise gráfica?

Agora, vamos ao ponto principal desse artigo: apresentar as melhores dicas de análise gráfica para você aprimorar as suas técnicas de operação e minimizar os erros.

1. Comece com pouco, estude e faça simulações

Inicialmente, sobretudo para quem está começando a realizar suas primeiras operações de Day Trade ou Swing Trade, o ideal é começar com pouco e ter um planejamento sólido, bem como não colocar a risco recursos que você utiliza nas suas contas habituais.

Após realizar um planejamento e definição de estratégias, isto é, em que mercado operar, com quais recursos, com quais metas de ganhos e limites de perdas, é essencial estudar e fazer simulações.

Um trader vencedor tem boa mentalidade e gerenciamento de riscos, mas também está sempre aprendendo mais sobre análise técnica e tendo a consciência de quando precisa dar um passo atrás para reestudar a eficiência das estratégias que está utilizando.

Portanto, use boas plataformas e volte sempre ao simulador sempre que for necessário. A Toro Investimentos disponibiliza excelentes ferramentas como o Toro Trader e o Profit Pro que contam com ambiente de simulação incluído para você chegar mais preparado ao mercado.

Confira um vídeo especial sobre o uso Profitcom Corretagem zero:

Quer aproveitar o melhor da Bolsa todos os dias como um profissional? Aprenda com os experts da Toro

2. Estude os principais padrões gráficos da análise técnica

Outra dica essencial é estudar e conhecer os padrões gráficos mais comuns e utilizados na análise gráfica de ativos. O tipo de gráfico mais usado na análise técnica é o de candlesticks, que possibilita a interpretação de muitos padrões de negociação à medida que os candles vão se formando. Hoje, há uma enormidade de fontes de informação e publicações sobre o assunto.

Logo, é recomendável que, antes de operar, o trader conheça e simule as principais situações que podem acontecer durante a análise gráfica, como elas se encaixam à sua estratégia de negociação e quais operações são possíveis a partir de então.

Alguns dos padrões de candlesticks e formações gráficas mais recorrentes são:

  • Engolfo de alta ou baixa.
  • Martelo e estrela cadente.
  • Doji.
  • Bebê abandonado e mulher grávida (de alta ou baixa).
  • Ombro-cabeça-ombro.
  • Topos duplos ou fundos duplos (ou até triplos).
  • Bandeiras ou flâmulas.

2.1 Estude as figuras de reversão da análise técnica

Assim como os padrões gráficos ajudam a interpretar a ocorrência e manutenção de tendências, as figuras de reversão possibilitam estruturar estratégias para uma tentativa de antever a mudança de rumo no mercado.

Assim sendo, conheça as principais figuras e padrões de reversão mais utilizados por especialistas e mais comentados na literatura para entender em que momentos o mercado pode passar por uma alteração na tendência (de baixa para alta, por exemplo).

2.2 Fique de olho nos candles grandes e pequenos

A ocorrência de candles maiores no gráfico pode sinalizar uma mudança no humor do mercado ou um momento de estresse nas negociações. Por isso, analise as situações em que isso acontece e o que esperar a partir daí. Dessa maneira, você evita agir levado pela emoção e mantém a racionalidade alinhada ao seu gerenciamento de risco.

O mesmo vale para os candles pequenos, ou seja, naqueles momentos em que o mercado pouco se mexe. Avalie os motivos pelos quais isso está acontecendo e as expectativas que rondam a formação de uma próxima tendência, seja de baixa ou alta.

Exemplo de um candle grande

Exemplo de um candle grande

2.3 Observe os candles com grandes sombras

Os candles com grandes sombras são aqueles que têm um corpo pequeno e uma linha comprida. Esses tipos de candles, em determinadas situações da análise gráfica, permitem identificar indícios de mudança de tendência no mercado. Portanto, assim como as dicas anteriores, estude os principais e o que esperar dessas situações.

Exemplo de candle com grande sombra

Exemplo de candle com grande sombra

2.4 Cuidado com os gaps de abertura 

Por fim, há momentos em que o mercado pode abrir com um espaço (gap) entre o fechamento anterior e a próxima abertura, especialmente no início do pregão. Por isso, é importante analisar no gráfico os momentos antes da abertura do mercado, dar uma olhada no leilão de negociação e nos índices futuros para avalar a possibilidade de um mercado abrir com algum tipo de gap, seja de alta ou baixa.

Exemplo de gap de alta

Exemplo de gap de alta

Já que estamos conversando sobre tipos de gráficos, veja um conteúdo especial em vídeo sobre as diferenças dos gráficos de Candle e Renko, bem como quando utilizar cada um deles no Swing Trade:

Entre para o time dos traders vencedores Inscrições abertas

3. Trabalhe e respeite a tendência dos preços

Por falar em tendências, boa parte operações no mercado são as que trabalham para encontrar uma direção na oscilação das cotações. As tendências podem ser de alta, baixa ou lateralizadas (sem direção definida).

A análise técnica trabalha, por meio de indicadores, como forma de identificar essas tendências e as operações que podem ser feitas a partir delas. Ou seja, operar contra a tendência torna as operações mais arriscadas, especialmente para os menos experientes.

Isto posto, respeite as tendências de mercado identificadas na análise gráfica, pois será mais fácil ganhar dessa maneira, ainda mais quando não houver sinais de reversão do movimento, como dissemos anteriormente.

4. Entenda os suportes, resistências e momentos de consolidação

Assim como é preciso identificar e respeitar as tendências, outros pontos fundamentais ao realizar a análise gráfica de qualquer ativo, é determinar as regiões de suporte e resistência, bem  identificar os momentos de consolidação do mercado.

Ao fazer isso, o trader, seja ele iniciante ou experiente, poderá colocar os stops da operação com mais clareza e alinhamento com sua estratégia, fazer o manejo de tais stops de acordo com a evolução da operação, com as saídas parciais e com controle de perdas. Lembrando os conceitos:

  • Topo: preço máximo atingido no gráfico em um período específico.
  • Fundo: preço mínimo identificado no gráfico em um período específico.
  • Resistência: série de topos em determinada faixa de preço que o mercado ainda não superou.
  • Suporte: sequência de fundos pelos quais aparenta concluir que o mercado não aceita pagar menos.

Ao identificar os topos e fundos que constituem os suportes e resistências, também é possível fazer estudos de quão fortes são aquelas barreiras. Por exemplo, um ponto resistência no gráfico que já foi tocado cinco vezes é mais forte do que aquele tocado apenas duas vezes.

Isso também vale para as linhas de tendências, isto é, quanto mais longas são as tendências, mais difícil se tornam as suas reversões. Muitos traders inexperientes erram as entradas e saídas de uma operação devido a uma má identificação dos suportes e resistências ou da força da tendência. Isso pode ser corrigido ao analisar o gráfico em mais de um tempo.

Por fim, com esse conhecimento em mente, será muito mais simples realizar o seu gerenciamento de riscos nas operações. O nosso especialista também tem um conteúdo em vídeo especial falando tudo sobre esse tema: 

Quer aproveitar o melhor da Bolsa todos os dias como um profissional? Aprenda com os experts da Toro

5. Utilize mais de um tempo gráfico

Uma técnica também bastante utilizada, por mais que pareça básica, é estudar a formação das tendências, suportes, resistências e padrões de reversão em mais de um tempo gráfico. Em Day Trade, nos gráficos de 1, 5, e 15 minutos, por exemplo. No Swing Trade: 1 hora, 1 dia e 1 semana, de maneira similar.

Ao estudar a análise gráfica em mais de um tempo, é possível traçar as linhas de tendência com mais assertividade, estudar quais são os topos e fundos mais importantes, bem como estabelecer as regiões de suporte e resistência sem errar.

6. Fique atento ao volume de negociação

Associar o estudo das linhas de tendência, topos e fundos ao estudo do volume de negociação é uma maneira de confirmar a força da direção do mercado. Os volumes de negociação vão permitir entender qual movimento está fazendo mais força na cotação do ativo, o comprador ou o vendedor.

Além disso, o estudo do volume ajuda a entender e filtrar quais ativos podem estar em bom momento para realizar negociações. Por fim, entenda que o aumento do volume não está ligado à subida dos preços, indica o crescimento do número de negócios sendo realizados em determinado ativo.

7. Use indicadores, linhas, médias móveis e ferramentas matemáticas

Por fim, as melhores ferramentas de análise gráfica do mercado possuem recursos que permitem ao trader usar indicadores, linhas, triângulos, médias e várias ferramentas matemáticas para complementar seus estudos. Alguns dos mais populares são:

  • Projeção de Fibonnacci.
  • Bandas de Bollinger.
  • Médias móveis.
  • Índice de Força Relativa (IFR).
  • Pontos de pivô ("Pivot points").
  • Indicadores de volume.
  • Indicadores de volatilidade.
  • Indicador OBV.

Lembrando que nunca se deve copiar puramente a estratégia de outro trader, uma vez que seus objetivos, gerenciamento de risco e metas são diferentes dos seus. 

Portanto, veja o que há de disponível na sua plataforma de gráficos e estude como esses recursos podem ser usados na definição das suas estratégias, que tipos de operações são mais comentados pelos especialistas e pela literatura e se faz sentido trabalhar com elas de acordo com o seu planejamento.

Para isso, é essencial dispor da melhor plataforma para Day Trade. Conheça a área de plataformas avançadas da Toro e descubra as melhores e mais adequadas ferramentas para você:

Aproveite o melhor do mercado com plataformas profissionais Acesse grátis e escolha a sua

Day Trade e salas de mercado ao vivo

Antes de terminarmos, é importante dizer que, para acompanhar o andamento da movimentação do mercado, a dica final é entrar nossa sala de Day Trade ao vivo. Nos dias úteis, das 9h às 17h, nossos Analistas ficam de olho mercado, comentam sobre as principais mudanças no cenário, possibilidades de operações e ainda tiram suas dúvidas. 

Para quem opera Day Trade, é a oportunidade de participar de uma sala com outros traders, fazer networking e não perder os principais negócios do dia. Além do mais, para quem deseja ficar por dentro de todas as novidades do mundo dos investimentos, é a chance de ter uma fonte confiável de informações.

Clique no link abaixo e participe grátis da nossa sala de mercado ao vivo:

Quer aproveitar o melhor da Bolsa todos os dias como um profissional? Aprenda com os experts da Toro