O seu sucesso nos investimentos está na diversificação da sua carteira, incluindo a de Renda Fixa. Esse tipo de investimento não é somente para os investidores do tipo conservador, uma vez que guarda excelentes oportunidades, conforme o cenário econômico e de atratividades dos produtos.

Em tempos de taxa Selic alta e incerteza na Bolsa de Valores, os investidores voltam suas atenções para a Renda Fixa.

Mas, como montar uma carteira de investimentos de Renda Fixa para lucrar? É isso que você vai descobrir no conteúdo de hoje: os motivos para investir na Renda Fixa, os principais produtos, como montar sua carteira e onde investir na Renda Fixa para ter sucesso daqui em diante. Vamos lá?

Descubra grátis a melhor oportunidade da Renda Fixa hoje Que tal um plano de investimentos personalizado para você? Clique aqui e  invista com ajuda de experts

Por que investir na Renda Fixa?

Inicialmente, falemos das vantagens em ter produtos de Renda Fixa na sua carteira, independentemente do nível da taxa Selic em vigor.

Os investimentos de Renda Fixa possuem várias aplicabilidades, sobretudo, para sua reserva de emergência ou àqueles objetivos que você possui com data definida.

Você não deve colocar em risco o dinheiro que já tem uma data marcada para uso, especialmente em curto e médio prazo.

Por exemplo: uma viagem, uma reforma da casa, uma compra específica que você planejava fazer, o dinheiro para trocar de carro daqui a 2 anos, entre outros.

Para o longo prazo, a Renda Fixa também oferece boa proteção contra a inflação, além de lhe auxiliar em outros objetivos de investimento. 

Em resumo, as principais vantagens da Renda Fixa são:

VANTAGENS DOS INVESTIMENTOS EM RENDA FIXA:

  • Rentabilidade pré-determinada: você sabe de antemão qual será o indexador (Selic, taxa DI, inflação) que vai guiar a rentabilidade do investimento.
  • Segurança: a maioria das aplicações tem cobertura do FGC (Fundo Garantidor de Créditos).
  • Menor risco: por ter a previsibilidade no rendimento, apresentam menor risco em relação à Renda Variável.
  • Facilidade: tudo pode ser feito pela internet e não precisa acompanhar o investimento todos os dias.
  • Liquidez: os investimentos tem faixas de liquidez variadas.
  • Imposto de Renda: são fáceis de declarar e alguns tipos possuem isenção no IR.
  • Acessibilidade e diversificação: com pouco dinheiro já é possível começar e diversificar as aplicações.

Portanto, os investimentos de Renda Fixa tem várias aplicabilidades, seja qual for o seu perfil de investidor

Antes de passar ao próximo tópico, confira um vídeo especial sobre a montagem de uma carteira de investimentos vencedora, incluindo a Renda Fixa.

Qual o investimento em Renda Fixa mais seguro e rentável de hoje? Acesse grátis  e descubra em poucos segundos

Quais são os investimentos de Renda Fixa?

Quando falamos nos principais e melhores investimentos de Renda Fixa do mercado, podemos listar ao menos 6 produtos entre os que mais atraem investidores, seja pela rentabilidade ou pela facilidade em aplicar.

Para a montagem da sua carteira de Renda Fixa, você pode dispor de qualquer um deles para realizar seus aportes mensais, de acordo com os seus objetivos, prazo do investimento e rentabilidade desejada.

Lembrando que, por ter menor risco, os retornos também são menores quando comparado à Renda Variável, por exemplo.

Os principais investimentos de Renda Fixa são:

Tipo de investimento Característica Risco Possui FGC?
Títulos do Tesouro Direto Títulos públicos para empréstimo ao governo federal. Baixo Não
Certificado de Depósito Bancário (CDB) Títulos privados para empréstimo aos bancos. Baixo Sim
LC, LCI e LCA Instrumentos para o financiamento do mercado financeiro, imobiliário ou agropecuário. Baixo Sim
CRI e CRA Títulos lastreados em recebíveis de negócios imobiliários ou agropecuários. Médio a alto Não
Debêntures Título privado que representa o empréstimo a uma empresa.  Médio a alto Não
Fundos de Renda Fixa Cota de participação no patrimônio de um Fundo que investe em ativos de Renda Fixa variados. Baixo ou Médio Não
Tenha ajuda de experts para investir com um plano personalizado Acesse grátis e  peça o seu

Qual é a rentabilidade da Renda Fixa?

Agora que você já conhece as vantagens e os principais tipos de investimento dentro da Renda Fixa, podemos falar sobre a rentabilidade dessas aplicações.

A rentabilidade de grande parte dos investimentos de Renda Fixa é determinada pela taxa DI– "taxa do CDI" – ou atrelada aos índices de inflação. 

Essa taxa acompanha bem de perto o valor da Selic em vigência. Assim sendo, o retorno de uma aplicação de Renda Fixa acompanha certa porcentagem da taxa DI.

Então, quando dizemos que algo rende 100% do CDI, isso significa que o investimento retorna exatamente o valor da taxa DI do período. 

Então, quanto maior a taxa Selic, maiores tendem a ser os retornos da Renda Fixa. Além disso, quanto maior a remuneração em relação ao CDI (110%, 120%, 130% do CDI e assim por diante), maiores também serão as rentabilidades associadas.

Confira, no gráfico a seguir, o rendimento mensal do CDI desde 2006 em comparação com a taxa Selic anual de cada período:

Veja quais são as melhores oportunidades de Renda Fixa em segundos Simule e compare grátis

Como montar uma carteira de Renda Fixa?

Então, como montar uma carteira de Renda Fixa realmente vencedora? Para isso considere os itens do nosso checklist a seguir:

COMO MONTAR UMA CARTEIRA DE RENDA FIXA:

✔️ Determine os objetivos: aqui, você determinará para o quê está investindo.   

✔️ Defina prazos: com o objetivo conhecido, é hora de pensar no prazo para alcançá-lo. Portanto, é preciso casar o prazo do objetivo com o prazo do investimento.
✔️ Cheque o indexador: confira qual é o indexador do investimento, isto é, taxa DI, IPCA, IGP-M, etc. Assim, você atrela a rentabilidade à taxa do CDI ou à inflação.
✔️ Escolha bons Fundos: analise o histórico de rentabilidade do Fundo de Renda Fixa, sua carteira de investimentos e invista em Fundos variados. 

✔️ Cuidado com os pré-fixados: verifique se a rentabilidade dos títulos pré-fixados é atrativa, não muito arriscada e se pode gerar algum ganho real (descontando a inflação). 
✔️ Públicos e privados: diversifique ao aplicar tanto em títulos públicos quanto de instituições privadas.

✔️ Analise a remuneração: use o simulador de Renda Fixa para fazer comparativos nas remunerações. 

✔️ Verifique as taxas e o IR: calcule o impacto das taxas e do Imposto de Renda sobre a rentabilidade final.
✔️ Diversifique: invista em produtos diferentes, de instituições variadas e de diversos indexadores.
✔️ Faça o balanceamento: realize o balanceamento em relação à sua carteira de Renda Variável, de acordo com o seu perfil de investidor.


Onde investir na Renda Fixa este ano?

Quer saber quais são os melhores investimentos de Renda Fixa dado o cenário econômico e a taxa de juros para este ano? Então confira, no link a seguir, um conteúdo especial que os nossos Analistas preparam para você.

Nesta série, você conhecerá quais são as melhores aplicações para construir sua carteira de Renda Fixa, ações, BDRs, Fundos de Investimentos, Fundos Imobiliários e muito mais.

Que tal um plano de investimentos personalizado para você? Clique aqui e  invista com ajuda de experts Em 2022, invista como um especialista de mercado Veja os ativos selecionados  para vencer este ano

Como investir em Renda Fixa?

Para investir em qualquer produto de Renda Fixa, você precisará de uma conta ativa em uma corretora de valores

Por isso, valorize as corretoras mais modernas do mercado como a Toro, que são totalmente digitais e com corretagem zero. Se você ainda não abriu a sua conta, faça o seu cadastro agora mesmo. 

Com a sua conta ativa, basta seguir os passos do vídeo-tutorial abaixo para realizar os seus investimentos em Renda Fixa.

Quais são os melhores títulos do Tesouro Direto para investir hoje? Pesquise grátis e descubra agora