Cadastre-se grátis

Fiagro: saiba o que são e como funcionam os ‘FIIs do agronegócio’

Os Fiagros (Fundos de Investimento do Agronegócio) são Fundos de Investimento negociados em Bolsa destinados a investidores que desejam diversificar sua carteira de FIIs no setor agropecuário. Eles permitem o financiamento de atividades agrícolas e pecuárias, além de apresentarem vantagens fiscais para os investidores, como isenção de imposto de renda sobre os rendimentos.


Quem deseja aumentar a diversificação do seu portfólio em Fundos agora conta com uma nova alternativa na Bolsa de Valores: os Fundo de Investimento em Cadeias Agroindustriais, também conhecidos como “Fiagros”.

Apesar de ser um produto recente, segundo dados da Anbima, os Fiagros se aproximam dos 80 mil cotistas apenas um ano após a regulamentação.

Neste artigo, você vai conhecer o que são esses Fundos, como eles funcionam, suas vantagens e muito mais. Leia até o final e não tenha mais nenhuma dúvida sobre esse assunto. 

O que é um Fiagro?

Para começo de conversa, o que são os Fiagros? Como dissemos, trata-se de um investimento financeiro de Renda Variável recente e que acabou de ser regulamentado (apenas em 2021). Na época, a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) se baseou na legislação dos Fundos Imobiliários para tal. 

De acordo com a própria definição da B3, a Bolsa de Valores do Brasil:

Um Fiagro é formado pela captação de “recursos de vários investidores para a aplicação em ativos de investimentos do agronegócio, sejam eles de natureza imobiliária rural ou de atividades relacionadas a produção do setor. Cabendo ao administrador do fundo realizar a captação de recursos com os investidores por meio da venda de cotas”.


Portanto, eles possuem uma mecânica bastante parecida com os Fundos Imobiliários, como veremos a seguir e, por isso, também são apelidados de FIIs do agronegócio.

Então, o investidor dispõe de uma nova alternativa para investir no setor, além dos Certificados de Recebíveis do Agronegócio (CRAs), das Letras de Crédito do Agronegócio e das ações de empresas que atuam nesse segmento. 

Como funciona um Fiagro?

Como dissemos, os Fiagros funcionam de modo muito parecido com os Fundos Imobiliários (FIIs), isto é, os cotistas constituem o patrimônio do FII comprando as cotas e esses recursos são aplicados no mercado imobiliário.

O resultado líquido com a exploração dos imóveis ou títulos é distribuído proporcionalmente entre os participantes em forma de proventos.

A diferença principal é como o patrimônio dos cotistas é investido que, nesse caso, visa financiar as cadeias produtivas agroindustriais.

Em termos mais simples, a administração do Fiagro usa os recursos para vários objetivos, tais como: adquirir certificados de recebíveis, comprar, alugar e desenvolver imóveis rurais, cotas de Fundos de Investimentos que apliquem no agro, direitos creditórios de imóveis rurais ou títulos de securitização, comprar ações de empresas do setor e muitas outras.

Quais são os tipos de Fiagro?

Sobre a categorização dos Fiagros, é preciso conhecer também os seus 3 principais tipos:

1. Fiagro-FIDC

É um fundo que investe em direitos creditórios no agrobusiness. Eventualmente, os produtores do setor precisam antecipar os valores que tem a receber (recebíveis) para manter a saúde operacional do negócio, uma vez que o desalinhamento entre prazo de safras e recebimento é bastante comum.

Então, para não faltar dinheiro nesses períodos, eles recorrem aos FIDCs para captar recursos e manter a produção financiada com menores juros e melhores condições de pagamento. 

2. Fiagro-FIP

FIP é a sigla para Fundo de Investimento em Participações. Em outras palavras, o patrimônio é investido em empresas em desenvolvimento na cadeia agroindustrial.

Logo, o intuito aqui é, indiretamente, se tornar sócio de companhias desse setor, participar de suas decisões e resultados. 

3. Fiagro-FII

Por fim, temos os Fiagros-FIIs que são aqueles que investem em propriedades imobiliárias rurais, ou seja, terras e/ou imóveis agrícolas.

Portanto, são bastante semelhantes aos FIIs de tijolo. Além disso, o investimento pode incluir a compra de LCAs e CRAs na composição e diversificação da carteira do Fundo.

 

qmsyaphhkzno2ktwrji1

 

Quais são as vantagens dos Fiagros?

Assim sendo, surge uma nova forma de financiamento do agronegócio no Brasil, um dos setores mais relevantes na composição do PIB nacional, além de ser bastante resiliente em crises.

Dessa forma, suas vantagens são:

  • Valor inicial baixo.
  • Proventos isentos de Imposto de Renda.
  • Gestão profissional.
  • Investimento diversificado.
  • Alta liquidez.
  • Baixa burocracia e facilidade para comprar e vender.
  • Agronegócio e commodities são relevantes para o PIB.


Lembrando ainda que esse tipo de produto não substitui as aplicações em produtos de Renda Fixa do agronegócio, especialmente os CRAs e LCAs que são da mesma categoria. 

É preciso estar atento que são produtos diferentes e, por isso, tem relação de risco x retorno diferentes, bem como os Fiagros são produtos de Renda Variável, isto é, o valor de suas cotas varia conforme a oferta e a demanda.


Os Fiagros pagam dividendos?

Sim! Como seu funcionamento é semelhante aos FIIs, a distribuição de proventos segue a mesma lógica: os Fiagros distribuem mensal e proporcionalmente aos cotistas o resultado líquido de suas operações, isto é, o valor que sobra da receita após o pagamento de todas as obrigações e despesas do Fundo. 

Os rendimentos distribuídos pelos Fiagros também são isentos de Imposto de Renda. 

Por fim, o único ponto de atenção é a incidência de 20% de IR sobre o ganho de capital caso você venda suas cotas com lucro. Se não vendê-las ou tiver prejuízo, não há cobrança de tributo. 


Quais são os melhores Fiagros listados na Bolsa (B3)?

Atualmente, quais são os Fiagros disponíveis na Bolsa de Valores? Apesar de ser um produto com pouco tempo de mercado, o investidor tem mais de 20 alternativas para começar a aplicar neste veículo. São elas:

Fiagro Código
Exes Araguaia AGRX11
BB Crédito BBGO11
Canvas CCFA11
Capitania Agro Strategies CPTR11
Devant DCRA11
Ecoagro I EGAF11
Santa Fé Terra Mater FARM11
FG/Agro FGAA11
051 Agro FZDA11
Galápagos Recebíveis do Agronegócio GCRA11
High Fundo de Investimento Agro HGAG11
SFI Investimentos do Agronegócio IAGR11
JGP Crédito  JGPX11
Kinea Crédito Agro KNCA11
Leste Cadeias Produtivas da Agroindústria LSAG11
MAV Crédito MAVC11
NCH EQI Recebíveis do Agronegócio NCRA11
Ourinvest Innovation OIAG11
Itaú Asset Rural RURA11
Riza Agro RZAG11
Plural BRB Crédito Agro PLCA11
Suno Agro SNAG11
Vectis Dataagro Crédito Agronegócio VCRA11
Valora CRA VGIA11
XP Crédito Agrícola XPCA11

⚠️ Importante: os ativos citados neste artigo não são recomendações de compra nem necessariamente expressam a opinião dos Analistas da Toro.

Como investir em Fiagros?

Após estudar e definir em qual Fiagro investir, chega a parte mais fácil: comprar as suas cotas. Para isso, basta seguir os passos abaixo:

  • Passo 1: abra a sua conta na Toro Investimentos de forma gratuita e digital.
  • Passo 2: na plataforma da corretora, basta transferir o dinheiro da sua conta no banco para a sua conta ativa na Toro e procurar o Fiagro desejado pelo código de negociação na área de Bolsa
  • Passo 3: clique em ‘Comprar‘, configure a quantidade desejada, confira o valor da ordem e confirme o investimento. 

Deixe um comentário

Gostou do artigo? Deixe um comentário sobre o que achou do conteúdo!