Cadastre-se grátis

Trading station: como montar os melhores equipamentos para operar?

Todo trader precisa de bons equipamentos para ter sucesso nas operações. Por isso, montar uma Trading station com determinadas especificações técnicas pode ajudar bastante na sua rotina.

Alguns preferem operar pelo celular, enquanto outros preferem o computador. A escolha é individual, mas com algumas dicas que trouxemos neste artigo, você saberá qual é a melhor forma de montar uma Trading station, as vantagens de ter equipamentos adequados para a sua necessidade, entre outras informações.

Continue lendo para saber como escolher e montar a sua própria estação para operar com mais rapidez e eficiência.

O que é Trading station?

Em primeiro lugar, é importante explicar rapidamente o que é uma Trading station.

Uma Trading station refere-se ao conjunto de equipamentos utilizados por um trader para realizar suas operações no mercado financeiro.

Normalmente, inclui um computador desktop ou notebook poderoso, monitores adicionais para exibir gráficos e informações de mercado simultaneamente, periféricos como teclados e mouses especializados, além de uma conexão de internet estável.

Essa “estação de negociação” é projetada para fornecer as ferramentas e recursos necessários para a análise de mercado e a execução de ordens de compra e venda.

Mas afinal, o que levar em consideração antes de montar sua estação em casa? É o que mostraremos no próximo tópico.

Como montar uma boa Trading station?

Montar uma Trading station eficiente requer alguns equipamentos essenciais. Veja a seguir algumas sugestões para te ajudar.

Computador potente

Desktop ou notebook, qual é a melhor opção? Ambos são ótimos, desde que contem com um bom desempenho, processador rápido e memória suficiente para lidar com as demandas de múltiplos gráficos e análises.

Além disso, você precisa verificar as especificações da placa-mãe, a memória RAM, o processador, a quantidade de espaço do disco rígido, a fonte de alimentação e a placa de vídeo. Para ter uma estação poderosa e rápida, é interessante seguir algumas recomendações, como:

  • Processador de alta velocidade, como o Intel Core i7 ou i9, com velocidade acima de 3.2GHz e 6MB de cache.
  • Ter, no mínimo, 16 GB de memória RAM.
  • Placa de vídeo dedicada, Nvidia GeForce, por exemplo. Prefira placas com pelo menos 2GB de memória que suportem uma maior quantidade de telas.
  • O disco rígido deve ter grande capacidade, com no mínimo 500 GB. Os HDs possuem maior capacidade de armazenamento, enquanto os SSD são bem mais rápidos. A escolha dependerá do seu orçamento e preferência.
  • Sistema operacional de sua opção: Windows, Linux ou MacOS. Não há um melhor do que o outro, é uma questão de familiaridade.

Monitores

Depois de montar a parte mais técnica, é interessante contar com mais de um monitor para exibir os gráficos e informações simultaneamente, facilitando a análise de mercado.

No caso de quem opta por notebooks, você pode usar a tela do próprio computador e mais um monitor extra. Se preferir a CPU, pode usar 2 monitores diferentes, até mesmo uma televisão pode servir.

A resolução recomendada é de pelo menos 1920 x 1080 pixels.

Conexão de internet estável

Para realizar operações de trading com eficiência, uma conexão de internet rápida e estável é fundamental para garantir que as cotações e execuções de ordens ocorram sem problemas.

Se puder, utilize internet cabeada no lugar da conexão Wi-Fi, para manter mais estabilidade.

Teclado e mouse

Não esqueça também de adquirir os itens periféricos, como teclado e mouse, para facilitar a navegação e a execução rápida de ordens.

Existem vários modelos com especificações diferentes, mas tudo dependerá do seu gosto pessoal.

Backups regulares com HD externo

Implementar medidas para evitar perdas de dados, como backups regulares em um HD externo, é uma boa alternativa. Além disso, garantir uma fonte de energia estável, como um nobreak, para evitar interrupções durante as operações, também é uma opção mais segura.

Enfim, lembre-se de que as necessidades podem variar dependendo do seu estilo de negociação e das preferências individuais. É importante investir em componentes de qualidade para garantir que você consiga mais eficiência e praticidade.

Quais são as vantagens de montar uma Trading station?

Até aqui, você viu como montar um computador para trader, além de todos os componentes essenciais para ter uma Trading station eficaz.

Mas qual é o objetivo de ter uma estação poderosa para operar? Quais são as vantagens? Veja a seguir:

  • Melhor visibilidade: múltiplos monitores permitem que traders visualizem simultaneamente vários gráficos, indicadores e informações de mercado, melhorando a visibilidade e facilitando a tomada de decisões.
  • Eficiência na análise: com uma estação dedicada, traders podem realizar Análises Técnicas mais detalhadas e acompanhar melhor as tendências do mercado, identificando oportunidades de negociação.
  • Rapidez na execução de ordens: hardware e software otimizados contribuem para uma execução de ordens mais rápida, fundamental em ambientes de mercado voláteis.
  • Personalização: é possível personalizar sua estação de acordo com suas necessidades e preferências individuais, escolhendo hardware, software e configurações que se alinhem ao seu estilo de negociação.
  • Foco e concentração: uma Trading station ajuda a criar um ambiente propício para o foco, minimizando distrações e otimizando a concentração nas atividades.
  • Profissionalismo: ter uma estação de negociação bem equipada transmite uma imagem profissional e reflete o comprometimento do trader com suas operações.

Em resumo, ao investir em uma Trading station, você pode melhorar sua eficiência, tomada de decisões e desempenho geral na hora de realizar operações de Day Trade, Swing Trade, entre outras modalidades.

Agora que você já sabe como montar um computador ideal para trader, aproveite para usar gratuitamente o Profit Toro Trader e usufruir de uma plataforma completa para potencializar seus lucros nas operações diárias na Bolsa.