Cadastre-se grátis

Empresas listadas na B3: conheça todas as melhores para investir

A B3, conhecida anteriormente como Bovespa, é atualmente a única Bolsa de Valores em operação no Brasil. O número de empresas listadas na B3 em 2024 é de mais de 400 companhias brasileiras, além de negociar, indiretamente, ações de mais de centenas empresas estrangeiras.

Essas empresas são divididas em diversas categorias. Por exemplo:

  • Há aquelas que são negociadas no mercado de balcão, ou seja, que estão em processo de abrir seu capital e que ainda não negociam abertamente no mercado.
  • E há aquelas negociadas em bolsa, onde todas as transações são públicas e registradas digitalmente, sem a necessidade do contato direto entre o comprador e o vendedor da ação.

Elas também são classificadas de acordo com a forma que a companhia é gerida. Para operar na Bolsa, por exemplo, são exigidas algumas estruturas específicas de governança corporativa, como a divulgação periódica dos balanços contábeis.

Dependendo das regras de governança corporativa que a empresa segue, ela recebe uma das seguintes classificações:

  • Novo Mercado.
  • Nível 1.
  • Nível 2.
  • Bovespa Mais.
  • Bovespa Mais Nível 2.

Mas a separação mais comum é em índices. Há índices de empresas de um mesmo setor, como o INDX (indústria) e o UTIL (energia elétrica, saneamento e gás), e o índice mais famoso de todos: o Ibovespa. Este é o índice que abrange as ações mais negociadas da Bolsa, como Petrobras, Vale e Itaú.

Neste artigo, você vai conhecer as empresas que estão na Bolsa de Valores e fazem parte do índice Ibovespa. Vamos lá?

 

Quais são as empresas listadas na Bolsa de Valores?

Agora sim, vamos falar sobre as empresas listadas na Bolsa de Valores do Brasil. Atualmente, há centenas de companhias brasileiras listadas na B3 e diversas outras internacionais que possibilitam o investimento por meio de BDRs.

Todos os anos, novas companhias lançam suas ações na Bolsa, o que as tornam empresas de capital aberto.

Nesse grande oceano de empresas tão diversas, antes de investir em uma delas é importante conhecer suas características, ramo de atuação, potencial para o futuro e outros itens de Análise Fundamentalista.

Afinal, mesmo que muitas apresentem oportunidades incríveis de crescimento para seus acionista/s, há também as que se encontram em situação difícil ou mesmo caminhando para a falência.

Além disso, é importante também contar com a orientação de recomendações profissionais para escolher as melhores ações para investir.

Quais empresas e ações fazem parte do Ibovespa hoje?

Como comentamos, uma boa forma de acompanhar as principais empresas da B3 é seguindo o Ibovespa. Ele é o índice mais importante da bolsa brasileira, e é a sua variação que é apontada em jornais e canais de televisão quando se fala de altas e baixas na Bolsa.

O Ibovespa hoje é composto por dezenas de ações, mas esse número muda ligeiramente todo trimestre quando o índice é rebalanceado.

O índice representa a variação média das ações que o compõe, dando peso maior para as empresas mais negociadas.

O Ibovespa hoje é composto pelas seguintes empresas:

CódigoEmpresaPart. (%)
RRRP33R PETROLEUM0,308
ALOS3ALLOS0,596
ALPA4ALPARGATAS0,070
ABEV3AMBEV2,638
ARZZ3AREZZO0,164
ASAI3ASSAÍ0,847
AZUL4AZUL0,213
B3SA3B33,369
BBSE3BBSEGURIDADE1,031
BBDC3BRADESCO0,939
BBDC4BRADESCO3,633
BRAP4BRADESPAR0,265
BBAS3BANCO DO BRASIL3,682
BRKM5BRASKEM0,224
BRFS3BRF1,115
BPAC11BTG1,938
CRFB3CARREFOUR0,260
BHIA3CASAS BAHIA0,038
CCRO3CCR0,600
CMIG4CEMIG0,761
CIEL3CIELO0,244
COGN3COGNA ON0,250
CPLE6COPEL0,769
CSAN3COSAN0,987
CPFE3CPFL ENERGIA0,317
CMIN3CSN MINERAÇÃO0,344
CVCB3CVC BRASIL0,073
CYRE3CYRELA0,276
DXCO3DEXCO0,108
ELET3ELETROBRAS3,681
ELET6ELETROBRAS0,562
EMBR3EMBRAER0,748
ENGI11ENERGISA0,659
ENEV3ENEVA0,925
EGIE3ENGIE BRASIL0,476
EQTL3EQUATORIAL1,760
EZTC3EZTEC0,066
FLRY3FLEURY0,181
GGBR4GERDAU1,111
GOAU4GERDAU METALÚRGICA0,303
GOLL4GOL0,053
NTCO3GRUPO NATURA0,615
SOMA3GRUPO SOMA0,157
HAPV3HAPVIDA0,785
HYPE3HYPERA0,579
IGTI11IGUATEMI0,233
IRBR3IRB BRASIL0,151
ITSA4ITAUSA2,446
ITUB4ITAÚ UNIBANCO7,166
JBSS3JBS1,256
KLBN11KLABIN0,705
RENT3LOCALIZA2,182
LREN3LOJAS RENNER0,683
LWSA3LWSA0,099
MGLU3MAGAZINE LUIZA0,272
MRFG3MARFRIG0,147
BEEF3MINERVA0,085
MRVE3MRV0,138
MULT3MULTIPLAN0,344
PCAR3PÃO DE AÇÚCAR0,030
PETR3PETROBRAS4,542
PETR4PETROBRAS8,300
RECV3PETRO RECÔNCAVO0,298
PRIO3PRIO1,663
PETZ3PETZ0,048
RADL3RAIADROGASIL1,518
RAIZ4RAIZEN0,203
RDOR3REDE D’OR1,464
RAIL3RUMO1,255
SBSP3SABESP1,191
SANB11SANTANDER0,458
SMTO3SÃO MARTINHO0,183
CSNA3CSN0,496
SLCE3SLC AGRÍCOLA0,172
SUZB3SUZANO1,645
TAEE11TAESA0,367
VIVT3TELEFÔNICA0,985
TIMS3TIM0,644
TOTS3TOTVS0,722
TRPL4TRANSMISSÃO PAULISTA0,470
UGPA3ULTRAPAR1,399
USIM5USIMINAS0,223
VALE3VALE13,267
VAMO3VAMOS0,157
VBBR3VIBRA1,177
WEGE3WEG2,235
YDUQ3YDUQS0,261

Fonte: B3 – janeiro de 2024

Quase sempre, essas são as maiores empresas listadas na Bolsa e, portanto, as mais importantes. Por outro lado, isso não significa necessariamente que são os melhores investimentos.

Empresas de grande porte também podem sofrer problemas ou mesmo fecharem suas portas. Casos clássicos como o da antiga companhia aérea Varig mostram que mesmo empresas do Ibovespa não estão blindadas contra a falência.

Mesmo em casos menos extremos, nem todas as ações do Ibovespa podem trazer bons retornos. Empresas já consolidadas tendem a ter menos espaço para crescimento do que outras ainda em desenvolvimento.

Por outro lado, as empresas maduras normalmente apresentam melhores estruturas de governança e maior experiência para lidar com as turbulências do mercado.

É importante diversificar seus investimentos, equilibrando risco e retorno e mesclando empresas maiores e menores.

Uma mescla entre empresas menores e maiores te protege da alta volatilidade das primeiras e te permite valorizações maiores que apenas aplicando nas últimas.

Por isso, na Toro você encontra diversas carteiras e recomendações que te ajudam nesta diversificação: dividendos, curto prazo, Fundos Imobiliários, Small Caps e outros.

Além disso, você pode ter acesso a carteiras recomendadas pelos especialistas da Toro. Confira como no vídeo abaixo:

Quais são os principais setores da Bolsa de Valores?

Como você notou, diversas empresas de diferentes setores da economia estão na Bolsa. Mas, quais são os principais entre eles?

Pela proporção do Ibovespa, observamos que os segmentos financeiro, commodities e consumo tem grande relevância no índice.

Para saber quais são as principais empresas listadas nos principais setores, navegue pelos links abaixo:

➡️ Ações do setor de saúde

➡️ Ações de empresas de tecnologia

➡️ Ações do agronegócio e alimentos

➡️ Ações de seguradoras

➡️ Ações do setor de varejo

➡️ Ações de empresas de commodities

➡️ Ações de energia elétrica

➡️ Ações de bancos

➡️ Ações imobiliárias e de construtoras

➡️ Ações de shoppings

Empresas do Novo Mercado: o que preciso saber?

A B3 – Bolsa de Valores do Brasil – possui alguns segmentos de listagem que agrupam as empresas por critérios de governança corporativa. Esse é um importante item na análise fundamentalista ao escolher as melhores empresas para investir na Bolsa.

A ideia dos segmentos de listagem é estabelecer critérios de governança que, se preenchidos, conferem à empresa um melhor “selo” quanto a esse fator, conferindo ao mercado um guia sobre quais são as empresas mais transparentes e que atendem a mais fatores de governança.

Além disso, faz total diferença na análise de empresas sobre os critérios de ESG, uma das principais tendências da atualidade.

O que é o Novo Mercado?

O mais alto segmento de listagem da Bolsa de Valores é o Novo Mercado. Nele, estão as empresas com padrão de governança corporativa diferenciado.

Para ser do Novo Mercado, a empresa deve emitir apenas ações do tipo ON, aquelas com o final 3 no código de negociação.

Além disso, a B3 estabelece outras regras para que as empresas sejam classificadas como ações do Novo Mercado, tais como:

  • Tag along de 100% em caso de troca de controle da companhia.
  • Ter uma Auditoria Interna para fins de compliance.
  • Manter ao menos 25% das suas ações em circulação no mercado (free float).
  • Elaboração rigorosa e divulgação de políticas de remuneração, indicação de membros do conselho, comitês, gerenciamento de riscos, entre outros.

Possuir ações de empresas do Novo Mercado confere ao investidor uma possibilidade maior de diminuir os riscos da sua carteira de investimentos, uma vez que coloca a governança corporativa − isto é, o conjunto de regras, processos e políticas que determinam como uma empresa é administrada − em primeiro lugar.

Essas análises fazem diferença sobretudo para aqueles investidores que visam o longo prazo, em que a gestão da empresa é posta à prova em diferentes cenários econômicos: crises, períodos de crescimento, ameaça de concorrentes, mudanças nas legislações, trocas de diretoria, entre outros.

Logo, as empresas com boa governança corporativa tendem a passar por estes momentos com muito menos impactos diretos, o que vai refletir diretamente no quão lucrativa ela vai se manter ao longo dos anos e até mesmo décadas.

Empresas listadas no Novo Mercado pela B3

Ademais, é possível encontrar excelentes exemplos de empresas do Novo Mercado em vários setores da economia, tais como:

Para consultar todas as empresas que fazem parte do segmento de listagem conhecido como Novo Mercado, acesse o site da B3 e confira a relação completa. Além disso, você pode conhecer os outros segmentos de listagem que estão abaixo do Novo Mercado, bem como as regras de governança corporativa que são colocadas em cada um deles.

Por fim, é importante destacar que as ações listadas como exemplos neste artigo não são recomendações de compra nem necessariamente expressam a opinião dos especialistas da Toro Investimentos.

Antes de passar para o próximo tópico, confira um vídeo especial e super rápido sobre como você pode comprar as ações de empresas do Novo Mercado, além de muitas outras, na plataforma da Toro Investimentos:

Quais são as empresas listadas na B3 com maior participação do governo?

Outra distinção importante dentre as empresas listadas são aquelas que sofrem interferência do governo. Os casos mais óbvios são de estatais, empresas cujo controle é majoritariamente do Governo Federal ou de governos estaduais. São exemplos de companhias controladas pelo Estado:

  • Petrobras (federal).
  • Banco do Brasil (federal).
  • Sabesp (estadual).
  • Cemig (estadual).
  • Sanepar (estadual).

O controle do governo implica na possibilidade de que essas empresas sejam utilizadas para outros fins que não o benefício exclusivo de seus acionista/s.

Historicamente, esses impactos variam muito de governo para governo, e mesmo de empresa para empresa, mas a mera possibilidade de que isso ocorra no futuro já é precificada negativamente pelo mercado de antemão.

Por conta desse olhar mais negativo por parte dos investidores, muitas dessas empresas são comumente apontadas como oportunidades de privatização, isto é, de venda da participação pública para que o controle seja puramente privado.

Casos como o de Cemig, Sabesp e Sanepar estão no radar de possíveis privatizações para os próximos anos, mas vão depender do andamento da agenda dos respectivos governos Federal, de Minas Gerais, São Paulo e Paraná.

Além destas, outras empresas também sofrem esse tipo de impacto: aquelas que trabalham com concessões públicas. Mesmo que seu controle seja totalmente privado, as concessões são reguladas e fiscalizadas pelo Estado, de forma que mudanças de contratos ou de legislação podem ter impactos severos (bons ou ruins) sobre seus resultados.

Exemplos de empresas que dependem de concessão pública:

A relação de empresas controladas pelo governo ou sujeitas à concessão pública são pontos de atenção na escolha de ações para investir, mas existe também uma relação de empresas que se beneficiam com o crescimento econômico do país e da conjuntura econômica.

Aqui na Toro, estamos sempre de olho nas melhores ações para comprar hoje, por isso, temos carteiras exclusivas, pensadas para você que deseja investir somente nos melhores ativos do mercado.

Um bom exemplo é a carteira composta apenas pelas ações com maior potencial do mercado. Essa é a chance de quem deseja investir para potencializar ganhos e aproveitar o crescimento de empresas que ainda possuem muito mercado para expansão.

Quais são as empresas listadas na B3 com maior reputação no mercado?

De uma forma geral, há empresas que apresentam boas reputações por diferentes motivos. Há aquelas de boa gestão, que entregam consistentemente bons resultados, como Itaú (ITUB4) e Ambev (ABEV3).

Há outras que estão em setores importantes, como é o caso de Petrobras (PETR4), que, mesmo com as interferências do governo, é uma empresa quase monopolista em um setor muito estratégico: o de petróleo. O mesmo vale para Suzano (SUZB3), no segmento de papel e celulose, e Vale (VALE3), no segmento de mineração.

A boa reputação tende a atrair mais investidores para a ação, mesmo nos momentos difíceis, o que auxilia na sua valorização ao longo do tempo.

É claro, contudo, que uma boa reputação pode ser destruída rapidamente caso as companhias tomem decisões estratégicas erradas ou se envolvam em processos dolorosos de corrupção ou de desastres socioambientais.

Além disso, muitas ações podem chamar a atenção com altas expressivas em um determinado momento por conta de movimentos de especulação ou por mudanças agudas em sua operação.

Em um caso ou no outro, é muito importante saber separar os movimentos que são consistentes daqueles que são apenas “bolhas”, e, portanto, fadados a “estourarem”.

A forma mais segura de investir é conhecendo as empresas, o cenário em que estão inseridas, e seus fatores externos e internos.

Isso tudo pode parecer muito complexo. A boa notícia é que hoje você encontra empresas que fazem todo este trabalho de análise para você.

A Toro Investimentos, por exemplo, tem uma equipe de analistas que estuda o mercado diariamente em busca de oportunidades de investimentos. E elas estão disponíveis gratuitamente para você.

Antes de fechar esta página, confira um infográfico com todos os passos para adquirir suas ações na Bolsa de Valores:

Deixe um comentário

Gostou do artigo? Deixe um comentário sobre o que achou do conteúdo!