Quem ingressa e se especializa no universo do Day e Swing Trade se depara com uma alta gama de estratégias, técnicas e setups disponíveis para lucrar com ativos de Renda Variável. Essencialmente, o intuito delas caminha na mesma direção: antever os movimentos futuros do mercado. 

Dominar várias técnicas pode lhe fazer um trader completo e mais preparado para enfrentar a volatilidade do mercado.

Neste artigo, apresentaremos uma das técnicas mais antigas no estudo dos preços e tendências dos ativos de Renda Variável: o Price Action. Você vai compreender o que é, como funciona e os fundamentos por trás dessa metodologia, além de conhecer um curso completo para se especializar no assunto. Vamos lá?

Que tal um plano de investimentos personalizado para você? Clique aqui e  invista com ajuda de expertsQuer ter o Profit grátis para sempre?  Clique aqui e vença na Bolsa com a  melhor ferramenta do mercado

O que é Price Action?

Inicialmente, vamos entender o que é Price Action, pois isso nos dará a base necessária para compreender como ele é aplicado na prática. Você já sabe que a Análise Técnica é fundamental para as operações de trading e, se já possui algum conhecimento sobre isso, fica ainda mais simples de dominar o conceito.

Price Action é o estudo de padrões de movimentação dos preços ao longo do tempo, em que o trader busca estimar as probabilidades de movimentos de alta ou baixa de um ativo.

Então, essa é uma metodologia fundamentada na estatística e na probabilidade. No Price Action, o trader busca estabelecer estratégias nas leituras dos preços no gráfico quando eles passam por alguma variação.

Assim sendo, o intuito do método é antecipar a intenção dos investidores e quais os potenciais movimentos futuros dos preços, considerando o histórico das oscilações.

Tenha atenção que os movimentos do passado não são garantias absolutas de retornos futuros, mas os modelos e estudos do Price Action concluíram que alguns padrões podem se repetir.

Isso porque o mercado tem a característica de ser cíclico, ou seja, apresentar ciclos de alta, baixa ou falta de tendência (lateralização). Então, o estudo de movimentos do passado podem fornecer ideias para o próximo ciclo semelhante. 

Price Action x Análise Técnica: quais são as diferenças?

Por Análise Técnica, consideramos todas as estratégias criadas a partir da leitura gráfica dos ativos. É claro que, inúmeras táticas podem ser adotadas e vários indicadores incorporados na tentativa de estimar a movimentação dos preços.

O Price Action é uma das metodologias que compõem a Análise Técnica e, portanto, elas não são excludentes.

O Price Action é também uma metodologia atrelada à análise gráfica, na qual se utiliza de nenhum indicador técnico para a decidir quando comprar ou vender.

O Price Action usa indicadores?

Na sua essência, o Price Action considera que todo indicador de Análise Técnica está em atraso quando comparado com o movimento dos preços, mesmo usando gráficos em tempo real. 

Ou seja, a teoria parte do pressuposto que há uma diferença de tempo entre a mensuração e interpretação dos indicadores até a tomada de decisão enquanto os preços oscilam acima e abaixo.

Então, nessa estratégia, o foco cai quase que exclusivamente no que a movimentação dos preços está dizendo ao longo do tempo e quais padrões gráficos ou candles, tendências e quebras de suportes/resistências estão se repetindo, deixando outros indicadores de lado ou tratando-os no máximo como complementares.

Quais são as vantagens do Price Action?

Entre as principais vantagens do Price Action, podemos destacar:

  • Rapidez e precisão: a leitura mais ágil e sem indicadores traz decisões mais velozes e, por vezes, mais precisas.
  • Amplas possibilidades: a técnica é aplicável em qualquer ativo de Renda Variável com boa liquidez não se limitando também ao Day Trade, isto é, também é uma boa para o Swing Trade.
  • Gráficos mais limpos: o Price Action também é chamado de naked trading, ou seja, operar com o gráfico limpo. Com menos informações no gráfico, as interpretações e decisões ficam mais visíveis.
  • Precisão e controle de risco: ao focar apenas nos preços, pode oferecer mais clareza de onde estipular as metas de risco e ganho.
  • Requer plataformas mais simples: com os gráficos limpos, não requer tantas ferramentas avançadas e recursos sofisticados das plataformas

Contudo, tenha consciência que, como toda técnica, ela precisa de prática para se aperfeiçoar. Logo, com o tempo é possível ganhar mais experiência e agilidade.

Considere ainda que, quem já opera usando indicadores, pode necessitar de um tempo de adaptação para uma tela menos poluída.

Quais são os melhores livros sobre Price Action?

Se você deseja se aprofundar mais no estudo do Price Action, aqui vão algumas sugestões dos livros mais vendidos sobre o assunto:

  • Operando Price Action: Tendências – Autor: Al Brooks.
  • Operando Price Action: Lateralidades – Autor: Al Brooks.
  • Price Action Breakdown: Exclusive Price Action Trading Approach to Financial Markets – Autor: Laurentiu Damir.
  • Understanding Price Action: Practical Analysis of the 5-Minute Time Frame – Autor: Bob Volman.

Além disso, você pode aprender mais sobre técnicas para operar no mercado financeiro com os cursos e conteúdos exclusivos da Toro Investimentos. Clique no link a seguir para saber mais e descobrir o que está à sua disposição.

Nova call to action Cursos, e-books, vídeos, relatórios… tudo isso grátis para você Acesse agora

Fundamentos: como funciona o Price Action?

Bom, agora que você já sabe o que é o Price Action, vamos conhecer alguns dos fundamentos que exemplificam como o essa técnica é adotada na prática e pelos quais as operações são realizadas. 

  • Suportes e Resistências: patamares de preços em que um ativo tem dificuldade de ultrapassar, seja para baixo ou para cima. Quanto mais vezes tocar no suporte (piso) ou resistência (teto), mais significativa elas são.

image-png-Apr-05-2022-05-52-05-23-PMExemplo de linha de suporte

resistencia-analisetecnicaExemplo de linha de resistência

  • Linhas de tendências: esses traços ajudam a compreender como uma linha de tendência pode atuar como suporte ou resistência para o preço romper.
  • Lateralidade: quando o mercado opera sem tendência de alta ou baixa, duas linhas paralelas podem ser traçadas acima e abaixo, oferecendo um apoio em uma operação quando voltar a subir ou cair.
  • Brakeout: quando ocorre a quebra de um suporte, resistência ou lateralidade, assim como há uma reversão da tendência. 
  • Padrões de candlestick: figuras gráficas formadas por um ou mais candles que podem denotar algum movimento específico ou reversão da tendência do mercado, tais como: martelo, martelo invertido, doji, candles grandes ou pequenos, engolfos, entre outros.

Por falar em candlesticks, entenda como eles funcionam com Helder Wakabayashi, Analista de Investimentos da Toro, no vídeo a seguir:

Quer ter o Profit grátis para sempre?  Clique aqui e vença na Bolsa com a  melhor ferramenta do mercado

  • Figuras gráficas: a análise de figuras ou formações nos gráficos também são usadas para determinar o timing de entrar uma operação, tais como: Ombro-Cabeça-Ombro, bandeiras, flâmulas, triângulos, entre outras. 
  • Volume: além do gráfico de preços, os traders também verificam o volume de negociações no mercado para confirmar a força de um movimento. 

Cursos de investimentos e Bolsa de Valores

Aprenda com quem realmente entende do assunto Veja aulas gratuitas do básico ao avançado

Curso de Day Trade com Price Action

Se você quer se especializar em trading e investe pela Toro, há centenas de aulas gratuitas para aprender sobre mercado financeiro e trading com nossos experts.

No curso Como operar Day Trade com Price Action, você vai aprender com Bráulio Langer, nosso Analista de Investimentos, como operar com uma metodologia diferente e sem o uso de indicadores para aproveitar ótimas oportunidades da Bolsa.

Neste curso, os módulos incluem:

  • Price Action x Análise Técnica
  • Pressão de candles e força dos movimentos
  • Ciclos de mercado
  • Padrões de candles
  • Como prever reversões
  • Movimentos projetados e alvos
  • Principais setups
  • Como alongar uma operação

Se você já investe com a Toro, é só acessar sua conta, ir na nossa aba de Cursos e assistir às aulas grátis agora mesmo.


Mas se você ainda não investe com a Toro, não perca mais tempo: abra sua conta gratuitamente, invista pelo menos R$100,00 em qualquer ativo e o curso estará liberado para você também.

Nova call to actionQuer ter o Profit grátis para sempre?  Clique aqui e vença na Bolsa com a  melhor ferramenta do mercado