Corretagem zero: essa é uma forte tendência do mercado financeiro atualmente e você tem muito a aproveitar. No entanto, você sabe como realmente funciona essa cobrança? O que você deve saber antes de escolher uma corretora e começar a investir? Ao longo desse conteúdo você encontra essas e outras respostas.

Vale ressaltar que entender o funcionamento dos ativos, e isso começa pelas taxas cobradas, é um dos principais requisitos necessários para poder ter sucesso em qualquer investimento. Afinal, essas despesas podem complicar sua rentabilidade e consumir uma parcela considerável do seu rendimento. 

Então, se você quer começar a investir agora ou se deseja saber mais sobre as taxas e sobre corretagem zero, leia esse post até o final e saia com o conhecimento necessário para investir com mais segurança e principalmente, sem encontrar nenhuma surpresa na hora de analisar o resultado.

O que é corretagem?

Antes de explicarmos o que é corretagem zero, precisamos ter certeza que o conceito de taxa de corretagem está bem claro. Por isso, vamos relembrar rapidamente o significado dessa despesa que, durante muito tempo, esteve presente no dia a dia de quem investia na Bolsa. 

A taxa de corretagem é um valor ainda cobrado por algumas instituições sobre cada operação realizada na Bolsa de Valores. Dessa forma, quando você decide investir em um ativo, comprando ou vendendo uma ação, por exemplo, essa taxa pode estar presente para a realização dessa ordem.

Podemos resumir o que é taxa de corretagem, dizendo que trata-se do:

Valor pago à instituição financeira que faz o intermédio entre você e a Bolsa, enviando ordens de compra e venda de ativos.

A taxa de corretagem, normalmente, é cobrada em negociações que envolvem ativos de renda variável, como ações, minicontratos e contratos cheios.

Atualmente, encontramos diversos tipos de cobrança dessa taxa, há instituições que cobram um valor fixo por operação, há aquelas que cobram de acordo com o resultado e há as corretoras que, assim como a Toro Investimentos, oferecem corretagem zero para os investidores.

Taxa zero de verdade: saiba como a Toro está mudando o mercado. Veja agora

O que significa corretagem zero?

Não tem nenhum mistério, quando falamos em corretagem zero significa que uma instituição não cobra nenhuma taxa de corretagem para você investir na Bolsa de Valores.

Na prática, investir com corretagem zero permite que você não pague nenhuma taxa para investir na Bolsa.

Ou seja: você não precisa pagar nada para investir. 

Para quem investe em renda fixa, a corretagem zero já é uma realidade. Boa parte das instituições não aplicam essa taxa para investidores que desejam investir em Tesouro Direto, CDB, LCI e LCA e outros títulos disponíveis nessa modalidade.

Toro Investimentos: corretagem zero de verdade

Recentemente, entendendo o movimento do mercado e pensando sempre no melhor para você como investidor, mudamos o modelo de cobrança dessa taxa e aplicamos corretagem zero para ativos negociados na B3.

Além da renda fixa, que já seguia esse modelo, incluímos ações e fundos imobiliários, ETFs, BDRs (títulos de empresas com capital aberto fora do país), minicontratos e outros produtos hoje disponíveis para negociação na B3.

Ao dar esse passo e zerar a taxa de corretagem para você investir nesses títulos, a gente deu um salto importante: combinamos o jeito mais fácil de investir na Bolsa e com a melhor cobrança.

Isso quer dizer que você não paga mais nada para investir na Bolsa de um jeito simples.

Abra sua conta gratuita e comece a investir
Cadastre-se grátis

Quais outras cobranças além da corretagem?

Falamos que a taxa de corretagem é um dos principais custos desse mercado e que ainda é comum encontrar em muitas instituições. Porém, não é somente essa cobrança que existem e que os investidores podem encontrar na hora de analisar os resultados de uma operação. 

Como essa cobrança varia de cada instituição, o indicado é que você sempre entenda todas as taxas e o mais importante, invista em um lugar que deixe tudo claro. Dessa forma, você evita surpresas ao final da operação e consegue ter a exata ideia do que precisa fazer para alcançar seus objetivos.

Aqui na Toro, transparência de custos é coisa séria. Não aplicamos nenhuma taxa escondida e você pode conferir tudo isso bem explicado na página de custos das nossas operações

Dito isso, vamos às principais taxas que você deve pelo menos conhecer para entender todo o mercado de investimentos:

Taxa de custódia 

A taxa de custódia é uma cobrança referente ao valor cobrado pelo armazenamento dos títulos ou ações. Na prática, é como se a corretora ou instituição financeira cobrasse um condomínio para que seus investimentos fiquem ali.  

Da mesma forma como acontece com a taxa de corretagem, o valor referente à custódia varia de cada corretora. Algumas possuem um valor de cobrança fixa, outras realizam uma cobrança variável, proporcional ao investimento e algumas ainda oferecem isenção. 

ISS

Essa taxa faz parte do grupo impostos obrigatórios, cobrados pelo governo quando você faz operações na Bolsa de Valores. Geralmente, o valor é calculado sobre o percentual de lucro de cada investimento. 

Emolumentos

Essa custo é cobrado pela Bolsa de Valores sobre operações de compra e venda de ativos financeiros. O valor exato a ser pago varia bastante, porque depende do tipo de ativo e o volume financeiro negociado.

Imposto de Renda

Não poderíamos deixar esse capítulo sobre taxas sem falarmos do Imposto de Renda. Se você já investe, sabe que alguns investimentos disponíveis na Bolsa de Valores são taxados pelo Fisco, gerando cobrança de Imposto de Renda (IR). 

De uma forma bem prática, quando falamos em renda variável, os lucros obtidos em operações que duram mais de um dia são tributados em 15%. Por outro lado, os ganhos em operações que começam e terminam no mesmo dia (Day Trade) são tributados em 20%.

No entanto, se o volume de vendas de ações não ultrapassar R$20.000 em um mês, há isenção de IR para pessoas físicas.

O que observar além da corretagem zero? 

Na hora de investir, certamente você precisa analisar todos os custos envolvidos nesse processo, porém, isso não pode ser seu único critério para escolher a corretora que será o elo entre você e seus investimentos. 

Custo nem sempre é tudo, principalmente no mercado de ações, onde o resultado final do cliente depende de conhecimento e da assessoria correta.

Investir corretamente é o melhor caminho para mudar seu futuro, criar um patrimônio sólido ao longo prazo ou mesmo conseguir uma boa renda extra no presente. Porém, você precisa ter muito cuidado para não cair em armadilhas ou mesmo arriscar todo seu dinheiro de forma precipitada. 

Por isso, sempre recomendamos que antes de começar a investir você busque conhecimento necessário para saber onde está aplicando seu dinheiro. Além disso, é fundamental que você entenda seu perfil de investidor, conheça os riscos de cada operação e conte com a ajuda de profissionais para que você tenha maior chance de sucesso nessa jornada. 

Já que falamos nessa ajuda, esse é o primeiro ponto que você precisa observar, além da corretagem. 

Educação para investir

Atualmente, você pode contar com muito conteúdo para te ajudar a começar a investir ou mesmo para conseguir melhores resultados. Cursos, e-books, artigos, lives, são diversos tipos e formatos disponíveis para que você entenda cada vez mais esse mercado e consiga tomar decisões mais certas. 

Dessa forma, procure uma instituição que esteja ao seu lado, que te ajude a entender seus investimentos para sempre buscar os melhores resultados.

Cursos, artigos e tudo que você precisa para investir melhor
Conheça a área de conteúdos da Toro

Segurança da instituição 

Antes de investir, é fundamental que você tenha certeza que a instituição escolhida possui todas as certificações. Isso inclui autorizações emitidas por órgãos reguladores como o Banco Central do Brasil, a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e a própria Bolsa de Valores do Brasil, a B3. 

Atendimento 

Muito alinhado com a ajuda para aprender a investir melhor, está a ajuda para a prática, por isso, você precisa entender quais são os canais de ajuda que a instituição oferece. Afinal, na hora em que surgir alguma dúvida, serão esses canais buscados para solucionar seu problema.

Facilidade para investir 

Aqui na Toro, temos um compromisso de levar a melhor experiência de investimentos na Bolsa de Valores para você.

Pensando nisso, criamos uma plataforma simples e tão fácil de usar que é possível investir em ações com poucos cliques, da mesma forma que você compra um sapato ou pede uma comida pela internet.

Portanto, na hora de escolher uma corretora de valores, é fundamental que você entendas todos os custos, mas também que procure uma instituição que esteja ao seu lado e que te ajuda a alcançar seus objetivos. 

Escolher bem poderá fazer uma grande diferença nos seus resultados, principalmente quando você investe com corretagem zero. 

Taxa zero de verdade: saiba como a Toro está mudando o mercado. Veja agora