Tempo, aporte e taxa. Essas são as três variáveis mais analisadas pelos investidores e Analistas para escolher os melhores investimentos do mercado, sobretudo os de Renda Fixa, de acordo com o perfil e objetivos de cada pessoa.

Com a ajuda de um bom planejamento financeiro, fica muito mais simples saber onde, quanto e por quanto tempo investir.

Por falar em prazo dos investimentos, neste artigo, falaremos sobre um dos conceitos mais importantes para as melhores aplicações de Renda Fixa: a duration. Você aprenderá o que isso significa e como vai te ajudar a investir corretamente, de acordo com os seu planos. Vamos lá?

Simule grátis e saiba onde investir na Renda Fixa agora.

Tenha ajuda profissional para alcançar seu sucesso Fale com nossos Assessores  certificados


O que é a duration de um título?

Logo de cara, vamos entender o que é esse conceito que, como você vai perceber é bastante simples e está intrinsecamente relacionado ao tempo de um investimento. Em poucas palavras:

Duration corresponde ao prazo médio em que quem investe em um título de Renda Fixa vai reaver o capital investido mais os juros.

Isso quer dizer que, na tradução simples da palavra, é a "duração" do investimento. Assim sendo, quanto maior, mais tempo será necessário para resgatar o investimento feito no papel.

Contudo, a duration pode não ser igual ao prazo de vencimento do título, como descobriremos no decorrer do artigo.

Para o que serve a duration?

Então, a duration de um título de Renda Fixa (como Tesouro Direto, CDBs, etc) ou até mesmo de uma carteira de Renda Fixa, representa também uma média ponderada do tempo em que o investidor vai aguardar para resgatar, a valor presente, o principal mais os juros do investimento.

Perceba também que, se você recebe algum valor em juros (também chamados de cupons), antes do vencimento, como o pagamento de juros ou parte do principal, isso vai afetar o cálculo da duration, pois o tempo médio será modificado, uma vez que você já recebeu antecipadamente parte do valor.

O conceito de duration é muito útil na análise e escolha de títulos para investir e para quem quer vender os títulos antes do vencimento.

Afinal, quem vende antes do prazo, receberá o valor do papel conforme a marcação a mercado, que é o preço que o título está cotado naquele dia. Se levar até o vencimento, recebe o valor contratado e pronto. 

Como duration e prazo não são iguais todas as vezes, pela duration é possível verificar quanto o investidor tem a perder se resgatar o título antes do vencimento chegar. 

Na Renda Fixa, é preciso considerar as diferenças entre os juros prefixados – em que você conhece o rendimento final investir – e os pós-fixados e híbridos – aqueles que mudam ao longo do tempo, conforme o valor da inflação ou da Selic.

Como a expectativa do mercado em relação aos juros futuros (isto é, qual será a taxa Selic daqui a um tempo) muda o tempo todo, o valor dos juros prefixados também oscilam para cima ou para baixo até a data do vencimento. O que, naturalmente, afeta o seu valor presente, no jargão financeiro.

Qual é a relação da duration com o risco e o preço dos títulos?

Se o título demora mais para vencer, ou seja, tem um prazo mais longo, maior será a oscilação em relação à taxa de juros. Então, a duration também representa a sensibilidade dessa variação no preço presente do título quando comparada com a variação dos juros.

Desse modo, o mercado analisa a duration como um valioso indicador de risco.

Esse risco diz respeito justamente à incerteza que o mercado tem sobre os juros no futuro. Se o investidor precisa esperar mais para receber de volta o investimento, maior é a incerteza.

Assim sendo, podemos tirar algumas conclusões:

✅ Como interpretar a duration na hora de escolher investimentos?


  1. Em relação ao prazo: quanto maior o prazo, maior a duration. Isso se não houver pagamento de cupons. 
  2. Em relação ao risco: quanto maior a duration, maior o risco do investimento. O inverso também é verdadeiro.
  3. Em relação aos cupons: se o título paga algum cupom (pagamento de juros sem o principal) antes do vencimento, a duration é menor. Se não há pagamento de cupom, a duration é igual ao prazo de vencimento, também chamado de maturidade.

Como a duration influencia as decisões de investimentos?

Como vimos, a duration é uma medida de risco de um título em relação ao prazo de seu vencimento e se ele paga cupons ou não. Então, além de analisar o tempo e a taxa, você ganha mais uma medida para decidir se um investimento vale a pena ou não.

Antes de investir, fica mais fácil decidir se o nível de risco e retorno do título ou da carteira estão coerentes com o perfil e objetivos do investidor. 

Logo, o investidor pode montar uma carteira de Renda Fixa com produtos de diferentes durations, diversificando o risco total do portfólio. Se o seu perfil for mais conservador, por exemplo, pode optar por uma carteira de prazo médio ou baixo, por exemplo.

Por fim, note que a duration é bastante útil na Renda Fixa, mas não tem aplicabilidade na Renda Variável (como ações, FIIs, BDRs), uma vez que esses produtos não possuem fluxos previsíveis de pagamentos de cupons e prazos de vencimento. Você pode carregar uma ação pelo resto de sua vida, por exemplo.

O mesmo vale para os títulos pós-fixados. Não faz sentido a aplicação da duration nos títulos pós-fixados, pois somente descobriremos quanto o investidor recebeu ao final do prazo, considerando as variações da Selic, inflação ou outro indexador utilizado. É possível calcular a duration apenas nas taxas prefixadas.

Por falar em Renda Fixa, confira no gráfico a seguir uma simulação de um aplicação em um título que acompanha o CDI desde 2011. Como os juros sobem e descem, mesmo que o investimento seja de "renda fixa", o retorno não é sempre uma linha reta para cima.

Veja quais são as melhores oportunidades de Renda Fixa em segundos Simule e compare grátis

Quer saber mais sobre como investir nos principais produtos de Renda Fixa do mercado, além de fazer simulações de investimentos e descobrir qual é a aplicação mais adequada para a sua realidade e objetivos? Então confira o conteúdo em vídeo a seguir:

Veja quais são as melhores oportunidades de Renda Fixa em segundos Simule e compare grátis

Como a duration é calculada?

Para calcular a duration, é preciso utilizar uma fórmula matemática criada pelo economista canadense Frederick Macaulay, que foi quem criou o conceito como um indicador financeiro. 

✅ Como calcular a duration de Macaulay


A fórmula para calcular a duration é:

D= ∑ (t • Ct)/(1+r)t ÷ ∑ (Ct)/(1+r)t

Em que: 
D: duration 
t: prazo dos fluxos de caixa do título
C: fluxo de caixa dos títulos
r: taxa prefixada

Exemplo: se a duration for, por exemplo, de 2,5 anos e o prazo de vencimento for de 3 anos, isso significa que o título precisará apenas de dois anos e meio para retornar o rendimento esperado quando da contratação do investimento.

Então, é possível resgatar antes do prazo sem perder o rendimento, considerando também o valor da marcação a mercado do título no dia do vencimento.


Para não quer se embolar muito na matemática, basta focar nos conceitos que apresentamos ao longo do texto, que o entendimento não será comprometido. Lembre-se que a ideia principal é descobrir se a duration é igual ou não ao prazo de vencimento.

O jeito mais fácil de invetsir é na Toro.

Aproveite o jeito mais fácil de investir agora mesmo Faça seu cadastro grátis na Toro