A Média Móvel é um indicador que faz parte da Análise Técnica de ações. Com ela, é possível identificar o equilíbrio dos preços no mercado, observando tendências de alta, neutra ou baixa. A representação gráfica das Médias Móveis é normalmente feita por uma linha, que se movimenta conforme os dados novos recebidos para o cálculo.

Conhecer as características das Médias Móveis é fundamental tanto para investidores iniciantes como para os mais experientes. Esse indicador pode oferecer informações valiosas sobre os movimentos das ações na Bolsa de Valores.

Mas afinal, você sabe como a Média Móvel funciona e quais são os principais tipos? Neste artigo, vamos mostrar o que é a Média Móvel, como realizar o cálculo, as diferenças entre Médias Móveis Aritméticas e Exponenciais, entre outras informações.

Continue a leitura para saber mais!

Aproveite o melhor da Bolsa todos os dias

Aprenda com quem realmente entende do assunto Veja aulas gratuitas do básico ao avançado

O que é a Média Móvel?

A Média Móvel é um indicador importante que suaviza os dados dos preços das ações para formar um indicador que segue a tendência.

Neste indicador, são utilizadas médias de períodos diferentes, geralmente uma de curto prazo e outra de longo prazo. O termo “móvel” é porque os dados são renovados com frequência, isto é, são calculados com base nos valores mais recentes.

É importante ressaltar que as Médias Móveis são recomendadas para verificar a movimentação dos preços de uma ação no mercado por um determinado período, sempre observando quais serão as tendências de preços.

Esse indicador, portanto, não é sugerido para mostrar qual é o momento certo de comprar ou vender uma ação específica.

Além disso, as Médias Móveis ajudam a filtrar os ruídos, que são representados pelas oscilações mais fortes. Dessa maneira, é mais fácil entender o comportamento do preço de uma ação.

O gráfico de uma Média Móvel geralmente contém linhas que acompanham os candlesticks, como na imagem abaixo:

 

medias-moveis-exemplo

Embora as Médias Móveis possam mostrar tendências e até confirmá-las, o contrário também acontece: reversões podem ser notadas ao identificar fortes movimentos de compra ou venda do mercado.

Para saber como funcionam os candlesticks na Análise Gráfica, assista ao vídeo com Helder Wakabayashi, Analista de Investimentos da Toro:

Quer aproveitar o melhor da Bolsa todos os dias como um profissional? Aprenda com os experts da Toro

Quais são os principais tipos de Médias Móveis?

Os dois tipos mais populares de Médias Móveis são:

  • Média Móvel Aritmética (MMA).
  • Média Móvel Exponencial (MME).

Elas podem ser utilizadas para identificar a direção da tendência ou definir os níveis de suporte e resistência dos preços. 

A seguir, veja como fazer o cálculo dos dois tipos e entenda as principais diferenças entre elas.

Média Móvel Aritmética

A Média Móvel Aritmética é formada pelo cálculo do preço médio de um título ao longo de um determinado número de períodos. A MMA foi um dos  primeiros indicadores a surgir na Análise Gráfica e, graças à sua facilidade de uso, até hoje é um dos mais utilizados.

Como o próprio nome indica, uma Média Móvel é uma média que se movimenta. Os dados antigos são retirados à medida que dados mais recentes se tornam disponíveis. Isso faz com que a média se mova ao longo do tempo.

Assim, a maioria das Médias Móveis é baseada em preços de fechamento. Por exemplo: a Média Móvel Aritmética de cinco dias é a soma de 5 dias dos preços de fechamento de uma ação dividido por 5.

E como fazer esse cálculo? Basta utilizar a fórmula:

MMA = Soma dos preços de fechamento ÷ Número de dias 

Assim, segundo o nosso exemplo, considerando que PF é o preço de fechamento, a conta seria:

MMA = (PF 1 + PF 2 + PF 3 + PF 4 + PF) ÷ 5

Para deixar ainda mais claro, vamos a outro exemplo.

Considere a Média Móvel Aritmética de 5 dias e sua evolução ao longo de 3 dias, em que os preços diários de fechamento são 11,12,13,14,15,16 e 17.

  • Primeiro dia da MMA de 5 dias: (11 + 12 + 13 + 14 + 15) ÷ 5 = 13
  • Segundo dia da MMA de 5 dias: (12 + 13 + 14 + 15 + 16) ÷ 5 = 14
  • Terceiro dia da MMA de 5 dias: (13 + 14 + 15 + 16 + 17) ÷ 5 = 15

Assim, temos que:

📈 No primeiro dia, a Média Móvel abrange os últimos cinco dias.

📈 No segundo dia, elimina o primeiro valor dos dados (11) e adiciona um novo valor dos dados (16).

📈 No terceiro dia, continua removendo o novo primeiro valor dos dados (12) e adicionando o valor mais recente dos dados (17).

📈 Portanto, os preços aumentam gradualmente, de 11 a 17, ao longo dos 7 dias.


Confira o gráfico que demonstra um exemplo de Média Móvel Aritmética:

média móvel aritmética

Vale esclarecer que esse parâmetro é personalizável, ou seja, depende de quem irá fazer a análise, seu perfil, objetivos e operação a realizar.

Média Móvel Exponencial

Agora que já vimos o que é e como calcular a Média Móvel Aritmética, chegou a hora de conhecer a Média Móvel Exponencial (MME) e suas principais características.

O conceito da Média Móvel Exponencial é similar ao da Média Aritmética, porém o cálculo leva outros fatores em consideração. 

Na Média Móvel Exponencial, o foco está nos preços de fechamento mais recentes, então o resultado é mais dinâmico.

Além disso, como a divisão é ponderada, ou seja, os preços recebem pesos diferentes. Enquanto os mais recentes têm peso maior, os mais antigos têm peso menor. A ponderação usada no preço mais recente depende do número de períodos da Média Móvel.

Com isso, o objetivo principal da MME é acompanhar a mudança do preço de um ativo com mais rapidez.

O gráfico a seguir ilustra como é a Média Móvel Exponencial:

média móvel exponencial

São três passos para realizar o cálculo de uma Média Móvel Exponencial:

  1. Primeiro, calcule a Média Móvel Aritmética. Uma Média Móvel Exponencial (MME) precisa começar de algum lugar, portanto uma Média Móvel Aritmética é usada como se fosse a MME do período anterior, no primeiro cálculo.
  2. Em segundo lugar, calcule o coeficiente de multiplicação.
  3. Em terceiro lugar, calcule a Média Móvel Exponencial.

 A fórmula abaixo, por exemplo, é para uma MME de 10 dias.

  •  MMA: soma 10 períodos÷ 10
  •  Multiplicador: [2 ÷ (períodos de tempo + 1)] = [2 ÷ (10 + 1)] = 0,1818 (18,18%)
  •  MME: [Preço de Fechamento - MME (dia anterior)] x multiplicador + MME (dia anterior).


Logo, aplica-se uma ponderação 18,18% à Média Móvel Exponencial de 10 períodos para o preço mais recente.

 A MME de 10 períodos também pode ser chamada de uma MME 18,18%. À MME de 20 períodos aplica-se 9,52% de peso para o preço mais recente [2 ÷ (20 +1) = 0,0952].

Nota-se que a ponderação para um período de tempo curto é maior que o peso para um período  mais longo. Na verdade, a ponderação cai pela metade cada vez que dobra o período das Médias Móveis.

Se você quiser uma porcentagem específica para uma MME, pode usar esta fórmula para convertê-la em períodos e, em seguida, colocar esse valor como parâmetro da MME:

Período de Tempo = (2 ÷ Porcentagem) - 1

Se a porcentagem for de 3%, por exemplo, o cálculo seria:

Período de Tempo = (2 ÷ 0,03) - 1 = 65,67 períodos de tempo

Embora existam diferenças entre Médias Móveis Aritméticas e Exponenciais, uma não é necessariamente melhor do que a outra.

✔️ Médias Móveis Exponenciais têm menos defasagem, portanto, são mais sensíveis aos preços recentes e às mudanças de preços. 

✔️ Médias Móveis Aritméticas, por outro lado, representam um valor médio real de preços para o período total de tempo.

 

Veja o gráfico abaixo com a comparação entre as duas. A linha rosa representa a Média Móvel Aritmética, enquanto a linha roxa representa a Média Móvel Exponencial:

médias móveis aritméticas e exponenciais

Inclusive, a preferência por cada uma depende dos objetivos, estilo analítico e horizonte de tempo. Investidores podem experimentar as duas modalidades, bem como diferentes prazos de tempo para encontrar o melhor ajuste.

Nova call to action

Cursos, e-books, vídeos, relatórios… tudo isso grátis para você Acesse agora

Por que usar as Médias Móveis na Análise Técnica?

A direção da Média Móvel transmite informações relevantes sobre os preços das ações, sendo uma parte importante da Análise Técnica.

⏫ A Média Móvel ascendente mostra que os preços estão aumentando. 
⏬ A Média Móvel descendente indica que os preços estão em queda. 

Além disso, a Média Móvel de longo prazo que sobe reflete uma tendência de alta de longo prazo, enquanto a Média Móvel de longo prazo que cai reflete uma tendência de baixa de longo prazo.

Porém, o comprimento da Média Móvel depende dos objetivos de quem vai fazer a análise.

  • Médias Móveis curtas, entre 5 a 20 períodos, são as mais indicadas para negociação em tendências de curto prazo. 
  • Pessoas interessadas em tendências de médio prazo podem optar por Médias mais compridas que podem se estender por 20 a 60 períodos.
  • Investidores de longo prazo podem preferir Médias Móveis com 100 períodos ou mais.


Por fim, as vantagens da utilização de Médias Móveis precisam ser contrabalançadas com as desvantagens.

As Médias Móveis seguem as tendências com atraso, ou seja, são indicadores que estarão sempre um passo atrás. Porém, isso não é necessariamente algo ruim. Afinal, a tendência é sua aliada e é melhor negociar na direção dela.

As Médias Móveis asseguram que você está de acordo com a tendência atual.

No entanto, mesmo que a tendência seja sua aliada, ações passam uma grande quantidade de tempo em bandas de negociação, que tornam Médias Móveis ineficazes. Uma vez numa tendência, Médias Móveis irão manter você nela, mas também darão sinais tardios.

Relembrando que não é bom esperar para vender na alta e comprar na baixa usando somente as Médias Móveis como referência. Assim como a maioria das ferramentas de Análise Técnica, elas não devem ser utilizadas sozinhas, mas em conjunto com outros indicadores disponíveis nas melhores plataformas para trading.

Para saber como escolher a melhor opção para você, assista ao vídeo com Victor Lima, nosso especialista de investimentos da Toro:

Quer ter o Profit grátis para sempre?  Clique aqui e vença na Bolsa com a  melhor ferramenta do mercado