Quem investe está sempre em busca de opções seguras e com boa rentabilidade. Como você já deve ter ouvido falar, a Poupança, apesar da segurança, dificilmente traz um retorno satisfatório. Nesse sentido, entender o que é Letra de Câmbio pode ser o próximo passo para você realizar uma boa aplicação em Renda Fixa e impulsionar seus resultados.

Levando isso em conta, preparamos este post para te explicar como esses títulos funcionam na prática. Leia o texto até o fim e aproveite nossas dicas.

Saiba o que é Letra de Câmbio

De forma resumida, a Letra de Câmbio (LC) é um título de Renda Fixa, assim como o CDB (Certificado de Depósito Bancário). Elas, geralmente, são oferecidas por sociedades de crédito, financiamento e investimento, popularmente conhecidas como financeiras.

Ao adquirir uma dessas, você está "emprestando" seu dinheiro para a empresa que emitiu esse título. Em troca, você receberá o valor acrescido de juros e correção monetária. Vale lembrar que esse retorno ocorre dentro de um prazo combinado no ato da compra.

Quer aprender tudo sobre renda fixa e Tesouro? Curso grátis

Conheça os tipos de Letra de Câmbio

Existem 3 tipos de Letra de Câmbio. Veja quais são eles:

• LC prefixada

Nesta categoria, você sabe a rentabilidade que terá ao resgatar o seu investimento. Ou seja, no momento da aplicação é possível ter uma noção exata de quanto renderá o seu dinheiro.

• LC pós-fixada

Ao contrário da anterior, esta modalidade dá apenas uma estimativa do quanto você receberá na data de vencimento. Isso acontece porque a remuneração está normalmente atrelada à taxa do CDI (Certificado de Depósito Interbancário), que varia de acordo com o mercado financeiro.

Apesar disso, muitos especialistas a indicam como a opção mais segura entre as Letras de Câmbio.

• LC híbrida

A Letra de Câmbio híbrida é uma mistura entre as duas opções que acabamos de falar. Nela, parte da rentabilidade está ligada a juros prefixados e a outra parte a um indexador, que pode ser, por exemplo, o CDI ou o IPCA (Índice de Preços ao Consumidor), também conhecido como índice da inflação.

Com tantas opções, saber qual o melhor título pode gerar muitas dúvidas e isso é perfeitamente normal. Por isso, é importante saber que o melhor título irá depender do seu perfil de investidor, do seu objetivo e planejamento. Fazendo uma comparação de investimentos de acordo com o seu planejamento, você pode descobrir a melhor rentabilidade, no prazo que você deseja, e com a segurança que você precisa.

Conheça os melhores investimentos do mercado. Simule e compare

Aprenda como investir em Letra de Câmbio

Agora que você já sabe o que é Letra de Câmbio, é hora de entender como realizar essa aplicação. Antes de tudo, tenha em mente que é fundamental recorrer a uma boa corretora de valores. Contar com o suporte de quem entende do assunto é um passo importantíssimo para investir com segurança e conquistar os rendimentos esperados.

Existem, ainda, outros quesitos que merecem sua atenção antes de investir em LC. Veja só:

Valores

As Letras de Câmbio demandam quantias um pouco mais elevadas para quem deseja começar a investir e obter boas rentabilidades. É comum encontrar aplicações que exigem um valor mínimo de R$30.000, sendo que esse valor não pode ser resgatado antes do prazo estabelecido.

Por exemplo: ao optar por uma LC com 1 ano e meio de carência, não será possível resgatar sua aplicação antes desse prazo. Caso você realmente precise resgatar o dinheiro antes do vencimento, a única saída será tentar vender seu título para outra pessoa, o que pode trazer prejuízos para sua rentabilidade.

No entanto, vale ter atenção pois, nessa situação, há o risco de não encontrar alguém interessado em comprar o título de você.

A boa notícia é que, quanto maior o valor investido, melhor o retorno. Geralmente, as maiores taxas são pagas a quem investe a partir de R$50.000 e aceita esperar um prazo longo para fazer o resgate.

Prazos

A LC engloba diferentes prazos. Por isso, pode ser uma aplicação de curto ou longo prazo. De qualquer forma, é oportuno ressaltar que, quanto mais longo o prazo, maiores as chances de conseguir uma boa rentabilidade.

Há, inclusive, opções que apresentam liquidez diária. Nesses casos, você pode retirar a qualquer momento, mesmo que seja bem antes do vencimento combinado. No entanto, como compensação por essa vantagem, a rentabilidade costuma ser menor.

Além do mais, quanto mais distante está a data de vencimento da aplicação, menores serão os valores a serem pagos no Imposto de Renda (IR).

Riscos das Letras de Câmbio — LC

A Letra de Câmbio é considerada como uma das aplicações menos arriscadas do mercado financeiro. Isso porque se trata de um investimento protegido pelo FGC (Fundo Garantidor de Créditos).

O FGC garante a quem investe quantias que vão até R$250.000, por CPF e por instituição.

Sendo assim, se você investiu R$250.000 em uma instituição e R$250.000 em outra, ambas as aplicações estão seguras. Mas, é importante lembrar que o FGC cobre não só o valor do investimento, mas também a rentabilidade que você conseguiu até a eventual quebra da instituição que emitiu o título.

A segurança do FGC funciona também como um incentivo para investir em bancos menores ou financeiras que não são tão famosas, por exemplo.

Fazer esse tipo de aplicação com o auxílio de uma corretora de valores traz muitos benefícios nesse sentido. Afinal, profissionais experientes podem ajudar na escolha da melhor LC para a sua carteira de investimentos.

Invista nos melhores investimentos da Renda Fixa com um clique. Veja agora

Custos e Tributações

Basicamente, a tributação que incide sobre a Letra de Câmbio é a mesma do CDB e do Tesouro Direto: o Imposto de Renda.

Como falamos agora pouco, trata-se de uma tributação regressiva: quanto maior o tempo de investimento, menor será o percentual pago de imposto.

No caso da LC, a taxação é retida na fonte. Desse modo, quando você recebe seu dinheiro de volta, ele já vem com o IR descontado. Isso faz com que você não tenha nenhum trabalho extra ao declará-la. Entenda como funcionam as alíquotas sobre o lucro obtido:

  • LC de até 180 dias: 22,5% de imposto.
  • LC de 181 dias a 360 dias: 20% de imposto.
  • LC de 361 dias a 720 dias: 17,5% de imposto.
  • LC superior a 720 dias: 15% de imposto.

Enfim, sabendo o que é Letra de Câmbio, não fica difícil perceber que ela é uma boa alternativa se você deseja diversificar sua carteira de investimentos. Afinal, ela é uma combinação muito interessante entre rentabilidade e segurança.

Agora que você está por dentro da LC, aproveite para conferir outros investimentos que farão diferença em sua vida financeira. 

Quer aprender tudo sobre renda fixa e Tesouro? Curso grátis