Cadastre-se grátis

Como minerar Bitcoin: descubra o que é e se ainda vale a pena

Quando o assunto é Bitcoin (BTC) muitas pessoas não sabem que dá para adquirir este criptoativo aprendendo como minerar Bitcoin, e se limitam a apenas comprar o ativo.

A mineração é a atividade que faz com que novas moedas de Bitcoin sejam adicionadas à rede e, assim, aumente a oferta deste ativo virtual.

Porém, esse é um processo que requer alguns cuidados e um investimento considerável, uma vez que cada vez mais pessoas e empresas estão focando na mineração de Bitcoin.

Preparamos esse artigo para quem quer saber mais sobre como essa prática funciona e se ela vale a pena. Se esse é o seu caso, boa leitura.

Antes de começar, tenha atenção que a terminologia “criptomoeda” é apenas uma generalização informal e pode ser inadequada, pois sugere que todos os ativos virtuais funcionam como dinheiro, enquanto muitos têm funções diversas e não são necessariamente usados como meio de troca.

O termo “ativos virtuais” é mais preciso e abrangente, refletindo essa diversidade de usos.

O que é minerar Bitcoin?

Para existir um papel-moeda é necessário que instituições como a Casa da Moeda confeccionem o dinheiro. No caso do Bitcoin, a maneira de confeccionar esse criptoativo é através da mineração.

Nesse caso, um computador é colocado à disposição da rede para que ele rode um software da blockchain do Bitcoin e realize a auditoria e a verificação das transações.

Quando há uma validação, o software compila toda a informação em um bloco, adicionado à rede a maioria dela concordar com as informações ali contidas.

Quando um desses blocos é resolvido, o minerador recebe uma quantia de BTC como recompensa por investir energia para a validação das transações na rede.

Como funciona a mineração do Bitcoin?

Agora que já se sabe o que é minerar Bitcoin, chegou a hora de entender um pouco mais de como esse processo de mineração acontece.

Com processadores ligados à rede Bitcoin, eles resolvem problemas matemáticos extremamente complexos e, quando isso é feito com sucesso, um bloco é adicionado à blockchain e o minerador é recompensado.

O bloco nada mais é do que um agrupamento de informações e transações da rede.

Essa adição, por sua vez, ocorre apenas se a maioria da rede concordar que os dados que existem naquele bloco estão corretos. Isso é importante para garantir a confiabilidade de toda a rede.

O que é necessário para minerar Bitcoin?

Para quem aprendeu como minerar Bitcoin e tem interesse nessa atividade, é importante saber que atualmente existem grandes empresas e profissionais especializados em mineração.

Essas empresas constroem as “fazendas de mineração”, grandes galpões onde diversos processadores são instalados para minerar ativos virtuais.

Empresa especializada em minerar Bitcoin

Isso, aliado ao fato de que a recompensa pela mineração está bem menor atualmente, faz com que seja necessário avaliar os custos e benefícios antes de investir dinheiro para minerar esses criptoativos.

Confira a lista do que é necessário para isso:

Hardware para mineração

É possível utilizar um computador pessoal para minerar Bitcoin, porém ele não possui a capacidade de processamento indicada para isso e, em razão disso, pode não gerar tanto retorno.

O mais indicado para quem quer começar a minerar é investir em um hardware ASICs (Application-Specifc Integrated Circuits), que custava a partir de R$14 mil em 2024. Esse equipamento tem alta taxa de processamento e, por isso, gera mais retorno para o minerador.

Fonte de energia adequada

Minerar Bitcoin é um processo que consome muita energia. Por isso, é importante que o minerador possua uma fonte razoável e o custo dessa energia não seja tão caro.

Acessórios e infraestrutura

É importante que o minerador também invista em acessórios e na infraestrutura para que a mineração aconteça. Por exemplo, é importante considerar a manutenção do equipamento e um sistema de refrigeração para não acontecer o aquecimento da máquina.

Software para minerar

Com os equipamentos comprados, será necessário instalar um software para se conectar à rede Bitcoin. Existem várias opções disponíveis para escolher aquele que achar mais adequado.

Qual o retorno do investimento para minerar?

Após realizar todo o investimento necessário e com tudo funcionando, é hora de avaliar o retorno desse investimento e se a mineração está gerando o dinheiro esperado.

As recompensas do Bitcoin são pagas à medida que blocos de códigos são minerados. Porém, essa recompensa não é mais a mesma. Em seu início, a recompensa era de 50 BTCs para cada bloco minerado, porém, esse número foi caindo e, em 2024, ele chegou a 3,125 BTCs.

Essa queda ocorreu por conta do halving, um evento muito importante para o Bitcoin e que acontece quando 210 mil blocos são minerados, geralmente a cada 4 anos. Quando ele acontece, a recompensa é reduzida para a metade.

Além disso, tudo o que envolve este ativo virtual não possui garantia de retorno. Por isso, essa é uma atividade arriscada.

Vale a pena minerar bitcoin hoje?

A resposta para essa pergunta é variável, mas é seguro dizer que para os investidores comuns, ou seja, a grande maioria das pessoas, essa atividade não valerá a pena.

Atualmente a mineração do Bitcoin está muito mais competitiva em razão das fazendas de mineração, o que tornou a disputa muito acirrada. Além disso, com a diminuição da recompensa para os mineradores, essa atividade é inviável para usuários comuns do Bitcoin.

Invista em criptoativos com a Toro Investimentos

Agora, investidores com perfil adequado podem diversificar sua carteira investindo em criptoativos com a segurança de uma corretora de valores de verdade.

Além de negociar os ativos com maior liquidez do mercado, você contará com o suporte de uma corretora de alto padrão certificada pela B3, Anbima, Banco Central e Comissão de Valores Mobiliários.

Entre na lista de espera para ser um dos primeiros a investir com a Toro.

⚠️ Importante: os ativos virtuais citados neste artigo não são recomendações de compra nem expressam necessariamente a opinião dos Analistas da Toro Investimentos. Este conteúdo é apenas educacional.