O After Market começou em 1991, na Bolsa de Nova York, com o intuito de aumentar a competitividade e as negociações entre investidores. No Brasil, esse horário pós-pregão foi adotado como uma maneira de oferecer um período extra para investidores que não conseguem acompanhar o mercado no horário comercial.

Mas você sabe quais são os prós e contras de operar no After Market? Como funciona e quem pode participar? 

Continue a leitura e saiba quais são as regras, o horário de negociação e tire dúvidas sobre essa estratégia de negociações na Bolsa de Valores.

Veja onde investir na Bolsa hoje

Invista nas melhores oportunidades da Bolsa com poucos cliques Veja grátis agora

O que é After Market?

A tradução literal de After Market é “pós-mercado”, ou seja, é um período extra para negociar ativos na Bolsa de Valores depois do fechamento do pregão. Essa prática é comum entre pequenos e médios investidores, que não têm uma vasta experiência no mercado financeiro.

Como vimos, teve início em 1991, mas continua até hoje, tanto no Brasil quanto em outras bolsas estrangeiras. Ele é voltado especialmente para investidores que não conseguiram realizar operações no horário comercial, normalmente entre 10h e 17h. 

Portanto, após o encerramento do pregão, as negociações são liberadas novamente por um período curto, geralmente de 30 minutos, segundo o horário oficial da B3.

Assim, quem não conseguiu acompanhar as movimentações da Bolsa no horário comercial, pode aproveitar esse tempo para acertar movimentos errados, consolidar algumas posições e ajustar o saldo para o próximo dia. 

Na tabela abaixo, confira os principais horários das negociações na Bolsa de Valores brasileira:

Mercado Pré-Abertura Negociação Fechamento After Market
Mercado à vista 09:45 - 10:00 10:00 - 16:55 16:55 - 17:00 17:30 - 18:00
Fracionário 09:45 - 10:00 10:00 - 16:55 16:55 - 17:00 17:30 - 18:00
Mercado a termo - 10:00 - 17:25 - 17:30 - 18:00
Mercado de Opções 09:45 - 10:05 10:05 - 16:55 16:55 - 17:15 -
Bovespa Mais - Todos os ativos 09:45 - 10:00 10:00 - 16:55 16:55 - 17:00 17:30 - 18:00
BDRs 09:45 - 10:00 10:00 - 16:55 16:55 - 17:00 17:30 - 18:00
Fundos de Investimentos 09:45 - 10:00 10:00 - 16:55 16:55 - 17:00 17:30 - 18:00
ETFs de Renda variável 09:45 - 10:05 10:05 - 16:55 16:55 - 17:15 17:30 - 18:00
ETFs de Renda Fixa 09:45 - 10:00 10:00 - 16:55 16:55 - 17:00 17:30 - 18:00
Mercado de balcão organizado - Todos os ativos 09:45 - 10:00 10:00 - 16:55 16:55 - 17:00 17:30 - 18:00
Opções sobre Índice de Ações 09:45 - 10:00 10:05 - 16:50 16:55 - 17:15 -

Fonte: B3

Vale ressaltar que bolsas estrangeiras têm horários diferentes e podem sofrer alterações por conta do horário de verão, por exemplo. 

Continue a leitura para saber quais são as regras para operar no pregão depois das 17h.

Aprenda a dominar a Bolsa com aulas gratuitas

Quer aproveitar o melhor da Bolsa todos os dias como um profissional? Aprenda com os experts da Toro

Quais são as regras para operar no After Market?

Apesar de existir essa pequena janela de tempo liberada para operar na Bolsa, nem todos os ativos são permitidos.

A seguir, veja quais são as regras para negociar no After Market:

  • Não é permitido negociar derivativos (como o mercado de Opções), apenas ativos à vista e commodities.
  • Há um limite máximo para negociação no After Market, cujo valor é de R$900 mil por pessoa física.
  • Caso o ativo não tiver sido negociado durante o pregão no horário comercial, ele não poderá ser disponibilizado no After Market.
  • A oscilação de ativos não pode ultrapassar a margem de 2%, para mais ou para menos. Além disso, os ativos negociados devem pertencer a algum índice oficial, como o Ibovespa, IBX-100 ou IBX-50.


Essas restrições existem para impedir que investidores com muito dinheiro influenciem o mercado para benefício próprio.

Agora que você já sabe o que é After Market e quais são as principais regras, vamos conferir as vantagens e desvantagens de operar após o horário oficial do pregão.

 

Quais são as vantagens e desvantagens do After Market?

No mercado financeiro, existem diversas estratégias, modalidades de investimentos e negociações ocorrendo o tempo todo. E cada uma delas possui vantagens e desvantagens, certo? Com o After Market não é diferente.

Nesse contexto, listamos alguns prós e contras de negociar nesse curto período. Confira abaixo:

Vantagens

  • Negociar com novas informações: poder negociar após o fechamento normal do mercado permite que você reaja rapidamente a notícias de última hora ou novas informações antes da abertura do mercado do dia seguinte.
  • Oportunidades de preços: embora a volatilidade seja limitada após o horário comercial, você pode encontrar alguns bons preços durante esse período. Lembrando que nenhuma ação pode oscilar mais do que 2% em relação ao preço de fechamento no pregão regular.
  • Conveniência: investidores podem preferir negociar fora dos horários de pico, e o After Market oferece essa flexibilidade.
  • Segunda chance: ao operar fora do horário padrão, você tem uma segunda chance para realizar correções, consolidar o saldo etc.

Desvantagens

  • Menor liquidez: há muito mais traders durante o horário normal do pregão. Então, nas negociações após o expediente da Bolsa, o volume é bem menor, o que pode ser mais difícil para lucrar. Por conta da liquidez restrita, não há grandes oscilações no preço, ficando muito próximo do valor de fechamento.
  • Spreads amplos: um volume de negociação menor pode resultar em um amplo spread, isto é, uma grande diferença entre preço de compra e de venda de uma ação, título ou outro ativo. Portanto, pode ser complicado executar um pedido com um bom valor.
  • Maior concorrência: embora pequenos investidores façam negociações no After Market, eles ainda precisam competir com grandes investidores, que têm acesso a mais recursos. 
  • Volatilidade: as negociações no After Market são menores em comparação com as que acontecem durante o horário regular. Então, é mais provável que as flutuações de preços sejam maiores nas negociações após o expediente.
  • Restrição de ativos: os ativos de Renda Fixa e Opções não estão disponíveis para negociação nesse horário.

Agora que você conhece os prós e contras, entenda como você pode realizar as negociações no After Market.

Evaristo costa na toro investimentos

Como operar no curto período após o pregão?

É bem simples realizar operações no After Market. Funciona da mesma forma que as negociações normais da Bolsa de Valores: basta ter uma conta em uma corretora de valores.

O importante é respeitar as regras, utilizar o tempo delimitado pela B3 e não ultrapassar o valor de R$900 mil por CPF. 

Tudo pode ser feito normalmente pelo home broker, pela mesa de operações ou por plataformas operacionais. 

Aqui na Toro, você tem acesso às melhores plataformas 100% gratuitas e com Corretagem Zero.

Com as plataformas adequadas, você consegue fazer as melhores negociações de acordo com o seu perfil de investidor e obter resultados satisfatórios na Bolsa, de maneira gratuita e 100% segura.

Então, se você quer operar no After Market com as melhores ferramentas do mercado, o primeiro passo é fazer como o Evaristo Costa e abrir sua conta grátis. Veja como é fácil:

Aproveite o melhor do mercado com plataformas profissionais Acesse grátis e escolha a sua