O Boletim da Temporada de Balanços do 4T21 da Toro Investimentos traz para você, semanalmente, quem se destacou no último trimestre contábil e quais são as perspectivas para o longo prazo destas companhias, segundo nosso time de experts.

▶️Palavra do especialista
 

Quer entender com mais detalhes os resultados dessas empresas no 4º trimestre de 2021, o fechamento do ano passado e as perspectivas delas para o futuro? 

Os experts da Toro, João Freitas e Lucas Carvalho, comentaram os destaques da 2ª semana da temporada de balanços. 

Confira, no vídeo acima, o papo em que os especialistas destacam os principais pontos dos números apresentados por cada empresa:

Torocast especial: Podcast dos resultados

Agora, se você quiser acompanhar as opiniões dos nosso especialistas sobre os resultados de Banco do Brasil, BTG, PetroRio e Weg em áudio, o nosso podcast também já está no ar no Spotify:


Para as análises dos balanços de Carrefour e EDP Energias do Brasil, confira as pílulas em áudio no decorrer deste conteúdo. 

Em 2022, invista como um especialista de mercado Veja os ativos selecionados  para vencer este ano

⭐Destaques da temporada de balanços


Todas as semanas, os Analistas da Toro Investimentos comentam os resultados das principais empresas da Bolsa de Valores. Desta vez, as empresas com balanços do 4º tri analisados são: Banco do Brasil, Carrefour, PetroRio, Weg, BTG Pactual e Gol Linhas Aéreas.

1. Banco do Brasil (BBAS3)

O Banco do Brasil reportou o seguinte resultado na divulgação do balanço do 4º trimestre de 2021:

Resultado 4T21 Resultado 4T20 Variação (%)
Lucro líquido de R$ 5,352 bilhões Lucro líquido de R$ 3,199 bilhões +67,3%


🔑 Pontos-chave para entender o resultado: 

  • O resultado foi influenciado pelo desempenho oriundo das receitas de prestação de serviços que cresceram 5,2%, além da redução de 22,3% em risco legal.
  • No acumulado do ano, o BB apresentou lucro líquido ajustado de R$21 bilhões, alta de 51,4% ante o ano anterior. 
  • Em dezembro de 2021, o banco tinha um índice de Basileia de 17,76%, menor valor quando comparado com o trimestre anterior (19,34%) e com dezembro de 2020 (21,14%).

Por fim, o Banco do Brasil destaca que o resultado anual deve-se, principalmente pela "a  estabilidade das despesas administrativas, a redução da PCLD ampliada em 40,2% e aumento da margem financeira bruta e das receitas de prestação de serviços em 4,9% e 2,2% respectivamente. O RSPL anualizado alcançou 15,8%".

2. BTG Pactual (BPAC11)

O BTG Pactual reportou o seguinte resultado na divulgação do balanço do 4º trimestre de 2021:

Resultado 4T21 Resultado 4T20 Variação (%)
Lucro líquido de R$ 1,794 bilhão Lucro líquido de R$ 1,258 bilhão +60%%


🔑 Pontos-chave para entender o resultado: 

  • O banco reportou um trimestre com lucro líquido recorde impulsionado pela forte geração de receita e alta alavancagem operacional.
  • As receitas totais também foram recorde ao atingir R$3,489 bilhões no 4T21 e R$ 13,901 bilhões no acumulado do ano. Já o lucro líquido somou R$ 6,493 bilhões no ano (+69%).
  • Em receita por área de negócio, houve aumento de 74% no Investing Banking; 63% no Corporate Lending; e 38% no Sales & Trading.

O BTG ainda celebrou a marca de R$ 64 bilhões em Net New Money, R$326 bilhões no acumulado do ano. Já nas perspectivas para este ano, o banco espera mudanças no mix de receitas em um cenário de aumento dos juros e novos fortes crescimentos de lucro e receita, bem como se beneficiar dos investimentos realizados nos últimos anos.

3. Carrefour (CRFB3)

O Carrefour reportou o seguinte resultado na divulgação do balanço do 4º trimestre de 2021:

Resultado 4T21 Resultado 4T20 Variação (%)
Lucro líquido ajustado de R$ 766 milhões Lucro líquido ajustado de R$ 886 milhões -13,5%


🔑 Pontos-chave para entender o resultado: 

  • Houve crescimento nas vendas brutas em quase 4% ante 2020 e +29% ante 2019, ao chegar a R$22,8 bilhões.
  • No operacional, o Ebitda ajustado subiu 1,4% contra o ano passado e +19,9% ante 2019, totalizando R$1,8 bilhão.
  • Grande parte das receitas vieram do Atacadão (73%), que subiram mais de 6%. O lado negativo veio da queda das receitas do Carrefour varejo que compõe o restante da receita da rede. 

O Carrefour ainda destacou o peso do momento inflacionário no período de análise e a decisão de congelar os preços dos seus produtos de marca própria para manter o poder de compra do consumidor. Além disso, a administração celebrou o fechamento da aquisição do grupo BIG esperado até junho, o que deve contribuir para seus resultados de crescimento em 2022 com um aumento de 15% em sinergias.

Speaker High Volume on WhatsApp 2.21.16.20Palavra de especialista – ouça o comentário do Analista de Investimentos da Toro, Lucas Carvalho, sobre os resultados do Carrefour:


4. EDP Energias do Brasil (ENBR3)

A Energias do Brasil reportou o seguinte resultado na divulgação do balanço do 4º trimestre de 2021:

Resultado 4T21 Resultado 4T20 Variação (%)
Lucro líquido de R$ 809,048 milhões Lucro líquido de R$ 699,973 milhões +15,6%


🔑 Pontos-chave para entender o resultado: 

  • No acumulado de 2021, o lucro líquido subiu 43,2%, totalizando R$ 2,159 bilhões e, no operacional, houve alta de 40% no Ebitda ajustado, totalizando R$3,530 bilhões.
  • Houve crescimento na transmissão com a aquisição da EDP Goiás (ex CELG-T) e o segmento core da empresa - a distribuição - também apresentou crescimento orgânico.
  • A empresa também destaca a aquisição do 1º parque solar (Monte Verde Solar) entre os principais investimentos.

No release dos resultados, o CEO da empresa, João Marques da Cruz, afirmou que "a efetividade destas entregas só foi possível com alta eficiência, dado o cenário macroeconômico de inflação acelerada e debilitação de nossos fornecedores". Por fim, a empresa também celebrou a alta de 13% nas suas ações no ano passado, enquanto o Ibovespa caiu quase 12%. 

Speaker High Volume on WhatsApp 2.21.16.20Palavra de especialista – ouça o comentário do Analista de Investimentos da Toro, João Freitas, sobre os resultados da EDP:


5. PetroRio (PRIO3)

A PetroRio reportou o seguinte resultado na divulgação do balanço do 4º trimestre de 2021:

Resultado 4T21 Resultado 4T20 Variação (%)
Lucro líquido de R$ 894,28 milhões Lucro líquido de R$ 675,82 milhões +32%


🔑 Pontos-chave para entender o resultado: 

  • A receita líquida de R$4,4 bilhões foi a maior já registrada na história da companhia, favorecida também pela alta do câmbio e da disparada do petróleo no trimestre.
  • O preço médio de venda saiu de US$46,26 no 4º tri de 2020 para US$81,19 no 4T21, uma alta de quase 80%. 
  • O resultado também é fruto da redução de seus custos operacionais, uma vez que o Ebitda ajustado de R$ 1,2 bilhão no 4T21 subiu 166% ante o 4T20.
  • O lifting cost (custo de extração do petróleo) também bateu recorde e foi o menor já registrado pela PetroRio: US$11,8.

Outros números comemorados pela empresa foram os de 11 milhões de barris vendidos e recorde de produção média de 31,6 Mboepd (mil barris de equivalentes de petróleo por dia). No ano passado, a PetroRio também realizou um follow-on de US$400 milhões, reduzindo a alavancagem da companhia. 

6. Weg (WEGE3)

A Weg reportou o seguinte resultado na divulgação do balanço do 4º trimestre de 2021:

Resultado 4T21 Resultado 4T20 Variação (%)
Lucro líquido de R$ 874,055 milhões Lucro líquido de R$ 742,229 milhões +17,8%


🔑 Pontos-chave para entender o resultado: 

  • A Receita Operacional Líquida (ROL) foi de R$ 6,54 bilhões no 4T21, 33,7% superior ao 4T20 e
    5,5% superior ao 3T21.
  • O lucro medido pelo Ebitda saltou 43,2% no comparativo de 12 meses, alcançando a cifra de R$4,678 bilhões. 
  • A alta do dólar também favoreceu as receitas no mercado externo que aumentaram 33,3% quando comparado com o 4T20.

A empresa ainda chama atenção para a continuidade da recuperação econômica mundial que contribuiu para o crescimento das receitas no trimestre e para o aumento da demanda por equipamentos industriais em diversas regiões. Por fim, a companhia ressalta ainda os presentes desafios da cadeia de suprimentos global e pressão no custo dos produtos vendidos.

Tear-Off Calendar on Google Agenda de balanços do 4T21
 
Confira quais empresas da Bolsa de Valores publicam resultados do 4º trimestre na semana que vem:
 
Empresa Data
Blau Farmacêutica 21/02
CSN Mineração
Sendas Distribuidora 
3R Petroleum 22/02
SulAmérica
Rede D'Or
Telefônica
BRF
Raia Drogasil
Localiza
Banco Inter 23/02
Gerdau
Pão de Açúcar
Tim
Minerva
Eletrobras
Petrobras
Ultrapar
Ambev 24/02
Fleury
Vale
Americanas
IRB Brasil
Braskem
Quais são os melhores investimentos para 2022?  Clique aqui e veja os ativos  selecionados por especialistas
🔎Por que acompanhar os resultados trimestrais?


Independentemente se você investe para o curto ou para o longo prazo, os resultados trimestrais das empresas listadas na Bolsa fornecem valiosos indicadores sobre o momento atual das companhias e sua expectativa de crescimento no futuro.

Se você é acionista de uma empresa de capital aberto e investe para o longo prazo, é o momento de avaliar o desempenho apresentado, fazer a leitura da atualização dos múltiplos na Análise Fundamentalista, estudar o crescimento da companhia e observar como ela performa frente às suas concorrentes.

Já se você opera no curto prazo, estar por dentro dos balanços trimestrais é fundamental para compreender como o mercado vai interpretar os resultados reportados, seja eles acima, em linha ou abaixo das expectativas dos investidores.

Quais são os melhores investimentos para 2022?  Clique aqui e veja os ativos  selecionados por especialistas


nerd-face_1f913Quem são os especialistas da Toro? 

Conheça os Analistas de Investimentos da Toro que comentam os balanços das empresas nesta temporada:
 
Foto-lucas-redondoLucas Carvalho –Analista de Investimentos com certificações CNPI-Pleno, CFG, CGA e CGE. Tem experiência na área financeira e mercado de capitais, com foco em análises de longo prazo, valuation e cenário econômico. É formado em Economia pela PUC Minas, pós-graduado em Gestão de Negócios e possui MBA em Finanças pelo IBMEC.

 
Foto-joao-redondoJoão Freitas –Analista de Investimentos com certificação CNPI-P e PQO operações. Tem experiência na área financeira e mercado de capitais, com foco em análise e planejamento de carteiras de FIIs e mercado internacional. Formado em Administração de Empresas pela PUC Minas e em Gestão Financeira pelo UniBH, possui mais de 5 anos de experiência com investimentos e atua na Toro Investimentos desde 2018. 
 
Que tal um plano de investimentos personalizado para você? Clique aqui e  invista com ajuda de experts