A capitalização de mercado (Market Cap) é um termo extremamente importante usado em Wall Street e na B3. Embora muitas vezes se ouve nas notícias e nos manuais de finanças, poucos investidores sabem o que é a capitalização na Bolsa ou como ela é calculada.

Inclusive, esse é um conceito realmente muito fácil e intuitivo. Depois de conhecer os detalhes da capitalização de mercado, você pode começar a usá­-la quando for montar sua própria carteira de investimentos.

Vamos aprender um pouco mais? 

Aprenda a investir grátis ao lado de experts.

Aprenda a investir melhor e invista em você Comece grátis agora

O que é capitalização de mercado (Market Cap)?

A capitalização de mercado, ou Market Cap, é a quantidade de dinheiro que custaria se você fosse comprar todas as ações emitidas de uma empresa ao preço atual de mercado.

Então, o cálculo será:

 Valor da ação x Número de ações existentes = Market Cap

Para exemplificar, considere que em 2022 a Coca­-Cola tem 4.335.473.308 ações em circulação e a ação fechou em US$65. Se você quisesse comprar cada papel da Coca­-Cola no mundo, isso lhe custaria:

4.335.473.308 ações x US$65 = US$281.805.765.020. 

Logo, as pessoas referem-­se à capitalização de mercado da Coca-­Cola como US$282 bilhões (valor aproximado).

No entanto, os preços das ações mudam todos os dias. Então, o resultado do Market Cap não é um valor fixo.

Se uma empresa cresce muito rápido, por exemplo, os preços das ações vão subir, certo? Como resultado, a capitalização de mercado também aumenta. 

Além disso, se uma empresa recomprar suas ações, há um impacto no Market Cap. Emitindo mais ações, os papéis em circulação aumentam, alterando o valor da capitalização de mercado.

New call-to-action

Quais são as ações que pagam os maiores dividendos do Brasil? Acesse grátis e embolse o lucro de grandes empresas

Porque o Market Cap é um conceito tão importante? 

A resposta é simples: porque ele permite que investidores entendam o tamanho relativo de uma empresa em relação a outra.

Por exemplo: em 2022, a AutoZone, uma varejista de autopeças, é negociada a US$2.174 por ação. No entanto, o Market Cap da empresa é de US$43.191 bilhões.

Apesar de ter um preço das ações bem maior do que a Coca­-Cola, a AutoZone é, na verdade, apenas 15% o tamanho da gigante do refrigerante. 

Esse tipo de detalhe faz toda a diferença na hora de entender como funciona a capitalização de mercado. Se você está montando sua carteira de ações e procurando ativos que estejam de acordo com o seu perfil, entender a fórmula do Market Cap é um boa alternativa. 

Para aprender a montar uma carteira de ações e aumentar suas chances de sucesso, assista ao vídeo com Stefany Oliveira, nossa Analista de Investimentos:

Quais são as melhores ações para investir hoje? Acesse grátis e descubra

Quais são os impactos da capitalização de mercado?

Existem algumas desvantagens na hora de utilizar a capitalização de mercado como único guia para considerar o tamanho da empresa. 

A maior delas é que a capitalização de mercado não leva em consideração a dívida de uma empresa. 

Vamos continuar com o exemplo da Coca-Cola: além de ter US$282 bilhões em valor de mercado, considere que a empresa também possui US$20 bilhões em dívidas.

Então, se você fosse comprar cada uma das ações da Coca-­Cola, você seria dono da empresa, mas também seria responsável pelos US$20 bilhões em dívidas. Assim, o "verdadeiro" preço de compra seria de:

US$282 bilhões + US$20 bilhões = US$302 bilhões.

Este valor é conhecido como o valor da firma. Porém, existem alguns outros fatores que determinam as diferenças entre valor de capitalização de mercado e o valor da empresa. Continue a leitura para entender melhor a diferença entre esses termos.

Qual é a diferença entre valor da empresa e capitalização de mercado?

Embora os conceitos sejam parecidos, existem algumas particularidades entre o Market Cap e o valor real de uma companhia. 

A capitalização é, na verdade, o valor de mercado do patrimônio de uma empresa. O cálculo é baseado somente em patrimônio líquido, desconsiderando o valor de dívidas, como já citamos anteriormente.

Porém, para conhecer o verdadeiro valor de uma firma, o cálculo é diferente. Logo, é necessário considerar alguns fatores, como:

  • Dívidas.
  • Caixa da empresa.

Logo, a capitalização de mercado é uma boa opção para ter uma visão relativa, mas não pode ser considerada uma métrica exclusiva para entender o valor total de uma empresa.

Aprenda a dominar a Bolsa com aulas gratuitas

Faça o curso completo de como ganhar dinheiro na Bolsa Acesse grátis agora

Como usar a capitalização de mercado para construir uma carteira de investimentos?

Vários investidores profissionais dividem seus portfólios de mercado por tamanho de capitalização da empresa. 

Muitos acreditam que esta abordagem permite tirar vantagem do fato de que as empresas menores têm, historicamente, crescido mais rápido, mas as empresas maiores têm mais estabilidade e pagam dividendos maiores.

A seguir, veja um resumo das categorias de capitalização de mercado.

Mega Caps

As Mega Caps são empresas com Market Cap superior a US$50 bilhões. Por ser um valor altíssimo, geralmente são organizações de reconhecimento internacional, que podem influenciar o mercado global.

É importante ressaltar, contudo, que a classificação pode variar de acordo com a economia e o tamanho do país. Logo, não existe uma regra geral, mas um consenso entre especialistas. 

Ações Mega Caps são negociadas no mundo todo, incluindo a B3. Entre alguns exemplos, podemos citar as gigantes da tecnologia, como:

  • Apple (AAPL34).
  • Meta (FBOK34).
  • Google (GOGL34).

Blue Chips

A categoria Blue Chips (ou Large Caps) engloba as empresas com maior valor de mercado na Bolsa de Valores. As ações das empresas desse grupo são muito procuradas e têm liquidez alta.

Em média, as empresas Blue Chips têm Market Cap entre US$10 bilhões e US$50 bilhões. Entre as Blue Chips mais conhecidas do Brasil, estão:

  • Petrobras (PETR4).
  • Ambev (ABEV3).
  • Vale (VALE3). 

Middle Caps (Mid Caps)

Middle Caps, ou Mid Caps, como o próprio nome indica, são empresas com valor de mercado intermediário, isto é, “no meio-termo”. Não são grandes como as Blue Chips, mas estão acima das Small Caps.

Geralmente, a capitalização de mercado dessas empresas varia entre R$2 bilhões e R$10 bilhões.

Para quem negocia volumes menores no Day Trade, é uma alternativa interessante. Confira alguns exemplos de companhias Middle Caps:

  • Cyrela (CYRE3).
  • Embraer (EMBR3).
  • MRV (MRVE3).

Small Caps

As Small Caps têm um bom potencial de crescimento e rentabilidade, o que agrada muitos investidores. Alguns experts consideram que ações small caps têm valor de mercado entre R$300 milhões e R$2 bilhões.

No Brasil, existem muitas delas, porém algumas conhecidas são:

  • Arezzo (ARZZ3).
  • Multiplan (MULT3).
  • Odontoprev (ODPV3).

Para entender mais sobre Small Caps, não perca o vídeo com nosso Analista de Investimentos Lucas Carvalho, que explicou como funcionam essas ações:

Veja como montar uma carteira diversificada com ajuda de experts Assista aulas grátis

Agora que você conhece a importância da capitalização de mercado, você pode utilizar esse cálculo durante suas análises de investimentos.

Quais empresas estão se valorizando? Como está o mercado de ações? Qual é o desempenho de determinada companhia ao longo do tempo? Levar essas questões em consideração pode ajudar bastante na hora de decidir entre Blue Chips, Mid e Small Caps, por exemplo.

O Market Cap é uma opção viável para entender o valor relativo de uma empresa. Por isso, não esqueça de utilizar esse indicador na hora de diversificar seus investimentos.

Conte com a Toro para ajudar você a investir na Bolsa de Valores de um jeito simples e prático. Se você ainda não tem uma conta, faça o seu cadastro gratuito e comece agora mesmo!

Invista pela Toro e faça seu dinheiro trabalhar por você.

O jeito mais fácil de investir é na Toro Cadastre-se grátis e comece agora mesmo