Atualmente, estão surgindo muitas opções de banco de investimento no Brasil. Mesmo assim, nem todo mundo sabe ao certo qual é o papel dessas instituições no mercado. Afinal, será que elas são boas opções para investir?

Foi pensando nisso que criamos este post. Aqui você descobrirá o que é banco de investimento e quais são as principais operações realizadas por eles. Além disso, também mostraremos vamos entender as diferenças para os bancos tradicionais e outras informações úteis sobre esse tema.

O que é banco de investimento

Bancos de investimentos são instituições financeiras privadas. Elas permitem que pessoas físicas ou jurídicas apliquem dinheiro em diversas modalidades, como CDB, Letras de Crédito, Letras de Câmbio, ações e afins.

Acontece que eles são um pouco diferentes dos bancos tradicionais, porque são voltados exclusivamente para o universo dos investimentos. Por isso, nem conta corrente eles costumam oferecer, por exemplo.

Os bancos de investimentos são regulados como sociedades anônimas. São obrigados também a trazerem a expressão “Banco de Investimento” em sua denominação social. De acordo com o Banco Central do Brasil, que é responsável por regulamentá-los, eles são especializados nas seguintes operações:

  • Participação societária de caráter temporário.
  • Financiamento de atividades produtivas.
  • Administração de recursos de terceiros.

Dessa forma, eles atuam como intermediários financeiros, facilitando a conexão entre as pessoas que querem investir e as que tomam empréstimos. Ou seja, se você tem um capital sobrando e está pensando em investir, eles podem ser uma alternativa.

 Aprenda a criar o seu futuro com investimentos. Curso grátis

Como funciona os bancos de investimento

Agora que você já sabe o que é um banco de investimento, você provavelmente está se perguntando como funciona esse tipo de instituição, não é mesmo?

Banco de investimento no Brasil tem algumas possibilidades e limitações específicas. Isso quer dizer que eles não funcionam como os bancos comuns.

Os bancos de investimento, como o próprio nome já entrega, são especializados em operações de investimento. Por isso, não recebem depósitos em conta nem realizam outras atividades como os bancos tradicionais. Eles levantam seus recursos das seguintes maneiras:

  • Depósitos a prazo.
  • Repasses de recursos externos e internos.
  • Venda de cotas de fundos de investimento.

Parece complicado à primeira vista, né? Apesar disso, não é tão difícil de entender. Em outras palavras, quando você investe por esses bancos, eles conseguem levantar fundos e podem emprestar esse dinheiro para outras pessoas.

Você, é claro, pode ter bons rendimentos com isso. Tudo depende do título escolhido e dos objetivos que você espera alcançar com as aplicações realizadas.

Portanto, podemos dizer que o papel desses bancos é apoiar e facilitar as mais variadas formas de investimento — da emissão de debêntures à abertura de capital na Bolsa de Valores, por exemplo.

Principais operações dos bancos de investimento

As atividades de banco de investimento variam bastante. Como vimos nos tópicos anteriores, esses bancos lidam com diferentes modalidades de aplicação.

A tomada de recursos geralmente acontece pela emissão Certificados de Depósitos Bancários (CDB) e Recibos de Depósitos Bancários (RDB). Além disso, também são feitas vendas de títulos e cotas em fundos de investimento.

Os bancos de investimento ainda podem oferecer os seguintes serviços:

  • Financiamento de atividades relacionadas à produção para suprimento de capital.
  • Operações com participação societária.
  • Assessoria financeira.
  • Administração de capital de terceiros.
  • Empréstimos de médio e longo prazo.
  • Aquisição de valores e títulos mobiliários.
  • Emissão de títulos.
  • Operação de Subscrição de Ações ou IPO.
  • Emissão de debêntures.
  • Administração e venda de cotas de fundos de investimentos.
  • Depósitos interfinanceiros.
  • Repasses de empréstimos externos.

Banco de investimento e banco comercial - veja a diferença

A essa altura do post, uma dúvida ainda permanece: quais são as diferenças que existem entre bancos de investimentos brasileiros e os outros bancos?

Banco comercial

Um banco comercial oferece outras possibilidades em relação ao banco de investimento. Ele pode ser público ou privado. Seu objetivo é levantar recursos para financiar a indústria, o comércio, a prestação de serviços e as pessoas físicas. O foco é a captação de depósitos à vista — que nada mais é do que a famosa conta corrente.

Bancos múltiplos

Há também os bancos múltiplos, que são as instituições mais comuns no Brasil. Eles são aqueles bancos tradicionais, nos quais geralmente as pessoas possuem conta corrente e também uma Poupança. Recebem esse nome porque dispõem de duas carteiras: uma comercial e outra de investimentos. Isso pode ser notado quando você vai resolver algum problema na sua conta corrente e seu gerente oferece algum título para você investir, por exemplo.

Portanto, só é possível investir dinheiro através de um banco se ele for de investimentos ou múltiplo. Saber se esse é o melhor caminho para fazer seu dinheiro render depende muito de suas necessidades e perfil. Sendo assim, analise bem todas as opções antes de fazer a sua escolha, ok?

Aprenda a criar o seu futuro com investimentos. Curso grátis

A história do banco de investimento

Os bancos de investimento surgiram após a crise da Bolsa de Nova York, em 1929. Nessa época, ocorreu uma separação dos bancos por lei nos Estados Unidos.

As mudanças foram feitas para proteger os depósitos dos correntistas em um lugar à parte. Foi assim que os bancos comerciais se separaram dos de investimentos.

No Brasil, essa diferenciação foi regulamentada alguns anos depois, na década de 1960. O período ficou marcado por diversas reformas no sistema financeiro do país como um todo.

Onde investir: banco de investimento ou corretora de valores?

Afinal, onde investir? Será que os bancos de investimentos são boas opções? Vale mais a pena aplicar por meio de uma corretora de valores? Essas são dúvidas frequentes que surgem na cabeça de quem investe.

Nesse caso, as corretoras se mostram como as melhores alternativas, porque oferecem uma maior diversidade de investimentos: LCI e LCA, CDB, Tesouro Direto, ações na Bolsa, contratos futuros, e assim por diante.

É claro que existe a possibilidade de investir bem através de um banco de investimento online. No entanto, uma corretora pode fazer mais por você, já que ela tem mais variedade para compor a sua carteira de investimentos. E isso é uma vantagem importante.

Afinal, diversificar as aplicações é essencial para se aproximar de resultados mais satisfatórios e aumentar a segurança do seu dinheiro.

Além disso, as boas corretoras de valores têm equipes de especialistas qualificados para entender qual é seu perfil e os objetivos que você quer alcançar investindo.

Aprenda a investir na Bolsa de Valores em menos de 1 hora. Assista grátis



Artigos relacionados: