As ações de seguradoras disponíveis na Bolsa de Valores (B3) são: BB Seguridade (BBSE3), Caixa Seguridade (CXSE3), IRB Brasil (IRBR3), Porto Seguro (PSSA3) e SulAmérica (SULA11). O setor é reconhecido entre os investidores pelo pagamento de altos dividendos.

Você, muito provavelmente, já contratou ou ainda tem contratado algum tipo de seguro, não é mesmo? Pense bem: seu carro, casa, seguro de vida, aparelhos eletrônicos, o seguro de uma viagem, um plano de saúde, odontológico...

Os produtos das seguradoras estão presentes nas vidas da maioria das pessoas.

E se você pudesse ser sócio das empresas que vendem esses produtos? É isso que vamos abordar no artigo de hoje. Você vai conhecer quais são as principais ações de seguradoras de empresas listadas na Bolsa de Valores, suas características e as vantagens de investir nesse setor. Leia até o final e descubra como ganhar com esse investimento!

Nova call to actionAproveite o jeito mais fácil de investir agora mesmo Faça seu cadastro grátis na Toro

Como é o setor de seguros no Brasil?

Antes de apresentarmos as empresas do setor de seguros listadas na Bolsa, falemos um pouco mais sobre esse ramo. O segmento se caracteriza pela sua forte arrecadação de recursos e alocação em garantias de risco.

Dados da CNSeg (Confederação Nacional das Seguradoras), mostram que a arrecadação total do mercado segurador no Brasil já se aproxima dos R$ 500 bilhões anuais.

Arrecadação do setor de segurosFonte: CNSeg

Ou seja, observamos um mercado em pleno crescimento, batendo recorde de arrecadação mesmo em ano de pandemia. Por falar na crise causada pela pandemia, o setor de seguros é um dos que mais rápido tem se recuperado.

SAIBA MAIS:
• Ações do setor de varejo: veja as melhores empresas varejistas da B3
• Empresas de commodities: você conhece as ações listadas na Bolsa?
• Ações de shoppings: em quais empresas investir?

No primeiro semestre de 2021, outro levantamento mostrou que o mercado de seguros brasileiro cresceu 19,8% em comparação com o segundo semestre de 2019, antes da pandemia. Os segmentos que mais cresceram foram vida e previdência, danos e responsabilidades e títulos de capitalização.

Além do mais, números indicam que o setor responde por mais de 170 mil empregos e garantias de risco que somam mais de R$1,2 trilhão.

Por último, a tecnologia também está mudando como os consumidores passam a pesquisar, cotar e adquirir seguros. Em outras palavras, a transformação digital também está chegando ao consumo de produtos de seguradoras e tanto o setor quanto as empresas precisam estar preparadas para isso.

Vale a pena investir em empresas do setor de seguros?

Ao incluir ações de empresas do setor de seguros na sua carteira de investimentos, você amplia a diversificação de ações do ramo financeiro e tem a possibilidade de ser sócio das melhores seguradoras do Brasil.

Esse é um setor que atrai investidores pela forte geração de caixa, sólido crescimento e políticas de pagamentos de dividendos altos.

O lucro das seguradoras vem justamente do que elas recebem pela venda dos seguros menos o que elas têm de pagar de prêmios (quando alguém aciona o seguro).

Além disso, o dinheiro que tem em caixa pode estar aplicado em produtos financeiros do mercado, como Renda Fixa e/ou Variável, aumentando a receita financeira e a lucratividade.

Dadas as características de consumo modernas, é impensável viver sem um seguro para o carro, casa ou empresa, além de ter bons planos de saúde e odontológicos, bem como produtos de previdência. 

Ou seja, esse tipo de empresa tem um mercado em potencial enorme e com consumidores que estão cada vez mais demandando seus produtos. Por fim, novos tipos de seguros surgem e são demandados a cada dia, tais como: seguro para eletrônicos, para bicicletas, seguros pet, entre outros.

Confira abaixo um vídeo especial sobre a Bolsa de Valores e as vantagens de investir nas ações das maiores empresas do Brasil listadas na B3:

Confira quais são as melhores ações para investir agora Baixe grátis o relatório feito por nossos Especialistas

Qual a melhor ação de seguradora para investir na Bolsa de Valores?

Neste tópico, vamos conhecer quais são as ações de seguradoras que estão listadas na Bolsa de Valores. São elas:

Empresa Código  Destaque e/ou perfil corporativo*
BB Seguridade BBSE3 Holding controlada pelo Banco do Brasil e foca em dois segmentos: negócios de risco ou acumulação e negócios de distribuição.
Caixa Seguridade CXSE3 Subsidiária de seguros da Caixa Econômica Federal, Vende apólices de seguros de vida e não-vida, planos de previdência, títulos de capitalização e consórcio.
IRB Brasil IRBR3 Empresa de resseguros com diversas linhas de negócio, tais como: patrimonial, automóvel, riscos financeiros, vida, previdência, rural, entre outros.
Porto Seguro PSSA3 Empresa líder em seguros de automóveis e residências no Brasil. Possui cerca de 9 milhões de clientes em várias linhas de negócio.
SulAmérica SULA11 Seguradora com 125 anos de fundação com atuação nos setores de seguro saúde, odonto, vida, acidentes pessoais, gestão de ativos e previdência privada.

Fontes: B3 e Relações Com Investidores das companhias
*Dados dos RIs das empresas em 2021

Essas são as ações de seguradoras mais procuradas pelos investidores na Bolsa de Valores. Vamos conhecer um pouco mais sobre essas empresas?

1. Ações da BB Seguridade (BBSE3)

Controlada pelo Banco do Brasil, a BB Seguridade conta com a rede de distribuição do banco para comercializar seus produtos. Atualmente, visa atuar em dois segmentos básicos: negócios de risco ou acumulação e negócios de distribuição.

No primeiro, vende produtos de seguros, previdência aberta, capitalização e planos odontológicos. No segundo, comercializa, além de seguros e previdência privada, títulos de capitalização e planos privados de assistência odonto.

Quem possuir as ações da BB Seguridade, também será dono da BB Seguros e BB Corretora, que operam marcas como Brasilseg (seguros), Brasilprev (previdência), Brasilcap (capitalização), Brasildental (planos odontológicos) e Ciclic (corretora digital).

2. Ações da Caixa Seguridade (CXSE3)

As ações da Caixa Seguridade foram lançadas na Bolsa de Valores em IPO realizado em 2021. A empresa existe desde 2015 como uma subsidiária da Caixa Econômica Federal.

O propósito da Caixa Seguridade é consolidar, em uma única empresa, os serviços da Caixa no setor de seguros, capitalização, previdência complementar aberta, consórcios, corretagem e atividades afins, segundo o Relações com Investidores da companhia.

Também compõem a receita da Caixa Seguridade os ganhos com corretagem e distribuição da marca Caixa. Ou seja, as seguradoras que desejam usar a marca e comercializar os produtos da Caixa, pagam uma corretagem à Caixa Seguridade.

3. Ações do IRB Brasil (IRBR3)

A IRB Brasil é uma companhia com mais de 80 anos de fundação que atua no mercado de resseguros. Sua linha de negócios compreende atuação nos ramos: patrimonial, responsabilidade civil, automotivo, transporte, riscos financeiros, vida, previdência, habitacional, rural, marítimo, aeronáutico, nuclear e petróleo.

Apesar de ser a maior empresa resseguradora do Brasil, recentemente, a IRB passa por uma crise de imagem e governança devido à divulgação de informações contábeis com possíveis irregularidades. A companhia passa por uma investigação da CVM para apurar o caso. As ações IRBR3 sofreram uma vertiginosa queda nos últimos nos em reflexo desse cenário.

4. Ações da Porto Seguro (PSSA3)

A Porto Seguro é uma empresa que existe desde 1945 e suas ações estão entre as mais procuradas no setor de seguros na Bolsa. Seu crescimento ao longo dos anos a posicionou como a 3ª maior seguradora do país e a líder nos segmentos de automóvel, residência e empresarial, de acordo com dados do setor de Relações com Investidores da companhia.

Seus cerca de 9 milhões de clientes são atendidos por mais de 36 mil corretores independentes e 13 mil prestadores de serviços exclusivos em todo o Brasil. Desde 2009, opera os seguros residenciais e automotivos com a holding Itaú-Unibanco. O Itaú, por sua vez, possui mais de 30% das ações da Porto Seguro.

5. Ações da SulAmérica (SULA11)

A SulAmérica direciona o foco da sua atuação no mercado de seguros para a área de saúde, odontológica, vida, acidentes pessoais, gestão de ativos e produtos de previdência privada. De acordo com os dados do departamento de Relações com Investidores da companhia, a SulAmérica fechou o ano de 2020 com R$45,9 bilhões em ativos sob gestão.

A empresa possui em torno de 7 milhões de clientes entre pessoas físicas e jurídicas e toda a sua geração de receita é proveniente das operações no Brasil.

É importante lembrar que as ações apresentadas no artigo não são recomendações de compra nem necessariamente expressam a opinião dos Analistas da Toro.

Antes de passar ao próximo tópico, confira um vídeo especial da Analista da Toro, Stefany Oliveira, sobre a montagem de uma boa carteira de ações.

Quais são as melhores ações para investir hoje? Acesse grátis e descubraComo escolher ações de seguradoras para investir?

Para escolher a melhor ação de seguradora para incluir na sua carteira, alguns indicadores podem ser considerados, tais como:

  • Market de share e produtos da seguradora.
  • Eficiência operacional.
  • Indicadores de rentabilidade.
  • Crescimento das receitas, dos lucros e das posições de caixa.
  • Pagamento de dividendos.
  • Nível de satisfação dos clientes.
  • Fatores de governança e ESG.
  • Ameaça dos concorrentes ou produtos substitutos.
  • Capacidade de adaptação aos serviços digitais.
  • Capacidade de lançamento de novos tipos de seguros.
  • Alterações na legislação ou na tributação. 

Conte também com as recomendações dos Analistas de mercado, que se dedicam em estudar as empresas e a economia para identificar as melhores oportunidades da Bolsa. 

Por fim, esses são alguns dos aspectos que normalmente entram na escolha. Se quiser fazer um estudo completo não deixe de conferir o nosso checklist de análise fundamentalista, um guia que vai te ajudar a escolher as melhores ações de qualquer setor da Bolsa. 

Ainda sente dificuldades em começar a investir? Assista ao vídeo abaixo com o sócio-diretor da Toro, André Barbosa, sobre como dar os primeiros passos com mais tranquilidade:

Aproveite os melhores investimentos com corretagem Zero Comece agora na Toro

Ações de bancos x ações de seguradoras

Uma dúvida que pode ocorrer ao investidor é se é necessário comprar ações de seguradoras se você já possui ações de bancos na carteira. É conhecido que os grandes bancos normalmente também oferecem produtos do segmento de seguros para seus clientes.

Além disso, alguns bancos também investem em ações de seguradoras. Por exemplo, o banco Itaú detém cerca de 30% das ações da Porto Seguro. Então, quem é sócio de Itaú também é, indiretamente, sócio de Porto Seguro.

No entanto, isso não inviabiliza que o investidor tenha no seu portfólio as ações dos dois segmentos, até como uma forma inteligente de diversificação.

Afinal, os bancos não vendem só seguros no seu rol de serviços. Ademais, ter ações de seguradoras também é uma forma de ampliar a diversificação de empresas financeiras da sua carteira para além dos serviços bancários.

SAIBA MAIS:
• Ações de energia: descubra todas as empresas do setor elétrico
• Ações de bancos: quais são as possibilidades para comprar?

Por fim, as seguradoras também são reconhecidas por serem excelentes pagadoras de dividendos e geração de lucros financeiros, sobretudo pelas suas ótimas posições de caixa.

Como comprar ações de seguradoras?

Antes de fechar essa página, aprenda como comprar ações de seguradoras na Bolsa de Valores. Basta seguir os passos do infográfico abaixo em que você encontra guia para todo o procedimento, desde abrir conta na corretora até comprar o ativo desejado:

Como investir na Bolsa de Valores

Se você ainda assim ficar com dúvidas, assista ao vídeo abaixo e tenha acesso também ao detalhamento do tutorial de como comprar ações na plataforma da Toro Investimentos, a mais moderna do mercado e com Corretagem Zero:

Invista na Bolsa com taxa Zero de verdade Abra sua conta grátis