O Morning Call da Toro Investimentos traz para você, logo no começo do dia, as principais notícias que vão mexer com os mercados e que serão úteis para investidores e traders. Veja como foi o dia anterior na Bolsa de Valores, a agenda econômica do dia, o que foi destaque nas últimas 24 horas e o que está na pauta nas cenas política, financeira, corporativa e internacional.

Como foi o último pregão?

Ibovespa

Ontem (16), o Ibovespa teve nova queda (−0,93%) e encerrou o pregão aos 128.057 pontos. O índice reagiu aos ajustes na política monetária brasileira com o aumento da Selic para 4.25% ao ano e os juros inalterados nos EUA. As políticas contracionistas de ambas as nações sinalizam um aperto monetário frente ao aumento da inflação.

Desempenho do Ibovespa em 16 de junho de 2021

Fonte: Trading View

As negociações também observaram as notícias sobre medidas da China para tentar segurar a subida do preço das commodities. Nesse sentido, Vale (−2,08%) e Petrobras (−3,47%) caíram. Por fim, o mercado também ficou de olho na votação no Senado pela votação da MP que tratava da privatização da Eletrobras. O papel ELET3 recuou 3,05% nesta quinta. No pregão de ontem, entre as altas e baixas, os destaques foram:

🔼 Maiores altas do Ibovespa  🔽 Maiores baixas do Ibovespa
BIDI11 (+5,35%) BRKM5 (−5,38%)
MGLU3 (+4,92%) CSNA3 (−4,95%)
LWSA3 (+4,79%) PRIO3 (−4,54%)
BRDT3 (+2,95%) GGBR4 (−3,78%)
VVAR3 (+2,59%) GOAU4 (−3,66%)

Quais são as melhores ações para investir hoje? Acesse grátis e descubra

Índices internacionais

No dia anterior, os principais índices dos mercados internacionais tiveram o seguinte fechamento:

Índice Variação (%)
Flag: United States on Twitter S&P 500 −0,04%
Flag: United States on Twitter Nasdaq +0,87%
Flag: United States on Twitter Dow Jones −0,62%
Flag: Germany on Twitter  Dax +0,11%
Flag: United Kingdom on Twitter FTSE 100 −0,44%
Flag: European Union on Twitter Eurostoxx +0,15%
Flag: China on Twitter Xangai −0,01%
Flag: Japan on Twitter Nikkei 225 −0,19%

Fonte: Trading View

Câmbio e Bitcoin

No mercado de câmbio e criptomoedas, os dados de fechamento de ontem foram:

Moeda Variação (%) Cotação
Dólar comercial −0,74% R$ 5,022
Euro −1,63% R$ 5,978
Libra −1,28% R$ 6,993
Bitcoin* −1,49% R$ 188.775,35 ou
US$ 37.692,50

Fonte: Trading View e Portal do Bitcoin 
*Cotação do Bitcoin no momento da publicação deste conteúdo

Nova call to action

Calendário econômico e agenda do dia

Flag: United States on JoyPixels

EUA

  • Nos EUA e no restante do mundo, saem os dados das posições líquidas de especuladores no relatório da CFTC (Commodity Futures Trading Commission).
Flag: United Kingdom on JoyPixels

 Reino Unido

  • No Reino Unido, serão divulgados os números do Núcleo de Vendas no varejo de maio e o seu acumulado anual.

Flag: European Union on JoyPixels Zona do euro

  • Na zona do euro, saem dados das transações correntes de abril e os dados do Índice de Preços ao Produtor (IPP) da Alemanha.

Flag: Japan on JoyPixels Japão

  • No Japão, há a definição e divulgação da taxa de juros do país, bem como a declaração da política monetária e a coletiva de imprensa do Banco do Japão.

No que você precisa ficar de olho hoje?

Veja abaixo o que aconteceu nas últimas 24 horas e quais assuntos estarão entre os mais comentados de hoje:

Cena política e local

  • [G1] O Senado Federal aprovou a MP que viabiliza a privatização da Eletrobras, a maior empresa de energia da América Latina. O portal destaca que os jabutis (mudanças no texto) podem aumentar a conta de luz. O Governo, por outro lado, estima uma redução de 7,36%.
  • [Valor Econômico] Jornal destaca que, com mais térmicas e veto inviável, a medida provisória da Eletrobras passou no Senado. Segundo a reportagem do Valor, o ONS prevê que todas as térmicas estarão em operação em 2022.
  • [G1] O Brasil aplicou mais de 2 milhões de doses da vacina contra a Covid-19 em um dia pela primeira vez ontem. 28% da população tomou a primeira dose. Por outro lado, o país voltou a registrar mais de 2 mil mortes nas últimas 24 horas.

Cena econômica

  • [Bacen] O Banco Central divulgou novas estatísticas sobre os meios de pagamento de varejo e cartões no Brasil. 
  • [G1] Portal traz uma matéria sobre os motivos da Bolsa estar batendo recordes em meio à crise. Entre os motivos estão o ciclo de alta das commodities no exterior, avanço da vacinação e recuperação das blue chips.
  • [Valor Econômico] Em uma revisão de cenários, o mercado já vê a Selic a 7,5% em 2022, diz jornal. 
  • [Valor Econômico] Segundo a reportagem, a CVM está preparando novas regras para os BDRs. As mudanças se concentram em empresas que têm receitas e operações majoritariamente fora do Brasil e que querem captar recursos por aqui.
  • [Agência Brasil] Segundo o Instituto Aço Brasil (IABr), a produção nacional de aço cresceu 20,3% de janeiro a maio de 2021. 
  • [CNN Brasil] O real deu um salto de 116º para 12º lugar em lista de moedas que mais se fortaleceram. Outra reportagem do portal lista os motivos que impedem o dólar de cair ainda mais. 
  • [UOL] Reportagem destaca o preço da carne, que prejudica os mais pobres. Por outro lado, chama atenção que quem investiu em empresas frigoríficas vive um bom momento. 

Cena corporativa

  • A Petro Rio (PRIO) soltou um Fato Relevante para informar que a ANP aprovou a cessão de 35,7% no Campo de Wahoo e 60% no Campo de Itaipu para a companhia, que se torna a operadora de ambos os campos de pré-sal.
  • A Cemig (CMIG4) a avisou seus acionistas o pagamento de R$0,305848 por ação ordinária/preferencial como dividendos e R$0,182288 por ação como JSCP.
  • A Copasa (CSMG3) também informou o pagamento de JSCP mp valor bruto por ação de R$0,145507. A data "ex-JSCP" é 23 de junho.
  • A Telefônica (VIVT3) foi outra companhia a anunciar o pagamento de proventos. Sob forma de JSCP, será pago um valor líquido de R$0,317815 por ação para a posição acionária em 30 de junho.
  • A JBS (JBSS3) comunicou que celebrou um acordo par adquirir a empresa Kerry Meats. A empresa é líder na produção de alimentos preparados à base de carne e produtos prontos para o consumo no Reino Unido e na Irlanda.
  • A JBS (JBSS3) também informou que concluiu a aquisição da Vivera, a terceira maior produtora de produtos plant-based na Europa.
  • A Dasa (DASA3) divulgou, por Fato Relevante, submeteu e teve o pedido de listagem no Novo Mercado aprovado pela B3. O último dia de negociação no segmento básico será no próximo dia 22.
  • A Petrobras (PETR4) anunciou que protocolou na CVM a oferta pública de ações da BR Distribuidora (BRDT3) e de titularidade da Petrobras. Segundo o G1, empresa colocará a venda os 37,5% do capital que detém da BR Distribuidora. 
  • A Vale (VALE3) aprovou a distribuição de dividendos aos acionistas no valor de R$2,17709 por ação.
  • A Hapvida (HAPV3) informou que recebeu da ANS a aprovação do pedido de autorização para a "assunção do controle societário indireto das operadoras de planos de assistência à saúde que compõem o Grupo Notre Dame Intermédica (GNDI3)". A conclusão da combinação de negócios da Hapvida com a Intermédica ainda depende de aprovação do Cade.
  • A Yduqs (YDUQ3) comunicou, por Fato Relevante, a aquisição da QConcursos, empresa que oferta cursos preparatórios, guias de estudos, simulados e provas para concursos. Agora, a companhia passa a marca de 1 milhão de alunos. 
  • [Reuters/Investing] A agência Fitch subiu o rating da Usiminas (USIM5) de BB- para BB, com perspectiva estável.

Cena internacional

  • [Reuters/Investing] O Banco Central do Japão manteve os juros em 0,1% e apresentou um novo esquema para também combater a mudança climática.
  • [CNN Brasil] Os EUA, por meio do Centro para o Controle e Prevenção de Doenças (CDC), disse que as restrições de viagens para o Brasil está na categoria 4, que aponta alto risco de contaminação pela Covid-19 e riscos à segurança.
  • [The Wall Street Journal] Os futuros de ações dos EUA balançam na sexta-feira e o Dow Jones no caminho para a pior semana desde janeiro.
  • [The Economist] O boom imobiliário da América levará a outra crise financeira?
  • [El País] Segundo estudo da Bloomberg, o mercado imobiliário global está aquecido, mas vê crescer o risco de uma nova bolha internacional.

Como acompanhar o mercado ao vivo hoje?

Para acompanhar o andamento do dia e toda a movimentação do mercado financeiro, a dica é acompanhar nossa sala de Day Trade ao vivo. De segunda a sexta-feira, das 9h às 17h, nossos Analistas acompanham o mercado, comentam sobre as principais mudanças nesse cenário e ainda tiram suas dúvidas. 

Para quem opera Day Trade, é a oportunidade de participar de uma sala com outros traders, fazer networking e não perder os principais negócios do dia. Por outro lado, para quem deseja ficar por dentro de todas as novidades do mundo dos investimentos, é a chance de ter uma fonte confiável de informações.

Clique no link abaixo e participe grátis da nossa sala de mercado ao vivo:

Descubra os 3 pilares de um trader de sucesso Aprenda grátis agora

O dinheiro em imagens − gráfico do dia:

O gráfico abaixo, elaborado pela BBC e pela Our World in Data, representa o consumo de carne anual por pessoa em alguns países selecionados. O estudo chama atenção ainda para o fato que, nos últimos 50 anos, a produção aumentou para quase cinco vezes maior do que na década de 1960, quando havia cerca de 3,6 bilhões de pessoas no mundo.

Gráfico de países que mais comem carne com dados da ONU

Fonte: BBC e Our Wold in Data

Cursos, e-books, vídeos, relatórios… tudo isso grátis para você Acesse agora

Nova call to action