O Morning Call da Toro Investimentos traz para você, logo no começo do dia, as principais notícias que vão mexer com os mercados e que serão úteis para investidores e traders. Veja como foi o dia anterior na Bolsa de Valores, a agenda econômica do dia, o que foi destaque nas últimas 24 horas e o que está na pauta nas cenas política, financeira, corporativa e internacional.

Como foi o último pregão?

Ontem (7), o Ibovespa encerrou o pregão aos 130.776 pontos, alta de 0,50%. O principal termômetro do mercado manteve a sequência de altas pelo 8º dia consecutivo, a maior desde 2018.

O clima de otimismo se mantém após os dados do PIB e que grandes bancos internacionais aumentaram a projeção de crescimento par ao país. Ontem, também houve a divulgação do Boletim Focus que foi na mesma direção, apesar de também prever um novo aumento na perspectiva de inflação.

Além disso, ações de empresas intrinsecamente ligadas às commodities, como minério de ferro e petróleo, seguem e também determinam a tendência, acompanhando a variação das cotações destes produtos no mercado internacional.

🔼 Maiores altas do Ibovespa: BRKM5 (+2,19%), IGTA3 (+1,80%), CVCB3 (+1,29%) e EMBR3 (+1,27%). 

🔽 Maiores baixas do Ibovespa: GOAU4 (−2.07%), USIM5 (−1.21%), GGBR4 (−1.76%) e BRAP4 (−1.14%).

Desempenho do Ibovespa em 7 de junho

Fonte: Trading View

O dólar comercial fechou próximo da estabilidade com uma alta de 0,03%, aos R$ 5,037. Nesta semana, há a divulgação de dados monetários importantes como o IPCA no Brasil e o CPI nos EUA.

Quais são as melhores ações para investir hoje? Acesse grátis e descubra

 

Calendário econômico - agenda do dia

  • Na França, saem dados de importações, exportações e balança comercial do país.
  • Na Zona do Euro, o dia é movimentado por vários indicadores como: variação do emprego, emprego total e PIB do primeiro trimestre.
  • No Brasil, há a divulgação do IGP-DI de maio e o índice de vendas no varejo de abril.
  • Nos EUA e no Canadá, também saem os dados de exportações, importações e balança comercial.

No que você precisa ficar de olho hoje?

Veja abaixo o que aconteceu nas últimas 24 horas e quais assuntos estarão entre os mais comentados de hoje:

Cena política e local

  • [G1] Em face da crise hídrica-energética, o governo, por meio do Ministério de Minas e Energia, publicou uma portaria em que amplia a possibilidade de acionar as usinas termelétricas sem contrato vigente.
  • [G1] O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, defendeu que a proposta de um novo programa de renda permanente, que virá a substituir o Bolsa Família, seja votado até julho.

Cena econômica

  • [BACEN] O Banco Central do Brasil divulgou, ontem, o Relatório de Poupança de maio. Os depósitos na caderneta superaram os saques em R$ 72,6 milhões
  • [BACEN] O Banco Central também fez a divulgação da ata da 45ª Reunião do Comitê de Estabilidade Financeira (Comef). 
  • [BACEN] O Boletim Focus, divulgado ontem, previu nova alta do PIB em 2021 para 4,36%. No entanto, também houve perspectiva de alta para a inflação do IPCA (5,44%) e IGP-M (18,44%).
Boletim Focus Semanal
Fonte: Banco Central

  • [IBRE/FGV] Em maio, o Índice Geral de Preços - Disponibilidade Interna (IGP-DI) subiu 3,40%, acima do aumento de abril (2,22%). Em 2021, a alta é de 14,13% e 36,53% em 12 meses.
  • [IBRE/FGV] A Fundação Getúlio Vargas também soltou o dado do IPC-S da primeira quadrissemana de junho de 2021. A alta foi de 0,81%, acumulando 8,47% em 12 meses.
  • [Valor Investe] A Caixa anunciou que irá financiar até 100% do valor de imóveis que forem retomados pelo banco. Os 6 mil imóveis colocados à disposição nessas condições terão uma taxa de 2,50% ao ano e correção pelo rendimento da poupança.
  • [CNN Brasil] Segundo dados do IBGE, as vendas no comércio varejista aumentaram 1,8% em abril. Após queda em março, essa é a maior alta para o mês desde o ano 2000.
  • [Folha de S. Paulo] Aguardando o avanço da vacinação, o Governo planeja prorrogar o auxílio emergencial até setembro. Estima-se o custo extra de R$18 bilhões para a medida.

Cena corporativa

  • [Valor Investe] Jornal destaca que novos setores se destacam na arrancada da Bolsa e muitas ações já voltaram ao nível pré-pandemia. 
  • A Lojas Renner (LREN3) comunicou a abertura de 3 novas lojas (duas da Renner e uma da Camicado) nos estados do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Norte. A companhia passa a ter 632 lojas em operação.
  • A Magazine Luiza (MGLU3) veio a público confirmar a aquisição do Bit55, uma plataforma para processamento de cartões de débito e crédito na nuvem. Vale a pena ficar de olho no impacto dessa notícia para as ações Magazine Luiza
  • A Petrobras (PETR4) comunicou ao mercado que não há qualquer definição ou decisão sobre o modelo de venda de sua participação na Braskem, após notícia veiculada na mídia.
  • A JBS (JBSS3) soltou um comunicado em que confirma um acordo para aquisição de 100% da Rivalea Holdings Pty Ltd e 100% da Oxdale Dairy Enterprise Pty Ltd, empresas que pertenciam à alimentícia QAF Limited, listada em Cingapura.
  • A CVC (CVCB3) divulgou fato relevante em que confirma que engajou o Citigroup e o BTG Pactual para uma potencial oferta de distribuição primária de valores mobiliários.
  • O Grupo Soma (SOMA3), por meio de um comunicado ao mercado, apresentou o seu Relatório Anual, referente ao exercício encerrado em 31 de dezembro último.
  • A Iguatemi (IGTA3) informa que o seu shopping em Ribeirão Preto retomará as atividades, conforme orientação das autoridades locais. A empresa também soltou, ontem, um Fato Relevante em que comunica uma nova reorganização societária. 
  • A Cosan (CSAN3) informa que a Raízen, uma de suas controladas, e a Shell negociaram uma ampliação do escopo de atuação como agente exclusivo de venda de lubrificantes da marca Shell.

Cena internacional

  • [Valor Econômico] Minério de ferro tem alta de 3,5% no mercado chinês, chegando a 5% de valorização só em junho. 
  • [Reuters] O PIB do Japão retraiu 3,9% no primeiro trimestre, menos do que a expectativa de 5,1%
  • [CNN Brasil] As principais Bolsas da Ásia fecharam em queda com os investidores observando riscos inflacionários em Wall Street. 
  • [The Economist] Gestores de ativos estrangeiros estão de olho no vasto conjunto de economias da China. 
  • [The Wall Street Journal] Administração de Biden deve delinear medidas para resolver problemas da cadeia de suprimentos.
  • [The New York Times] Em meio a preocupações com a inflação global, China se move para domar os preços.

Como acompanhar o mercado ao vivo hoje?

Para acompanhar o andamento do dia e toda a movimentação do mercado financeiro, a dica é acompanhar nossa sala de Day Trade ao vivo. De segunda a sexta-feira, das 9h às 17h, nossos Analistas acompanham o mercado, comentam sobre as principais mudanças nesse cenário e ainda tiram suas dúvidas. 

Para quem opera Day Trade, é a oportunidade de participar de uma sala com outros traders, fazer networking e não perder os principais tradings do dia. Por outro lado, para quem deseja ficar por dentro de todas as novidades do mundo dos investimentos, é a chance de ter uma fonte confiável de informações. 

Clique no link abaixo e participe grátis da nossa sala de mercado ao vivo:

Descubra os 3 pilares de um trader de sucesso Aprenda grátis agora


O dinheiro em imagens

O gráfico abaixo, publicado no portal Our World in Data, ilustra a queda do preço das baterias de íon-lítio nas últimas décadas. A demanda do mercado, sobretudo automotivo, por baterias mais eficientes e mais baratas impulsionou a modernização desses equipamentos e sua fabricação a um custo reduzido. 

preço das baterias de lítio desde 1990

Fonte: Our World in Data

Cursos, e-books, vídeos, relatórios… tudo isso grátis para você Acesse agora

Nova call to action