O Morning Call da Toro Investimentos traz para você, logo no começo do dia, as principais notícias que vão mexer com os mercados e que serão úteis para investidores e traders. Veja como foi o dia anterior na Bolsa de Valores, a agenda econômica do dia, o que foi destaque nas últimas 24 horas e o que está na pauta nas cenas política, financeira, corporativa e internacional.

Como foi o último pregão?

Ontem (2), o índice Ibovespa quebrou mais um recorde subindo 1,04% para chegar aos 129.601 pontos. O momento do índice, com quatro dias consecutivos de alta, se deve à boa fase das ações de maior peso na carteira, como Vale, Petrobras e bancos. As projeções da economia também voltam a ser puxadas para cima e favorecem a subida da Bolsa. No entanto, ainda ficam os alertas sobre a crise hídrica-energética, o risco inflacionário e a agenda de reformas ainda paralisada.

🔼 Maiores altas do Ibovespa: PETR3 (+4.96%), BRKM5 (+4.82%), BRFS3 (+4.11%), VVAR3 (+3.68%) e
BBAS3 (+3.59%).

🔽 Maiores baixas do Ibovespa: B3SA3 (−3.90%), SULA11 (−3.35%), LWSA3 (−3.16%), USIM5 (−2.78%) e WEGE3 (−2.16%).

Fonte: TradingView

O dólar à vista registrou nova baixa no pregão de quarta-feira (2), fechando a R$5,0839, um recuo de 1,22%. A expectativa é observar os dados dos EUA na semana que vem para checar a direção da cotação da moeda.

Quais são as melhores ações para investir hoje? Acesse grátis e descubra

Calendário econômico - agenda do dia

  • No Brasil, a Bolsa de Valores estará fechada devido ao feriado de Corpus Christi. 
  • As agências bancárias também não funcionarão neste feriado nacional, informa a Febraban.
  • Na Europa, haverá a divulgação do PMI do setor de serviços da Espanha, Itália, França, Alemanha e Reino Unido.
  • Nos EUA, saem dados do seguro-desemprego, da atividade empresarial não manufatureira, o PMI do setor de serviços e a produtividade do setor não agrícola.
  • Também nos EUA, serão divulgados dados dos estoques de petróleo bruto e dados sobre a produção de combustíveis.
  • Andrew Bailey, governor do Bank of England, discursa hoje. 

Funcionamento da Toro no feriado

Devido ao feriado, os serviços da Toro Investimentos funcionarão parcialmente:

  • Bolsa de Valores: como a Bolsa não funciona no feriado, os investimentos não estarão disponíveis.
  • Renda Fixa: novos investimentos e resgates poderão ser solicitados normalmente, mas serão efetuados no próximo dia útil.
  • Assessoria e Mesa de Operações: não funcionarão.
  • Saques: pedidos solicitados no feriado serão processados no próximo dia útil.
O funcionamento volta ao normal na sexta-feira, dia 04/06.

No que você precisa ficar de olho hoje?

Veja abaixo o que aconteceu nas últimas 24 horas e quais assuntos estarão entre os mais comentados de hoje:

Cena política e local

  • A Câmara dos Deputados aprovou o texto-base de uma MP que aumenta a tributação para instituições financeiras e indústria química, assim como limita o valor dos carros comprados por pessoas com deficiência, informa a Reuters.
  • A Reuters também noticia que o presidente da República editou o decreto que coloca regulamentação na chamada nova Lei do Gás, que visou modernizar o marco legal do setor. Assim, vale a pena ficar de olho nos reflexos desse decreto nas ações da empresa desse setor nos próximos pregões.
  • De acordo com o governo, a nova rodada do Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe) terá um volume de empréstimos de R$25 bilhões, reporta o Valor Econômico

Cena econômica

  • A agência de classificação de risco Standard & Poor's mantém a nota BB- para a dívida do governo brasileiro, com perspectiva estável e sem chances de mudanças em breve, informa a Agência Brasil.
  • Conforme dados da FipeZap, os preços dos imóveis subiram 0,48% em maio, mas abaixo da inflação de 0,68%.
  • Lucas Carvalho, Analista da Toro, comentou na reportagem do UOL que relata que, sem o auxílio emergencial, somado à inflação e ao desemprego, o consumo das famílias caiu no primeiro trimestre. 
  • Dados do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) destacam que o nível dos reservatórios do Centro-Oeste e do Sudeste estão no patamar mais baixo para maio desde 2001.

Cena corporativa

  • A Petrobras (PETR4), nesta quarta-feira, realizou a emissão de títulos com vencimento em 2051 para captar recursos no mercado internacional da ordem de US$1,5 bilhão. A petroleira ainda iniciou o processo de venda de sua participação (27,88% do negócio) na Deten Química.
  • A BRF (BRFS3), por meio de um comunicado ao mercado, comunicou o início de uma oferta de recompra de 4,875% das Senior Notes com vencimento em 2030.
  • A Unipar Carbocloro (UNIP6) está perto de comprar, por R$300 milhões, a fábrica de cloro-soda da Compass Minerals, diz o Valor Econômico
  • A Natura &Co América Latina (NTCO3) traz executivo e criará área de serviços financeiros para suas consultoras, reporta a Exame
  • A Vale (VALE3) afirma que se comprometeu a recuperar 500 mil hectares de florestas e vegetação até 2030.
  • A Cosan (CSAN3), por meio de Fato Relevante, que sua co-controlada Raízen protocolou, na CVM, o pedido de registro da oferta pública de distribuição de ações.

Cena internacional

  • Os futuros do ouro caíram (−0,12%) e os e do petróleo (+0,76%) subiram na sessão asiática. 
  • Os EUA vão impor tarifas aos países que forem na direção da taxação das empresas de tecnologia, informa o Valor
  • A União Europeia chegou à marca de 250 milhões de doses de vacinas aplicadas.
  • Segundo o Fórum Econômico Mundial, os europeus estão pagando até 40% de seus ganhos com o aluguel.
  • A imprensa relata que o presidente americano, Joe Biden, pretende conversar com o líder russo Vladimir Putin sobre os ataques hackers à JBS (JBSS3). 

O dinheiro em imagens

A vacinação é essencial para a retomada econômica, como os indicadores já vem mostrando. O gráfico abaixo mostra o número de vacinas aplicadas em alguns dos principais países mais afetados pela pandemia de Covid-19.

Fonte: Fórum Econômico Mundial e Our World in Data

Cursos, e-books, vídeos, relatórios… tudo isso grátis para você Acesse agora

Nova call to action