O Morning Call da Toro Investimentos traz para você, logo no começo do dia, as principais notícias que vão mexer com os mercados e que serão úteis para investidores e traders. Veja como foi o dia anterior na Bolsa de Valores, a agenda econômica do dia, o que foi destaque nas últimas 24 horas e o que está na pauta nas cenas política, financeira, corporativa e internacional.

Como foi o último pregão?

Ontem (1º), o índice Ibovespa alcançou os 128.267 pontos, alta de 1,63%. Segundo a Analista de Investimentos da Toro, Paloma Brum, predominaram na sessão "o bom humor sobre a recuperação econômica global, que tem tracionado os preços das commodities. No Brasil, pesou a reação do mercado à divulgação do PIB do primeiro trimestre, acima das expectativas do mercado, segundo o consenso da Refinitiv".

Além disso, a Analista destaca que o mercado observou também os dados do PMI, o Índice de Gerentes de Compras, que mostraram o aumento da produção e das vendas, bem como mais contratações, que ajudaram na aceleração do crescimento da indústria brasileira em maio. 

🔼 Maiores altas do Ibovespa: BRFS3 (+9.55%), LAME4 (+7.59%), UGPA3 (+7.25%), BTOW3 (+6.54%) e BRKM5 (+6.55%).

🔽 Maiores baixas do Ibovespa: LWSA3 (−5.54%), BIDI11 (−3.60%), SUZB3 (−2.32%), KLBN11 (−2.39%) e BPAC11 (−1.85%). 

pregao-01-06

Fonte: TradingView

O dólar voltou a cair nesta terça-feira (1), fechando a R$5,1461, um descenso de 1,52%. Isso coloca a moeda no menor patamar desde 21 de dezembro. A moeda acompanhou a repercussão positiva diante do crescimento acima do esperado na economia brasileira no 1T21.

Quais são as melhores ações para investir hoje? Acesse grátis e descubra

Calendário econômico - agenda do dia

  • Na Europa, saem os dados da variação do desemprego na Espanha.
  • No Brasil, será divulgado o IPC-Fipe mensal de maio, os dados da produção industrial e o fluxo cambial estrangeiro.
  • Nos EUA, autoridades do FOMC discursam à tarde e serão divulgados dados do otimismo econômico (Índice IBD/TIPP) e da venda de veículos no país.

No que você precisa ficar de olho hoje?

Veja abaixo o que aconteceu nas últimas 24 horas e quais assuntos estarão entre os mais comentados de hoje:

Cena política e local

  • O presidente da República sancionou a lei que estabelece o pedágio proporcional à distância percorrida pelo motorista nas estradas. Além disso, o executivo também sancionou a lei que institui o marco legal das startups, conforme reportagem do G1
  • O Banco Central informou que clientes de bancos têm por volta de R$8 bilhões a receber devido a parcelas e tarifas cobradas de forma indevida e por saldo não sacado após o fechamento de contas.

Cena econômica

  • Ontem, as atenções se voltaram ao otimismo com os dados do PIB do primeiro trimestre. Houve um registro de crescimento de 1,2%, retornando ao nível pré-pandemia e colocando o Brasil em 19º em um ranking de 50 países
  • A Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA) declarou situação crítica de escassez de recursos hídricos da região Hidrográfica do Paraná.  O Valor Econômico alerta que a crise de energia pode fazer com que a hidrovia Tietê-Paraná seja paralisada em julho.
  • A Folha de S. Paulo traz uma reportagem que estima que a falta de energia e insumos na indústria pode cortar até 1 ponto do PIB. 
  • Algumas montadoras como GM, Nissan e Volks vão parar novamente por falta de de peças.

Cena corporativa

  • A Fleury (FLRY3) adquiriu 100% das quotas de emissão do Laboratório Pretti e do Laboratório Bioclínico, informa o Estadão
  • A empresa de infraestrutura Conasa pediu à CVM o registro para realizar o seu IPO. 
  • As unidades da JBS (JBSS3) paralisaram as operações nos EUA após o ataque hacker sofrido pela empresa no início dessa semana. 
  • A Itaúsa (ITSA4) confirma que emitirá R$2,5 bilhões em debêntures para realizar investimento na Aegea Saneamento.
  • A Cosan (CSAN3) comunicou, por meio de fato relevante, uma reorganização societária na Raízen.
  • A Marfrig fez uma solicitação ao CADE para comprar uma fatia de participação na BRF (BRFS3), informa a Forbes

Cena internacional

  • Os futuros do minério de ferro avançam na China , refletindo uma tendência de alta no mercado spot.
  • A inflação na Europa subiu para 2% no mês passado, seguindo a alta de 1,6% em abril. Pesaram no índice principalmente os custos com energia.
  • O Reino Unido não registrou mortes pela Covid-19 pela primeira vez desde março de 2020, informa a CNN Brasil. A reabertura do país, no entanto, ainda segue incerta. 

Como acompanhar o mercado ao vivo hoje?

Para acompanhar o andamento do dia e toda a movimentação do mercado financeiro, a dica é acompanhar nossa sala de Day Trade ao vivo. De segunda a sexta-feira, das 9h às 17h, nossos Analistas acompanham o mercado, comentam sobre as principais mudanças nesse cenário e ainda tiram suas dúvidas. 

Para quem opera Day Trade, é a oportunidade de participar de uma sala com outros traders, fazer networking e não perder os principais tradings do dia. Por outro lado, para quem deseja ficar por dentro de todas as novidades do mundo dos investimentos, é a chance de ter uma fonte confiável de informações. 

Clique no link abaixo e participe grátis da nossa sala de mercado ao vivo:

Descubra os 3 pilares de um trader de sucesso Aprenda grátis agora


O dinheiro em imagens

O Pix está cada vez mais incorporado à rotina financeira dos brasileiros. O gráfico abaixo mostra a evolução do número de transações desde o início da funcionalidade. 

Transações do PIXFonte: Banco Central

Cursos, e-books, vídeos, relatórios… tudo isso grátis para você Acesse agora

Nova call to action