Cadastre-se grátis

Quanto rendem R$ 600, 700, 800 e 900 mil na Poupança por mês e por ano?

Descobrir onde investir R$ 600 mil ou mais hoje com inteligência e rentabilidade é um desafio que pode impulsionar sua riqueza e aposentadoria, mantendo os riscos sob controle.

Essa quantia já é suficiente para criar uma carteira altamente diversificada e/ou gerar uma renda passiva mensal significativa.

Neste artigo, você encontrará informações sobre o rendimento de R$ 600, 700, 800 e 900 mil em diferentes opções de investimento, como a Poupança, Bolsa de Valores, aplicações que seguem o CDI, títulos públicos, e muito mais.

Leia até o final e veja todos os cálculos detalhados e com valores atualizados. Vamos lá?

Quanto rendem R$ 600, 700, 800 e 900 mil na Poupança por mês e por ano?

No Brasil, muitas vezes, investimento é sinônimo de caderneta de Poupança. O desconhecimento por outras alternativas mais rentáveis e é algo que começou a mudar recentemente no país.

O que muitas pessoas não sabem é que o rendimento da Poupança é muito baixo, especialmente quando descontamos a inflação ou comparamos com outras aplicações.

A Poupança no Brasil oferece um rendimento composto por duas partes:

  • Taxa de juros equivalente a 70% da taxa Selic quando esta é igual ou menor a 8,5% ao ano, além da Taxa Referencial (TR), que é próximo a zero.
  • Quando a Selic ultrapassa 8,5% ao ano, o rendimento passa a ser de 0,5% ao mês mais a TR.

Assim, por exemplo, para determinar a lucratividade anual ou mensal da Poupança com um rendimento de 0,60% ao mês (já considerando a TR), é simplesmente necessário aplicar esse valor ao total do investimento. Essa porcentagem equivale a algo próximo de 7,44% ao ano.

Logo:

InvestimentoRendimento mensalRendimento anual
R$ 600.000R$ 3.600R$ 43.200
R$ 700.000R$ 4.200R$ 50.400
R$ 800.000R$ 4.800R$ 57.600
R$ 900.000R$ 5.400R$ 64.800

Vale ressaltar que os cálculos apresentados anteriormente e ao longo do artigo não levam em consideração os benefícios dos juros compostos. Dessa forma, ao manter o dinheiro investido, o retorno seria ainda maior.

Ou seja, nesse exemplo, você sacaria o rendimento mensal na sua totalidade.

Além disso, é fundamental considerar o impacto da inflação ao analisar a lucratividade, ou seja, levar em conta a desvalorização do poder de compra do dinheiro.

Confira no gráfico abaixo o rendimento anual da caderneta de poupança e seu retorno real, ou seja, o cálculo do impacto da inflação:

Quanto rendem R$ 600, 700, 800 e 900 mil no CDI?

No gráfico da seção anterior, há também o rendimento histórico de 100% do CDI, também conhecida como “Taxa DI”, uma importante referência das aplicações de Renda Fixa.

Observe como, ano após ano, o CDI vence a caderneta e a boa notícia é que você consegue seguir essa taxa com aplicações simples e seguras.

Hoje, levando em consideração a taxa Selic de 11,25% ao ano e o CDI em torno de 11,15% ao ano, os ganhos de investimentos com rendimento de 100% do CDI seriam:

InvestimentoRendimento anualRendimento mensal
R$ 600.000R$ 66.900R$ 5.575
R$ 700.000R$ 78.050R$ 6.504,17
R$ 800.000R$ 89.200R$ 7.433,33
R$ 900.000R$ 100.350R$ 8.362,50

Vale ressaltar que esses valores continuam sujeitos à tributação do Imposto de Renda, conforme o tempo que o dinheiro fica investido.

Dessa forma, podemos concluir que as aplicações que acompanham a Selic e/ou o CDI possuem um retorno superior à Poupança.

Além disso, ao investir de forma mais conservadora, como no Tesouro Direto, você obtém um alto nível de segurança semelhante ao da Poupança.

➡️ Quanto rendem R$ 100 mil na Previdência Privada hoje? Veja aqui!
➡️ Quanto rende R$ 100, 200, 300, 400 e 500 mil no Tesouro Selic por ano e por mês?

Quanto rendem R$ 600, 700, 800 e 900 mil no Tesouro Direto?

Por falar nos títulos públicos do Tesouro Nacional, existem 3 tipos de rentabilidade:

  • Prefixada: juros conhecidos no momento do investimento e não mudam.
  • Atrelada à Selic: remuneram o valor anual da Selic + juros fixos.
  • Atrelada ao IPCA: acompanham a inflação + taxa de juros fixos.

Então, você pode surfar maiores rentabilidades e criar estratégias quando as perspectivas de juros e/ou de inflação forem mais elevadas.

No caso do Tesouro Selic, considerando que essa taxa está em torno de 11,25% ao ano, poderíamos esperar:

  • Rendimento anual: 0,1125 × 700.000 = R$ 78.750
  • Rendimento mensal: retorno anual ÷ 12 = R$ 6.562,50

Veja na tabela a seguir o rendimento anual da taxa Selic nos últimos anos:

AnoRetorno anual da Selic
202313,04%
202212,39%
20212,94%
20202,11%
20194,26%
20184,62%
20176,61%
20168,30%
20158,15%
201410,86%
20138,18%
20128,46%

Lembre-se de que o Imposto de Renda também se aplica nessa situação e os retornos do passado não se repetem no futuro da mesma forma.

Para facilitar as suas contas, utilize a Calculadora de Investimentos da Mobills, logo abaixo:

Quanto rendem R$ 600, 700, 800 e 900 mil na Bolsa de Valores?

Na Bolsa de Valores, os produtos de Renda Variável, oferecem duas possibilidades de ganho: valorização da cotação e recebimento de proventos (dividendos, juros sobre o capital próprio, etc).

Uma vez que as cotações sofrem alterações diárias, ao contrário da Renda Fixa, torna-se impossível determinar o rendimento anual e mensal dos ativos da Bolsa.

Por outro lado, se você criar uma carteira de ações e/ou FIIs que acompanhe de perto as flutuações do Ibovespa (o índice do mercado de ações) ou do IFIX (o índice dos Fundos Imobiliários), você poderá alcançar retornos semelhantes.

Na bolsa, isso pode ser alcançado por uma estratégia de fundos passivos, como os ETFs do Ibovespa.

Ao longo dos anos, de 2002 a 2022, você teria obtido um crescimento médio anual de 10,46% de taxa de crescimento anual composta (CAGR), lembrando sempre que o desempenho passado não é garantia de resultados futuros.

Observe a variação ano a ano do Ibovespa neste século:

Além disso, investir na Bolsa implica em um nível de risco mais alto, sendo recomendado somente para investidores com perfil arrojado.

Dá para viver de dividendos investindo de R$ 600 a 900 mil?

Sim, é possível obter boa renda passiva mensal investindo entre R$ 600 e R$ 900 mil. Para saber qual o valor recebido, é preciso considerar a métrica do dividend yield, isto é, quanto ganha em proventos dividido pelo valor investido na cotação atual.

Muitos dos Fundos Imobiliários (FIIs) mais destacados normalmente oferecem uma remuneração média de 0,5% a 1,5% ao mês do valor da cota.

Considere um exemplo teórico em que você tem uma carteira composta por Fundos Imobiliários (FIIs) e ações, que juntos possuem um DY de 0,8% ao mês. Agora imagine que você tenha investido R$ 800 mil nessa carteira:

  • Rendimento mensal: 0,008 × 800.000 = R$ 6.400
  • Rendimento anual: retorno mensal × 12 = R$ 76.800

Além dos FIIs, você pode desfrutar de proventos de uma boa carteira de ações de dividendos. Veja quais companhias se destacaram no último ano (lembrando que não são recomendação de compra):

Onde investir acima de R$ 600 mil hoje?

Conforme mencionado anteriormente, no mercado financeiro, diversificar um montante acima de R$ 600 mil não é uma tarefa complicada, levando em consideração diferentes níveis de risco e objetivos.

Para investimentos com prazos e metas específicas, é aconselhável priorizar produtos de Renda Fixa. No entanto, se você estiver pensando em um horizonte de longo prazo, a Bolsa de Valores oferece uma ampla gama de possibilidades e um retorno significativamente maior.

Outra opção vantajosa é investir em Fundos de Investimentos, que permitem uma maior diversificação e contam com a experiência de gestores profissionais para gerenciar sua carteira.

Por fim, invista seguindo os ativos recomendados pelos Analistas de Investimentos da Toro. São mais de 60 ativos em todas as classes:

➡️ Os melhores investimentos para 2024, segundo os experts da Toro

Além disso, é essencial contar sempre com a orientação de um Assessor de Investimentos para elaborar e gerir seu plano de alocação de forma eficiente. Aqui na Toro, ao investir acima de R$ 100 mil, você recebe esse benefício exclusivo:

fundo-lp-assessoria-100k-blog